maio 27, 2021

O Que é Mercado Financeiro e Como Ele Funciona

Você sabia que o seu dinheiro parado na conta corrente é emprestado no mercado financeiro?

O mercado financeiro é um ambiente de negociação de produtos financeiros. Como em toda negociação, existem duas partes, que possuem interesses parecidos e fecham um acordo.

No caso de negociações no mercado financeiro, as partes são divididas em quem empresta dinheiro e quem toma emprestado para devolver com juros. 

Em mercados de valores mobiliários como títulos públicos, ações, fundos de investimentos, contratos futuros e derivativos, dois intermediadores possibilitam as operações. Nesse caso, esses intermediadores são a BM&FBOVESPA e a sua corretora de valores.

Quem empresta está investindo com um objetivo nítido: conseguir uma rentabilidade para o seu capital. Hoje, qualquer pessoa física ou jurídica pode investir na maioria dos segmentos do mercado financeiro de forma prática.

O que muitas pessoas não sabem e vamos revelar hoje é: até o dinheiro que você considera estar parado na sua conta corrente pode estar sendo usado pelo seu banco como recurso para empréstimo.

Então, mesmo sem querer, você já faz parte do mercado financeiro. 

Neste texto, vamos falar tudo sobre o que é mercado financeiro e como ele funciona com dicas e exemplos.

Se tiver uma sugestão, dúvida ou crítica, deixe o seu comentário no final da página.

Boa leitura!


Entenda o Que é Mercado Financeiro

mercado financeiro o que e
Dominar o mercado financeiro vai ajudar você a faturar mais.

Isso que você leu na legenda é verdade.

O seu banco pode emprestar o dinheiro que sobra na sua conta corrente.

Ou seja, ele não paga nenhuma taxa e mesmo assim usa o dinheiro dos correntistas em uma espécie de aplicação automática.

Faz de conta que neste mês, depois de muito planejamento pessoal e prática de educação financeira, você conseguiu poupar R$ 1.000. E esse valor está na sua conta corrente.

Você sabe que deveria aplicar esse dinheiro para render pelo menos a taxa básica de juros.

Mesmo assim, esse dinheiro fica parado lá. Na verdade, na maioria dos casos, a conta corrente tem a tendência de diminuir o dinheiro. Mas não vamos entrar nesse mérito.

Pode parecer uma grande decisão passar a aplicar o dinheiro, mas acredite, o seu banco está fazendo isso agora mesmo com o seu capital.

Enquanto você deixa de investir, ele mesmo investe, emprestando esse dinheiro a outros correntistas que precisam de recursos.

Os bancos recebem bem mais que a taxa básica ao ano em empréstimos. Isso porque correm o risco de não receber o combinado de volta, ou seja, de o pagador não cumprir com suas responsabilidades.

O Brasil tem uma das maiores taxas do mundo, e não há um repasse efetivo. Como dito, ainda há cobrança de uma taxa de administração na sua conta.

Então, para não passar por isso, você precisa entender o mercado financeiro para tirar o dinheiro do banco e investir com suas próprias decisões.

Acredite, o banco não é seu amigo.

O mercado financeiro é, então, um ambiente que reúne investidores e emissores de títulos de dívida (quem toma dinheiro emprestado).

Funciona exatamente como quando você pede dinheiro emprestado para o banco. A única diferença é que o mercado é muito mais transparente e possui oportunidadesmais atraentes e lucrativas para você.


Como Funciona o Mercado Financeiro

mercado financeiro como funciona
O mercado financeiro funciona de forma simples.

O mercado financeiro alinha interesses. Enquanto alguém tem dinheiro sobrando e precisa de rendimentos, outros precisam de dinheiro para fazer seus projetos andarem.

Nesse mercado, pessoas e empresas tomam e emprestam dinheiro, de acordo com o momento. Para participar desse mercado de forma ativa, você precisa se planejar para fazer o dinheiro sobrar.

Quem empresta, também pode ser visto como comprador, pois está adquirindo o débito de uma empresa ou de uma pessoa para receber o pagamento com juros.

Como Entender o Mercado Financeiro De Forma Descomplicada

O sistema financeiro brasileiro é dividido em quatro grandes mercados. Confira a seguir:

Mercado de câmbio

É nesse mercado que ocorre as trocas de moedas. Ele é fundamental desde para quem possui relações internacionais como grandes empresas exportadoras até pessoas físicas que viajam para fora do país.

O Banco Central é um dos responsáveis pela administração, fiscalização e controle dessas operações.

Mercado Monetário

Aqui ocorrem todas as transações de curtíssimo prazo. Normalmente em até 24 horas. É nesse mercado que o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) habita.

O CDI é uma referência de rendimento na renda fixa, sendo uma taxa muito próxima da taxa básica de juros, a Selic. O CDI é a taxa que um banco cobra de outro por empréstimos com prazo de um dia.

Eles fazem esses empréstimos para terminar o dia com o caixa positivo. Essa é uma obrigação legal.

Esse mercado é responsável pela liquidez da economia e o Banco Central o regula e equilibra a oferta de moeda para que todos sempre consigam acessar o seu dinheiro.

Mercado de Crédito

Esse é um mercado que cresce muito, principalmente em momentos de crise. Esse segmento capta dinheiro de investidores para emprestar a pessoas físicas e empresas por uma taxa maior.

Nesse mercado, estão alguns conhecidos nossos como o cheque especial, cartão de crédito, empréstimo pessoal, entre outros.

Mercado de Capitais

É sobre esse mercado que vamos tratar neste texto. Entendê-lo pode liberar você de pedir dinheiro emprestado e de depender dos outros mercados já citados.

Quem domina o mercado de capitais, domina o seu próprio bolso e está muito próximo de se tornar rico. Isto é, poupar mais do que gasta, investindo a diferença e obtendo um bom lucro.

O nome “mercado de capitais” se dá porque as empresas precisam de capital para seus projetos. Por isso, elas emitem títulos de dívida.

Eles são como acordos, onde ela se compromete a pagar em um determinado prazo e com juros para os investidores. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é a principal reguladora desse mercado.

O que fazer para trabalhar no mercado financeiro?

Realizar uma graduação em um curso que esteja relacionado às finanças, como economia ou administração é o primeiro passo para quem quer trabalhar no mercado financeiro.

Os estudantes que realizarem estágios ou forem trainees em uma corretora de valores ou em um banco terão vantagem em relação aos profissionais que só tentarão uma posição depois de formados.

Então, a primeira dica é ficar bem atento às oportunidades, ainda durante faculdade, e aproveitá-las ao máximo.

Existem diversas vagas para novatos em corretoras e bancos em áreas específicas, como back-office, que funciona basicamente como um departamento de suporte de negócio.

Se você acha que começar por atividades administrativas é algo monótono, saiba que quando o assunto é o mercado financeiro, a monotonia passa bem longe. 

Back office é a área responsável pelas liquidações, processamento das transações – e afins –  todos fundamentais para o correto funcionamento das operações e para o trabalho da equipe de front office (atendentes, operadores etc).

Por conta disso, o back office costuma ser a porta de entrada do mercado financeiro.

É nessa área que o profissional começa a ter uma visão geral e prática do funcionamento de todo o negócio e de todas as operações que são feitas no mercado de renda variável e de renda fixa.

Onde Encontrar Vagas no Mercado Financeiro?

Você pode encontrar vagas para trabalhar no mercado financeiro nos sites das próprias instituições financeiras.

Antes de enviar o seu currículo, certifique-se de que ele esteja atualizado. Além disso, é importante que você saiba destacar suas experiências prévias e os seus conhecimentos de forma concisa e clara. 

Outra forma de buscar boas oportunidades é através do LinkedIn. Além de ser uma excelente plataforma para procurar um novo emprego, ela também funciona como uma forma de realizar um primeiro contato com profissionais do setor. 

Caso não conheça ninguém dessa área, é interessante que você participe de grupos relacionados na própria ferramenta e comece a construir uma rede de relacionamento

networking, como aconteça em qualquer área de atuação, pode ser o diferencial que você estava precisando para se destacar em um mercado tão competitivo.


Divisões do Mercado de Capitais

mercado financeiro tipos de investimentos
Veja alguns segmentos do mercado financeiro de capitais.

O mercado de capitais, como dito, é formado por corretoras de valores, bolsa de valores e instituições financeiras. Os principais ativos são:

Existem muitas formas de entrar nesses mercados. O mais simples e conservador, onde indicamos que você construa uma reserva de emergência (poupança para resgate em casos urgentes), é o de renda fixa.

No entanto, é indicado diversificar os investimentos, fazendo aportes em outros mercados e tipos de ativos. Para isso, você pode contar com fundos de investimentos ou aplicar com o home broker da Rico.

Tornando-se um investidor da Rico, você pode aprender tudo sobre os diferentes mercados em salas de aula ao vivo com especialistas. Essa é a InvesTV.


Principais Tipos de Investimentos

mercado financeiro divisoes
Fique atento aos tipos de investimentos para fazer a melhor escolha.

Existem, de maneira bastante resumida, dois tipos de investimentos. Os que trazem uma renda fixa e os que trazem uma renda variável.

Todo investimento tem como objetivo o lucro. No entanto, alguns ativos (aplicações) são mais agressivos ou arrojados que outros. Os mais agressivos buscam retornos mais expressivos, assim eles oscilam mais nessa tentativa pela melhor performance.

Por isso, a renda fixa é considerada mais conservadora. O seu rendimento é previsível. Normalmente é atrelado a algum índice como o CDI, Selic, IPCA (inflação) ou até mesmos ser prefixado (taxa fixa).

Enquanto isso, a renda variável apresenta oscilações a curto prazo, mas a médio e longo prazo, ela costuma superar o rendimento da renda fixa.

Você precisa tomar cuidado e investir apenas em ativos que sejam compatíveis com seu perfil de investidor. Lembre-se, na renda variável é possível até perder dinheiro em alguns meses.

Então, nunca aplique em renda variável o que você não está disposto a perder. Principalmente se você precisará desse dinheiro a curto prazo.

O que for investido a longo prazo deve permanecer por um bom tempo aplicado. Ou até a data de vencimento ou até o mercado valorizar a cotação e favorecer a venda do seu produto financeiro.

Veja a seguir os principais tipos de investimentos da renda fixa. Escolha o melhor de acordo com os seus objetivos:

Tesouro Direto

Esse é um título público de dívida. Então, ele é considerado um dos mais seguros do mercado. O Tesouro Direto possui um ativo de curto prazo (Tesouro Selic – LFT) que é o melhor substituto para a poupança.

E outros três tipos de títulos que são de longo prazo: 

  • Tesouro IPCA+
  • Tesouro IPCA+ com juros semestrais
  • Tesouro Prefixado

Todos são ótimos investimentos e possuem uma taxa de retorno melhor do que diversos ativos de grandes bancos.

CDB

O Certificado de Depósito Bancário, assim como as LCI, LCA e LC, é um título de renda fixa, emitido por instituições financeiras. Todos eles são protegidos pelo FGC, tendo a garantia de retorno do dinheiro (até R$ 250 mil por CPF) em caso de falência do emissor.

No caso do CDB, é o banco que toma dinheiro emprestado.

Assim, evite investir através de grandes bancos. Eles não possuem dificuldade de conseguir dinheiro, então pagam uma taxa muito pequena pelos seus CDBs. Procure bancos médios e pequenos.

LCI e LCA

As Letras de Crédito Imobiliárias e do Agronegócio são títulos de dívida emitidos por bancos com o objetivo de subsidiar projetos nesses segmentos. O seu diferencial é que são isentas de Imposto de Renda.

Isso não significa que são opções mais lucrativas, mas que com certeza valem a pena para a comparação na hora de escolher um ativo.

LC

A Letra de Câmbio também é um título de dívida. Dessa vez, sua emissão não é realizada por bancos, mas sim por financeiras. 

Debênture

As debêntures possuem uma renda melhor, mas como são emitidas por empresas, elas também possuem um risco maior. 

Assim como as outras opções de investimentos, elas são títulos de dívida. O emissor dessas vez são sociedades anônimas de capital aberto que buscam captar recursos.

COE

O COE (Certificado de Operações Estruturadas), como todas as opções, é um título para captar dinheiroSeu funcionamento é um pouco mais complexo, então leia nosso guia completo sobre ele.


Como Começar a Investir no Mercado Financeiro

comecar-a-investir-no-mercado-financeiro
Aprenda a investir no mercado financeiro.

Como começar a investir no mercado financeiro é uma dúvida que muitas pessoas têm. Então, separamos as melhores dicas para ajudar você nessa jornada. Confira:

Estabeleça os seus objetivos

Antes de começar a investir, você precisa saber os motivos pelos quais você quer que o seu dinheiro cresça. Eles podem ser, por exemplo, abrir o próprio negócio, conquistar a independência financeira, comprar uma casa nova, fazer um intercâmbio, entre outros.

Então, é fundamental ter em mente o quanto você gostaria de ter no futuro e por que vai economizar

Para ter mais controle e se manter motivado, o ideal é ter ao menos cinco objetivos e separá-los por prazo de realização em: curto, médio e longo prazos. 

Determine a quantia a ser investida

Após definir os seus objetivos, você precisa estimativar o necessário para alcançar cada um deles. Isso é importante para que você consiga definir a quantia a ser investida e prazo de aplicação.

Seu dinheiro poderá ser investido todo de uma só vez ou um pouco todos os meses. O fundamental mesmo é que você consiga sempre manter a sua meta.

Por isso, o ideal é seguir um planejamento financeiro para mapear suas finanças.

Procure uma instituição financeira

Para se tornar um investidor, é necessário que você tenha uma conta em uma instituição financeira. É importante que você opte por corretoras de valores confiáveis, como a Rico.

Aqui, nós oferecemos apenas os melhores investimentos para você. Além disso, a nossa equipe está sempre pronta para ajudá-lo a investir cada vez melhor. 

Está em dúvida se investir por uma corretora é realmente seguro? Então, assista o vídeo abaixo e tire todas as suas dúvidas: https://www.youtube.com/embed/xee5ckW10QI

Renda Fixa ou Renda Variável? Descubra o seu perfil de investidor

Para saber quais são ativos mais indicados para você, é importante conhecer o seu perfil de investidor.

Ele é um teste rápido e simples para você descobrir qual é a sua tolerância a correr riscos. Existem três tipos de perfil: 

  • Conservador
  • Moderado
  • Agressivo ou arrojado

Ao abrir a sua conta aqui na Rico, você tem acesso a um questionário para descobrir o seu perfil e quais são os investimentos mais recomendados para você. 

Depois disso, basta transferir o valor a ser investido da sua conta bancária para a sua conta da corretora, através de TED de mesma titularidade e começar a investir.


Notícias Sobre o Mercado Financeiro

mercado financeiro noticias
Veja os principais veículos de notícias sobre o mercado financeiro.

É fundamental acompanhar o mercado financeiro. Você pode e deve fazer isso todos os dias através da internet ou pela televisão.

Uma forma de acompanhar o mercado é baixando o aplicativo da Rico. Ele possui uma seção de notícias que são selecionadas pela nossa equipe para manter você sempre bem informado.

Como você percebeu, a informação é a chave para ser um investidor consciente e bem-sucedido. Caso queira saber mais sobre as fontes de notícias, continue navegando no blog da Rico.

Muitas vezes, você verá notícias políticas junto aos editoriais econômicos. Isso ocorre porque a política e o cenário macro da sociedade possuem uma forte influência sobre o mercado financeiro.

Por exemplo, no dia 18 de maio de 2017, quando o presidente Michel Temer foi supostamente envolvido em um escândalo de corrupção, o mercado financeiro inteiro se abalou e muitos investidores despreparados perderam dinheiro.

Então, é fundamental que você esteja sempre atento aos acontecimentos para fazer as melhores escolhas de investimento.


Expectativa para o Mercado Financeiro em 2019

O relatório “Focus” do Banco do Brasil consultou economistas que esperam uma alta na inflação oficial do país para 4,22% em 2019.

Além disso, essa mesma pesquisa também prevê uma taxa de câmbio de R$ 3,80 no próximo ano.

A taxa Selic, por sua vez, está prevista para fechar o ano de 2018 a 6,5% e subir para 8% em 2019. 

Então, optar por investimentos atrelados a Selic e ao IPCA em 2019 pode ser interessante. Não esqueça, essas são apenas projeções. Sempre fique atento às últimas notícias e faça pesquisas detalhadas antes de tomar decisões.


Conclusão

mercado financeiro hoje
Entendeu o que é mercado financeiro de fato?

Como dito anteriormente, o conhecimento é seu melhor amigo no mercado financeiro. Quando você entende como as coisas funcionam, começará a identificar mais facilmente diferentes oportunidades de ganhar dinheiro.

Muitas pessoas brigam com o mercado financeiro. Elas dão as costas para ele e ignoram todas as boas oportunidades. Preferem optar pela poupança ou deixar o dinheiro na conta corrente.

Agora que você entendeu o que é mercado financeiro, recomendamos que continue estudando ele e abra uma conta na Rico para aproveitar as oportunidades.

Deixar o seu capital parado ou investido em grandes bancos é literalmente perder dinheiro. Ou, como falamos no mercado, é deixar dinheiro em cima da mesa.

Você precisa colocar o seu dinheiro para trabalhar para você para que, ao longo dos anos, o seu patrimônio cresça através dos juros compostos.

Não brigue com o mercado financeiro, mas use-o ao seu favor. Ao seguir nossas dicas, com certeza você conseguirá ganhar muito dinheiro no mercado e assim melhorar sua saúde financeira.

Leia outros artigos do nosso blog para aumentar o seu conhecimento:

Gostou do texto sobre o que é mercado financeiro? Deixe o seu comentário logo abaixo com sugestões ou elogios!

Obrigado por ler até aqui!