Onde investir em julho? Comece a investir com a recomendação dos nossos analistas

22/11/2023 17:43:29 • Atualizado em 29/11/2023 16:48:23
19 minuto(s) de leitura


Mini índice (WIN): o que é, qual o código e como operar?

Confira o que é mini-índice, como funciona, qual o código do mini-índice hoje e como operar esse minicontrato na bolsa de valores.


Compartilhar:
Homem loiro de cabelo curto, óculos e camisa jeans utilizando um notebook em referência a pesquisa sobre o que é mini-índice, qual o código e como operar.

Você sabe o que é mini índice Bovespa? Se já ouviu falar, mas ainda tem dúvidas, não se preocupe. Neste conteúdo, você vai entender o que é e como funciona esse tipo de investimento de renda variável.

Mini índice é um derivativo negociado no mercado futuro, um ambiente específico dentro da bolsa de valores. Como outros derivativos, serve tanto para proteger uma carteira de investimentos quanto para especular ganhos no curto prazo.

Além disso, esse derivativo busca refletir a performance do Ibovespa no futuro. Como o Ibovespa é uma carteira teórica composta pelas ações mais negociadas da B3, o mini índice oscila conforme a expectativa de variação dessa carteira.

Quer saber como operar mini índice e qual o seu código? Veja essas e mais informações a seguir!

O que é mini índice?

Mini índice é um minicontrato futuro derivado do Índice Bovespa, negociado na bolsa de valores dentro de um ambiente específico, o mercado futuro. O mini índice representa 20% do índice futuro (IND), o contrato futuro padrão do Ibovespa.

Por movimentar apenas uma fração do contrato cheio, o mini índice permite que o investidor ou trader participe das oportunidades do mercado futuro.

Além disso, os contratos futuros de índice se movem em pontos e não em reais. Cada ponto do índice cheio (IND) equivale a R$ 1,00. Como o mini índice é 20% do contrato padrão, cada ponto equivale a R$ 0,20. A variação mínima é de cinco pontos para cima ou para baixo.

Como funciona o mini índice?

Antes de falarmos sobre o mini índice, vamos entender o que é o Índice Bovespa, o ativo-objeto do minicontrato de índice, e principal termômetro do mercado de ações.

Criado em 1963, o Ibovespa reúne, em uma carteira teórica, as ações mais negociadas da bolsa. Neste link no site da B3 você confere quais empresas fazem parte.

De quatro em quatro meses, o Ibovespa passa por uma reavaliação, processo que pode incluir ou excluir empresas conforme regras de enquadramento.

Por ser o principal indicador da bolsa brasileira, o IBOV é referência para diversos outros investimentos, como fundos multimercados, fundos de ações e carteiras recomendadas.

Cada empresa tem um peso diferente dentro do índice. Portanto, a performance do Ibovespa é o resultado da volatilidade de todos os ativos que o compõem.

Quanto valem 100 pontos no mini índice?

Para descobrir a equivalência em reais dos pontos do mini índice, basta multiplicar a quantidade de pontos por R$ 0,20.

Se cada ponto vale R$ 0,20, 100 pontos valem R$ 20,00 (100*0,20 = R$ 20).

Quanto custa 1 contrato de mini índice?

A lógica é a mesma do exemplo acima. Para saber quanto custa um minicontrato de índice futuro, basta multiplicar a quantidade de pontos por R$ 0,20.

Qual o código do mini índice?

O código do mini índice é WIN. Como todo minicontrato tem prazo de vencimento, a sigla é seguida por uma letra que representa o mês e um número que representa o ano (dois dígitos).

Diferentemente do mini dólar, o mini índice vence apenas nos meses pares — geralmente, na quarta-feira mais próxima do dia 15.

As letras correspondentes aos meses são:

MêsCódigo (WIN)
FevereiroG
AbrilJ
JunhoM
AgostoQ
OutubroV
DezembroZ

Por exemplo, um mini índice que vence em abril de 2023 tem o seguinte código: WINJ23.

Qual a data de vencimento do mini índice?

Como já comentamos, os contratos futuros de índice vencem sempre na quarta-feira mais próxima do dia 15 dos meses pares. Então, os meses são: fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro.

Portanto, como visto acima, cada mês de vencimento é representado por uma letra e o código do mini índice é formado pelas iniciais WIN, a letra que representa o mês e o número que corresponde ao ano.

Qual a diferença entre mini índice e mini dólar?

Tanto o mini índice quanto o mini dólar são derivativos negociados no mercado futuro, mas ancorados em ativos diferentes. O mini índice deriva do Ibovespa e o mini dólar, da moeda americana.

Ambos minicontratos representam 20% do respectivo contrato futuro padrão e podem ser negociados de um em um.

Enquanto o mini índice vence apenas nos meses pares (quarta-feira mais próxima do dia 15), o mini dólar vence todo dia primeiro de cada mês.

Outra diferença está na equivalência de pontos, em que cada ponto do mini índice vale R$ 0,20, e no mini dólar cada ponto vale R$ 10,00.

Vantagens de operar mini índice

O mini índice pode ser vantajoso, principalmente, em duas situações:

Um investidor ou trader que tem investimento correlacionado com o Ibovespa, por exemplo, pode investir em minicontratos de índice para proteger a carteira de flutuações futuras. Logo, a necessidade de boas estratégias de hedge está nas origens dos derivativos.

A outra grande vantagem do mini índice é a possibilidade de ganhos no curto prazo, mesmo com aportes modestos.

No mercado futuro, as operações são alavancadas, o que significa que é possível movimentar quantias bem maiores do que o investidor tem em conta. Basta uma margem de garantia, que não necessariamente precisa ser em dinheiro, para comprar e vender contratos e minicontratos futuros.

A margem de garantia é uma fração do total da operação, mas os eventuais ganhos ocorrem sobre a soma dos minicontratos.

Se o investimento for positivo, o trader consegue lucros turbinados com apenas uma pequena margem usada como garantia.

Quais são os riscos de investir em mini índice?

Geralmente, os riscos de operar mini índice estão relacionados a estratégia de alavancagem, que pode turbinar os ganhos, mas também as perdas.

Operações com o objetivo de obter lucro no curto prazo são essencialmente especulativas. Há sempre o risco de o mercado não performar como o investidor ou trader espera e, o que poderia ser lucro, se transforma em prejuízo potencializado.

Por isso, é preciso organizar e planejar bem sua estratégia de investimentos, ter cautela com a alavancagem e entender muito de análise técnica. Assim, é possível ler e interpretar os padrões e indicadores gráficos para obter melhores resultados e tomar decisões favoráveis.

Celular sobre um papel que mostra na tela um gráfico de ações na bolsa de valores em referência a operação de mini-índice.

Qual a margem reduzida para operar mini índice?

Para operar mini índice ou contrato padrão do Ibovespa futuro é preciso uma margem de garantia. A margem, que pode ser em dinheiro ou em determinados tipos de ativos, geralmente é menor para operações day trade.

Na Rico, a margem para mini índice pode variar conforme a oscilação do mercado. Clientes que participam do RLP (Retail Liquidity Provider), mecanismo que permite maior liquidez e melhores condições de preço, não pagam corretagem para minicontratos.

O RLP (Retail Liquidity Provider), que em português significa Provedor de Liquidez para o Varejo, é um serviço desenvolvido pelo mercado, em conjunto com a B3, que permite que as corretoras proporcionem ao cliente maior liquidez nas operações de mini índice, minidólar e as ações participantes, assim garantindo o melhor preço possível em cada operação e, com isso, otimizando rentabilidade e performance.

Como operar mini índice (WIN) na Rico?

O processo para operar mini índice na Rico é bem simples. Esse tipo de operação se assemelha à compra e venda de outros ativos de renda variável, como de ações.

Veja um passo a passo para operar mini índice:

1. Abra sua conta

O primeiro passo é abrir conta em uma instituição financeira, como a Rico. Aqui, nossos clientes com RPL ativo não pagam corretagem para operar mini índice.

Então, aproveite e abra agora sua conta agora mesmo. Clique neste link para se cadastrar!

2. Transfira seus recursos

Com a conta aberta, é preciso transferir os recursos a serem usados como margem de garantia. É aconselhável usar um valor superior ao mínimo para não correr o risco de ter a posição zerada compulsoriamente.

3. Escolha qual minicontrato deseja operar

Em seguida, basta escolher qual minicontrato você quer negociar no home broker na Rico, enviar a ordem e acompanhar.

Ao contrário do contrato cheio, que são operados em lotes mínimos de cinco, no mini índice, é possível comprar e vender apenas um minicontrato.

Qual a melhor plataforma para operar mini índice?

Você pode operar mini índice tanto pelo home broker quanto pelas plataformas profissionais.

A melhor plataforma é sempre aquela que você domina e que atende às suas necessidades em termos de agilidade, estabilidade e confiabilidade.

As operações com mini índice costumam ser rápidas, então, qualquer falha operacional pode prejudicar o trader. Na Rico, você conta com um dos home broker mais seguros e completos do mercado.

Além disso, tem à disposição as plataformas para day trade mais reconhecidas pelos usuários e totalmente grátis para clientes com RPL ativo. Para começar, é só abrir sua conta.

Exemplo prático de como um mini índice funciona

Vamos usar um exemplo hipotético de uma operação de compra de mini índice a 120.000 pontos.

  • Para calcularmos o valor total do minicontrato, basta multiplicar 120 mil pontos por R$ 0,20. No mini índice, cada ponto vale R$ 0,20;
  • O tamanho do contrato, portanto, é de R$ 24 mil (120.000*0,20=24.000);
  • Como no mercado futuro não é preciso dispor do valor total para operar, você não precisa de R$ 24 mil para abrir posição — apenas uma margem de garantia;
  • Você comprou o mini índice e, em seguida, ele subiu para 120.500. Qual foi o resultado?
  • Basta multiplicar os 500 pontos por R$ 0,20 para descobrir: 500*0,20 = R$ 100.

Neste exemplo simples, você teria embolsado R$ 100,00 com apenas um minicontrato.

Para calcular o resultado de operações com mais de um minicontrato, basta usar a seguinte equação:

  • Número de contratos * variação de pontos * R$ 0,20 = resultado da operação.

Se, no exemplo anterior, a operação tivesse ocorrido com cinco contratos, teríamos: 5*500*0,20 = R$ 500.

Caso a operação tenha duração de mais de um dia, a bolsa credita os valores na conta de quem teve lucros e debita da conta de quem teve prejuízo. Isso é chamado de ajuste diário, que visa evitar que prejuízos se acumulem caso o trader seja mal-sucedido em sua estratégia.

Vale a pena operar mini índice?

A decisão de investir, ou não, no mini índice depende de seu perfil de investidor e objetivos. Como vimos, os minicontratos futuros podem ser usados tanto para proteção quanto para especulação.

No caso do hedge, o operador não está em busca de lucro, mas de eliminar as incertezas e neutralizar os riscos da oscilação do mercado. No caso da especulação, o trader está em busca de ganhos no curto prazo com a volatilidade dos ativos.

Operar minicontratos apresenta riscos que podem ser potencializados com a alavancagem.

Portanto, antes de abrir uma operação de compra ou venda, certifique-se de que você tem perfil compatível e domínio das técnicas de análise.

Traders que operam no mercado futuro estudam com afinco a análise técnica para entender o comportamento dos preços. Por meio de padrões gráficos e indicadores técnicos, é possível tomar decisões com base em tendências, respeitando suportes, resistências, linhas médias, dentre outros artifícios.

Quando bem fundamentada, uma estratégia de operação com mini índice pode resultar em ganhos extraordinários, mas há sempre o risco de perdas igualmente exponenciais.

Aproveite para aprender tudo sobre renda variável com nossos conteúdos no blog Riconnect.

Clique e abra sua conta na Rico