Realize suas metas em 2024! Acesse o ebook "Da meta ao investimento" e conheça os melhores investimentos para realizar seus objetivos.

12/01/2024 12:16:42 • Atualizado em 28/03/2024 07:54:52
14 minuto(s) de leitura


O que é IGP-M e como ele afeta minhas finanças?

Descubra o que é IGPM e como o Índice Geral de Preços do Mercado pode afetar sua vida e seus ativos todos os dias. Aprenda a se prevenir de riscos neste guia!


Compartilhar:
a imagem mostra uma pessoa mexendo em um celular, buscando entender o que significa igp-m.

Você sabe o que é IGP-M? Sendo um dos mais importantes índices de preços no Brasil, o IGP-M acompanha as variações de preços que acontecem desde a cadeia produtiva até o consumidor final.

Para entender melhor sobre o que é IGP-M, como ele é calculado e, claro, como suas variações impactam seu bolso, continue a leitura!

O que é IGP-M?

O Índice Geral de Preços -Mercado (IGP-M) é um indicador usado para medir a inflação desde os preços pagos no atacado até o valor pago pelo consumidor final, abrangendo a variação de preços de bens e serviços diversos.

Seu cálculo é uma composição de outros 3 índices, que são:

  • IPA: Índice de Preços do Produtor Amplo, com 60% de participação no cálculo do IGP-M;
  • IPC: Índice de Preços ao Consumidor, representando 30%;
  • INCC: Índice Nacional de Custos da Construção, com 10%.

Como funciona o IGP-M?

Levando em consideração os índices IPA, IPC e INCC, o IGP-M possibilita que a inflação seja mapeada em diversos bens e serviços, como em alimentos antes da comercialização, e no preço final ao consumidor de transporte e vestuário, por exemplo.

O IGP-M é calculado de acordo com os dados coletados entre o dia 20 do mês anterior e o dia 21 do mês de referência, e sua variação entre um período e outro pode indicar se o dinheiro está “valendo um pouco mais” ou “valendo um pouco menos” em comparação a outros períodos analisados.

Assim como os outros índices de inflação, para entender o que é IGP-M e suas variações, na prática, é válido pensar da seguinte forma: quanto maior for a variação de preço dos itens avaliados, mais esse indicador sobe. Quanto menor for essa variação , menos o indicador sobe. Já se os preços variam para baixo (ou seja, caírem em determinado período), o IGP-M será negativo.

Qual a diferença entre IGP-M e IPCA?

Apesar de serem dois importantes indicadores de inflação no país, a principal diferença entre IGP-M e IPCA é que, quando falamos do segundo, tratamos de um índice de preços voltado apenas para o consumidor final — que serve para representar o consumo de famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos. 

Já o IGP-M, como comentamos anteriormente, considera as variações presentes em todos os estágios da produção, chegando, também, ao consumidor final.

Como o IGP-M é calculado?    

No período indicado, a FGV (Fundação Getúlio Vargas) coleta informações sobre os preços em serviços, produção e produtos finais no Brasil todo. Alguns deles, são:

  • A indústria;
  • Construção civil;
  • Agricultura;
  • Comércio varejista;
  • Serviços profissionais prestados a lares.

Depois disso, a FGV divulga as variações prévias que comporão o índice do período todo, juntamente com o índice IGP-M acumulado. Isso ocorre a cada 10 dias.

Para entender melhor sobre o que é IGP-M, também é importante lembrarmos que esse indicador é composto de outros.

No caso, ele é uma média aritmética de outros índices de preços, que também são calculados pela instituição e abrangem desde a produção até o consumidor final em diversos segmentos.

Para entender melhor sobre o que são os índices que compõe o IGP-M (IPA, IPC e INCC), acompanhe os tópicos a seguir:

1.    IPA (Índice de Preços do Produtor Amplo)

Esse é o indicador que possui peso de 60% do IGP-M. O propósito do IPA no IGP-M é monitorar os movimentos da comercialização atacadista, buscando visualizar o mercado que antecede e impacta nas vendas do varejo.

2.    IPC (Índice de Preços ao Consumidor)

O IPC é o índice que representa 30% do IGP-M. Ele mede a variação de preços um conjunto de bens e serviços referentes a famílias com nível de renda mensal entre 1 e 33 salários-mínimos. Sua pesquisa cobre sete das principais capitais do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre e Brasília.:

  • Alimentação;
  • Habitação;
  • Vestuário;
  • Saúde e cuidados pessoais;
  • Educação;
  • Leitura e recreação;
  • Transportes;
  • Despesas diversas.

3.    INCC (Índice Nacional de Custo da Construção)

O INCC é o indicador que possui peso de 10% no cálculo do IGP-M, e é coletado em 7 capitais do país (Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo). Seu objetivo é acompanhar e avaliar a movimentação do custo para se construir uma moradia no Brasil, incluindo a mão de obra especializada.

Como o IGP-M afeta suas finanças?

O comportamento do IGP-M nos ajuda a entender a variação dos preços da economia, especialmente no atacado (por conta do peso do IPA no total do índice).

Assim, quando observamos uma elevação no IGP-M, o movimento sinaliza que o aumento de preços pode – em breve – passar e ser sentido em bens e produtos finais aos consumidores, caso a economia esteja relativamente aquecida

Além disso, por estar diretamente ligado às variações de preço em diversos setores de produção e comércio do Brasil, o IGP-M tende a servir como balizador para reajustes de  contratos de diversos produtos e serviços, incluindo:

  • Aluguéis;
  • Energia elétrica;
  • Mensalidades de escolas e universidades;
  • Alguns tipos de seguros;
  • Alguns planos de saúde.

Já deu pra perceber que ele afeta nosso bolso diretamente, não é? Por isso, é muito importante continuar aprendendo sobre o que é IGPM e outros indicadores de inflação do país.

Valor do IGP-M hoje

Agora que você conhece mais sobre o que é IGP-M, vale a pena conferir os valores atualizados desse indicador tão importante.

Abaixo, apresentamos a tabela com a variação mensal do IGP-M, de acordo com o Portal Ibre, da Fundação Getúlio Vargas.

A partir dela, é possível conferir os valores acumulados do ano e os acumulados em 12 meses:

MêsÍndiceVariação (%)Acumulado no anoAcumulado em 12 meses
Março/20241.113,837-0,47%-0,91%-4,26
Fevereiro/20241.119,061-0,52%-0,45%-3,76%
Janeiro/20241.124,8790,07%0,07%-3,32%
Dezembro/20231.124,0720,74%-3,18%-3,18%
Novembro/20231.115,8150,59%-3,89%-3,46%
Outubro/20231.109,2360,50%-4,46%-4,57%
Setembro/20231.193,7400,37%-4,93%-5,97%
Agosto/20231.099,710-0,14%-5,28%-7,20%
Julho/20231.101,204-0,72%-5,15%-7,72%
Junho/20231.109,230-1,93%-4,46%-6,86%
Maio/20231.131,058-1,84%-2,58%-4,47%
Abril/20231.152,307-0,95%-0,75%-2,17%

É possível acompanhar o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) diretamente no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Como o IGP-M afeta os investimentos?

Se você busca entender melhor sobre o que é IGPM, é importante entender que, além de  computar a variação de preços de bens e serviços da economia e servir como indexador de uma série de serviços, esse indicador também afeta os investimentos direta e indiretamente.

Indiretamente, por ser um índice de inflação, o IGP-M pode ilustrar a perda de valor real de investimentos ao longo do tempo.

Por exemplo, uma aplicação que rendeu 12% no ano, porém em um ano no qual a variação do IGP-M foi de10%, teve um retorno real (medido por esse indicador) de apenas 2%.

Já o impacto direto pode ser visto em investimentos atrelados ao IGP-M, conforme detalhado abaixo.

O que é Tesouro IGP-M?

O Tesouro IGP-M é um título público que possui sua rentabilidade atrelada à variação do índice da FGV, acrescida de juros combinados no momento da aquisição.

Ele é um produto de investimento pós-fixado, ou seja: você não sabe quanto ele renderá no momento em que fizer a compra. Isso porque, acompanhando a variação do IGP-M, sua rentabilidade vai variar conforme as variações deste indicador até a data do vencimento do título.

Quanto ao pagamento de juros, o Tesouro IGP-M conta com seus valores pagos semestralmente, enquanto o valor total é repassado no vencimento.

E aí, conseguiu entender melhor sobre o que é IGP-M e como esse indicador afeta seus gastos?

Aqui na Rico, temos o objetivo de descomplicar os investimentos para que você possa ter conhecimento e autonomia com suas finanças.

Acompanhe nosso portal de conteúdos Riconnect, nosso blog e nossas análises de mercado feitas por especialistas.

Clique e abra sua conta na Rico