Realize suas metas em 2024! Acesse o ebook "Da meta ao investimento" e conheça os melhores investimentos para realizar seus objetivos.

19/07/2023 13:24:24 • Atualizado em 11/10/2023 14:23:01
21 minuto(s) de leitura


LTN: tudo sobre as letras do Tesouro Nacional!

Entenda o que é LTN e tudo o que você precisa saber sobre as Letras do Tesouro Nacional. Veja como escolher a melhor aplicação para você e as melhores dicas sobre como investir com mais rentabilidade e segurança.


Compartilhar:
A imagem mostra uma foto de uma pessoa com feliz porque está investindo no tesouro direto.

Você sabia que as LTN, ou letras do Tesouro Nacional, são um ótimo investimento de médio prazo?

As letras do Tesouro Nacional são uma forma de investimento cada vez mais popular. Mesmo assim, ainda é comum ouvir a pergunta: mas o que é LTN?

Apesar de ainda ser bastante conhecido como LTN, essa sigla foi modificada para Tesouro Prefixado em 2015, bem como outras letras de título público.

Com a nova nomenclatura, ficou mais fácil reconhecer e entender a rentabilidade, o fluxo de remuneração e o prazo de vencimento dos títulos do Tesouro Direto. Mas as antigas nomenclaturas continuam vinculadas aos novos nomes, a fim de não confundir o investidor.

A LTN é uma modalidade de investimento considerada segura e rentável, que tem crescido muito nos últimos anos.

Um forte sinal disso é que investidores de perfil mais conservador, que aplicavam apenas na caderneta de poupança, estão abandonando seus bancos para aplicar em instituições financeiras com LTNs, além de outros papéis de curto e médio prazo.

Eles encontraram nas letras do Tesouro Nacional um investimento equivalente, a médio prazo e com rendimento ainda melhor.

Banner EuIndicoRico: Indique Rico aos seus amigos e tenha acesso ao CDB 400% e/ou CDB 130% do CDI

A LTN possui rentabilidade prefixada, ou seja, não é atrelada a nenhum outro indicador. Não é o caso de outras modalidades do Tesouro Direto, como a NTN-B (que é indexada à inflação) e a LFT (pós-fixada, indexada à taxa Selic).

Isso significa que se o título rende 10% a.a. no momento da compra, ele vai render isso até a data de validade. Nada mais, nada menos.

Assim, as Letras do Tesouro Nacional são feitas para quem acredita que a taxa de juros prefixada será maior que a taxa básica de juros (SELIC) ou que a taxa de inflação (IGP-M ou IPCA).

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

LTN: o que são as letras do Tesouro Nacional?

As letras do Tesouro Nacional são um investimento que se encaixa em muitas carteiras de ativos.

Uma das promessas do Tesouro Direto é ser extremamente simples. E, é verdade, investir nesses títulos é tão fácil quanto na poupança.

[E-book] Começar a investir é simples

Quer investir, mas não sabe como começar? Acesse o nosso material completo que vai te ajudar a dar os primeiros passos no mundo dos investimentos!

Preencha seus dados e baixe nosso material!

Enviando...

Ao prosseguir, você autoriza que a Rico colete seus dados pessoais de acordo com nossa Política de Privacidade. 

envio com sucesso

Agradecemos o download!

Aproveite as informações do material e veja como começar a investir é simples.

Download

No entanto, algumas pessoas ainda podem ficar confusas com todas as siglas dos ativos: LTN, LFT, NTNB e NTNB Princ.

Todos eles são investimentos de renda fixa, independente de como seja seu rendimento. Em outras palavras, todos possuem um rendimento previsível, mesmo quando atrelado a algum índice.

Isso significa que ao investir no Tesouro Direto, você não terá grandes surpresas. Assim, essa é uma modalidade de investimentos indicada para quem busca segurança para sua carteira de ativos e, claro, para novos investidores.

Os títulos são formas de captar dinheiro do mercado utilizadas pelo Tesouro Brasileiro.

Ao aplicar o seu dinheiro no Tesouro Direto, você estará emprestando dinheiro para o Tesouro Nacional controlar a economia e financiar investimentos em projetos do Governo Federal.

O funcionamento é muito simples, e pode ser comparado a quando você pega dinheiro emprestado dos bancos. Você receberá o dinheiro deles, ao custo de uma taxa mensal.

Nesse caso, você é quem emitiu um título de dívida e precisará pagar o capital e os juros de volta. Como você não possui a solidez de uma grande instituição, os juros cobrados são bem maiores, para que cubram os riscos.

Como o risco do investimento no Governo é o menor entre todas as instituições, ele possui uma taxa de juros menor.

Essa é uma lei do mercado financeiro. Quanto maior o risco envolvido, maior deve ser o retorno. E quanto menor o risco, menor será o lucro.

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Características das LTN

A imagem mostra algumas moedas empilhadas e ícones em referência aos investimentos em tesouro direto.

O Tesouro Direto se destaca por ser uma categoria de investimento público que possui diversos tipos de aplicações. As diferentes modalidades atendem objetivos de curto, médio e longo prazo.

Cada sigla significa um tipo de Tesouro Direto com características únicas. E você não precisa decorar o que cada um significa. Basta saber o nome do Tesouro e como ele funciona.

Em relação ao Tesouro Direto, existem apenas dois tipos de investimentos: pós-fixados e prefixados. E o LTN ou as letras do Tesouro Nacional é o único papel do Tesouro Direto que possui sua rentabilidade 100% fixada. Assim, ele é chamado de Tesouro Prefixado.

Isso significa que não importa o que aconteça no mercado: você vai receber uma taxa igual do início ao fim da aplicação. Como dito, esse investimento é indicado para quem acredita que a taxa Selic e o IPCA não vão superar sua rentabilidade.

Isso costuma ocorrer em grandes crises financeiras e políticas a médio prazo. E isso não acontece da noite para o dia. Normalmente, as crises mandam diversos avisos.

Assim, ele é perfeito para objetivos a médio prazo (de 3 a 6 anos) como trocar de carro, reformar a casa ou abrir uma empresa, por exemplo.

O Tesouro LTN é muito indicado quando a economia está sob controle. Mas, de qualquer forma, é muito importante levar o seu título de investimento até a data de vencimento. Apenas assim você garante 100% da sua rentabilidade.

Vantagens de investir na LTN

As Letras do Tesouro Nacional (LTN) são ótimos investimentos a médio prazo. Veja algumas vantagens de investir nesse tipo de papel:

  • O investidor sabe a rentabilidade exata que deve ser recebida na data de vencimento;
  • O investidor pode calcular e contar com um valor bruto exato, em reais, a ser recebido na data de vencimento;
  • O fluxo de investimento é simples: uma aplicação e um resgate;
  • Maior disponibilidade de vencimentos para a negociação no Tesouro Direto;
  • É ótimo quando a taxa Selic e o IPCA estão com tendência de baixa (economia estável);
  • Extremamente seguro (o emissor é o Tesouro Nacional).

São muitas vantagens que devem ser consideradas, mas tome cuidado com as desvantagens. Dependendo do seu perfil e ponto de vista de investimentos, a LTN pode não ser ideal. Veja a seguir:

Desvantagens da LTN

Como toda aplicação, alguns fatores podem ser considerados como desvantagens:

  • Comprar o título do Tesouro quando a Selic e o IPCA estão em alta;
  • Não poder resgatar antes do período sem perda de rentabilidade;
  • O retorno é fixo até a data do vencimento;
  • Em caso de liquidação antecipada, pode haver prejuízo (ou lucro, dependendo do caso).

Como dito, todos esses fatores são desvantagens apenas se seus objetivos não forem compatíveis com as características da LTN, ou se você não se planejar nem estudar o investimento.

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Como calcular a Rentabilidade da LTN

A rentabilidade de uma LTN é calculada pela diferença entre o seu preço de compra e o valor em seu vencimento (valor de face). Este será sempre R$1.000.

Ou seja, independente do preço de compra, esse será o valor que você vai receber no momento de sua expiração.

Para calcular a rentabilidade desse título, vamos ver um exemplo:

Usando o título prefixado LTN que vence em 2025, sabemos que ele está cotado a R$517,58 e que oferece uma taxa de juros de 10,83% ao ano.

Vamos supor que você queira investir o valor de R$517,58 nessa LTN para vendê-la no dia 31/03/2019. Qual seria o valor de venda?

A primeira coisa que você precisa fazer é descobrir quantos dias corridos existem entre a data de compra e a de venda. Nesse nosso exemplo são 242 dias.

Depois, você precisa descobrir qual é a taxa de juros equivalente para apenas um dia corrido.

Para isso, você pode usar a seguinte fórmula: [(1+taxa de juros da LTN)^1/365] – 1.

Nesse exemplo, a sua equação ficaria da seguinte maneira [(1+0,1083)^1/365] – 1 = 0,00028 = 0,028% ao dia.

O próximo passo é calcular a rentabilidade através da fórmula de cálculo de Valor Futuro.

Valor Futuro = Valor Presente * [ ( 1 + rentabilidade diária ) ^ dias corridos da sua operação ]

Então, temos:

VF = 517,58 * [(1+ 0,00028)^242] = R$553,86

Ou seja, na data anteriormente definida, você resgatará R$553,86.

Como Investir em LTN

A imagem mostra algumas moedas caindo, em referencia aos investimentos em Tesouro Direto.

Você pode investir em LTN de três maneiras diferentes:

Direto no site: você acessa o ambiente restrito no site do Tesouro Nacional e compra os seus títulos;

No site de um Agente Custodiante: você pode investir em LTN por meio do Home Broker de bancos e corretoras;

Autorizando seu Agente Custodiante: você autoriza que ele realize a compra dos títulos por você.

Para investir em uma LTN com uma instituição financeira como a Rico, você precisa apenas seguir alguns passos simples. Confira a seguir:

#1. Crie uma conta na Rico

Existem diversas instituições financeiras que podem ajudar você a investir em títulos públicos. Mas poucas oferecem zero taxa de administração e uma equipe para ajudar a sanar as suas dúvidas.

A Rico é uma das instituições mais confiáveis para esse tipo de investimento. Diariamente, milhares de pessoas movimentam os seus investimentos conosco. Os títulos do Tesouro Direto são normalmente sua primeira opção.

#2 – Escolha o vencimento e o valor

Após o seu cadastro, basta escolher qual é o vencimento da LTN que melhor se adequa ao seu perfil e quanto você quer investir.

E não se preocupe: mesmo assim, você poderá vendê-la antes do vencimento. Mas se você levá-la até a sua data de expiração, não terá nenhum tipo de prejuízo.

#3 – Realize a compra do título

Antes de realizar uma aplicação, você precisa transferir dinheiro da sua conta do banco para a sua conta da Rico através de um TED. Com isso, o valor transferido fica disponível para você em poucos minutos.

Após esse passo, basta que você acesse a opção “Tesouro Direto” no canto esquerdo da sua tela e efetue o seu investimento.

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Custos e tributos do Tesouro Direto

O IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) é cobrado apenas se você resgatar o título no primeiro mês de aplicação, o que não é recomendado de forma alguma para papéis LTN.

Já o Imposto de Renda funciona da mesma forma para todos os investimentos de renda fixa. Ou seja, quanto mais tempo ficar aplicado, menor será a alíquota. Veja a seguir como funciona a tabela regressiva do Imposto de Renda:

  • Até 180 dias – 22,5% da rentabilidade somente;
  • Entre 181 e 360 dias – 20% da rentabilidade somente;
  • Entre 361 e 720 dias – 17,5% da rentabilidade somente;
  • Mais que 720 dias – 15% da rentabilidade somente.

Nunca esqueça de subtrair esse imposto na hora de simular ativos, para saber de fato qual é a sua rentabilidade real.

Outros custos

Existem mais dois custos que devem ser considerados: um é cobrado pela BM & FBOVESPA e outro pela instituição que vendeu o título, como a instituição financeira, por exemplo.

A taxa cobrada pela BM & FBOVESPA é a taxa de custódia de 0,30% a.a.

Ela ocorre sobre o valor dos títulos, referente aos serviços de guarda dos títulos e às informações e movimentações dos saldos.

Essa taxa é provisionada todos os dias a partir da liquidação da operação de compra (D+2). Por ser provisionada diariamente, ela é cobrada proporcionalmente ao período em que o investidor mantiver o seu título, e é cobrada até o saldo de R$1.500.000,00 por conta de custódia.

A segunda taxa depende da corretora por onde você investir. Na Rico, por exemplo, você é isento de taxas ao investir no Tesouro Direto.

Em síntese, as Letras do Tesouro Nacional (ou Tesouro Prefixado) são um ótimo investimento para quem já possui uma reserva de emergência formada com Tesouro Selic, por exemplo, pois têm um rendimento maior e um prazo mais elevado.

Nunca esqueça: antes de aplicar em qualquer investimento, avalie a sua rentabilidade e subtraia o Imposto de Renda e o IPCA atual para saber qual é a rentabilidade real.

Muitas vezes, o investimento possui uma rentabilidade nominal ótima, mas quando descontados os custos, torna-se pouco atrativo.

Também é importante não esquecer de comparar as Letras do Tesouro Nacional com títulos prefixados da renda fixa como CDBs e debêntures (misturam uma taxa fixa ao IPCA).

Vale lembrar que investir no Tesouro Direto é um ótimo negócio porque é seguro, prático, versátil e rentável.

Quer continuar aprendendo, acompanhando as movimentações do mercado e entendendo de que forma elas impactam nos investimentos? Acompanhe nosso portal de conteúdos Riconnect e nosso canal no YouTube!

Clique e abra sua conta na Rico