Onde investir em maio? Faça o download gratuito do relatório com as recomendações do Time Rico.

14/09/2023 18:35:56 • Atualizado em 14/05/2024 10:25:08
21 minuto(s) de leitura


Quanto rende 1 milhão na poupança? Veja opções mais rentáveis!

Quanto rende 1 milhão na poupança? Saiba que essa não é uma das melhores alternativas para o seu dinheiro. Veja como melhorar seu rendimento!


Compartilhar:
Mulher segurando uma cédula de dinheiro, pensando quanto rende um milhão na poupança.

Saber quanto rende 1 milhão na poupança pode atrair a sua atenção. Mas, e se você soubesse que há opções de investimento mais rentáveis e seguras?

O rendimento da caderneta da poupança é pouco atrativo. Portanto, além de saber quanto rende 1 milhão na poupança, o ideal é comparar essa rentabilidade com a de outros investimentos de Renda Fixa

Neste artigo, você vai descobrir quanto rende 1 milhão na poupança e vai conhecer opções de investimentos com maior rentabilidade e segurança para você começar ainda hoje, mesmo se ainda não tiver 1 milhão para investir!

Qual é o cálculo do rendimento da poupança?

A poupança funciona como um empréstimo do seu dinheiro ao banco emissor. Em troca, você recebe uma taxa de rentabilidade (TR). 

A regra da taxa de rendimento (TR) da poupança foi estabelecida em 2012 pelo governo.

Logo, para calcular o rendimento da poupança precisamos nos atentar ao valor da Taxa Selic, que irá influenciar diretamente na taxa de rentabilidade da poupança.  

Para realizar o cálculo do rendimento de qualquer valor na poupança, em primeiro lugar, precisamos analisar em qual situação a Taxa Selic se encontra e, nesse caso, existem dois cenários possíveis: 

  1. Se a taxa Selic estiver acima de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será 0,5% ao mês + TR 
  • Caso a taxa Selic esteja menor ou igual a 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será 70% da Selic + TR 

Assim, vamos fazer o cálculo das duas formas para ter uma visão clara da diferença.

  • SELIC acima de 8,5%: Nesse caso, o rendimento da poupança será de 0,5% ao mês + TR. 

Como 0,5% trata-se de um número percentual, precisamos dividi-lo por 100 para, posteriormente, multiplicar o valor aplicado na poupança e descobrir o rendimento recebido.

Por exemplo, ao aplicar R$1.000,00 na conta por 30 dias, temos:

  • Remuneração: 0,5% ao mês + T.R, ou seja, 0,5% + 0,19% = 0,69%
  • Aplicação: R$1.000,00
  • Rendimento: 1.000 x 0,0069 = R$6,90

Nesse cálculo, consideramos a TR em 0,19% ao mês, sendo a média dos últimos 12 meses (agosto de 2022 a julho de 2023).

  • SELIC abaixo ou igual a 8,5%: Nesse caso, o rendimento da poupança será 70% da Selic + TR.

Nessa situação, vamos supor que a Selic está exatamente em 8,5% ao ano. Primeiro, temos de descobrir quanto vale 70% desse valor, então o cálculo é o seguinte:

  1. Para descobrir o valor em números decimais: 8,5 / 100 = 0,085
  2. Para descobrir quanto vale 70% do valor acima: 0,085 x 0,7 = 0,0595
  3. Para transformar em porcentagem novamente: 0,0595 x 100 = 5,95% ao ano, ou 0,48% ao mês.

Agora, podemos seguir com o cálculo do rendimento de R$1.000,00 durante 30 dias. Com a TR ainda em 0,19% ao mês, temos que o rendimento da poupança estará em 0,67% (bem próximo ao que tínhamos no exemplo anterior). Portanto: 1.000 x 0,0067 = R$6,70 de juro mensal.

Quanto rende 1 milhão na poupança?

Agora que sabemos como calcular o rendimento da poupança, podemos seguir para analisar o valor recebido em caso de aplicação de 1 milhão de reais.

Acompanhe a tabela com o rendimento de 1 milhão na poupança em um mês, seis meses e 12 meses, de acordo com os cenários que traçamos acima:

Cenário 1: Selic acima de 8,5%, poupança rendendo 0,69% ao mês

Aporte inicialPeríodo da aplicaçãoJuros recebidosValor final
R$ 1.000.000,001 mêsR$ 6.900,00R$ 1.006.900,00
R$ 1.000.000,006 mesesR$ 42.120,75R$ 1.042.120,75
R$ 1.000.000,0012 mesesR$ 86.015,67R$ 1.086.015,67

Cenário 2: Selic abaixo de 8,5%, poupança rendendo 0,67% ao mês (0,5% + TR)

Aporte inicialPeríodo da aplicaçãoJuros recebidosValor final
R$ 1.000.000,001 mêsR$ 6.700,00R$ 1.006.700,00
R$ 1.000.000,006 mesesR$ 40.879,40R$ 1.040.879,40
R$ 1.000.000,0012 mesesR$ 83.429,92R$ 1.083.429,92

Quais investimentos são mais rentáveis do que a poupança?

Entender quanto rende 1 milhão na poupança pode ser o motivo ideal para você sair dela agora mesmo.

No mercado financeiro, há opções mais rentáveis, inclusive os ativos de Renda Fixa. 

Porém, é importante conhecê-las antes de investir o seu capital, para evitar dor de cabeça.  

Diante disso, trazemos opções de ativos da Renda Fixa que possuem rendimentos maiores que a poupança. Acompanhe:

Tesouro Direto

Os títulos do Tesouro Direto são emitidos pelo governo, que por sua vez, utiliza os recursos captados para o financiamento de áreas como educação, saúde e infraestrutura.

Basicamente, os títulos públicos são ofertados sob três tipos:

  • Atrelados à inflação
  • Prefixados
  • Indexados à taxa Selic

O Tesouro IPCA + é o título atrelado à inflação. O seu rendimento consiste em uma taxa fixa mais o desempenho do IPCA no período – por exemplo, 5,5% + IPCA.

Ele costuma ser indicado para quem deseja manter o poder de compra no futuro ou para objetivos de médio e longo prazos, como comprar um imóvel ou automóvel.

Já o Tesouro Prefixado possui rentabilidade fixa, como 11,0% ao ano. Assim, não há surpresas ao investir, a taxa se manterá a mesma até o vencimento.

Este título pode ser uma boa alternativa quando há previsões de queda de juros, pois ele tende a render mais que os outros ativos.

O Tesouro Prefixado também pode ser utilizado quando você investe hoje e precisa alcançar um determinado valor no futuro, por exemplo, obter R$ 20 mil para fazer um intercâmbio.  

Por fim, temos o Tesouro Selic. O seu rendimento é próximo à taxa Selic.

O Tesouro Selic costuma ser indicado para investimentos em qualquer prazo, trocar de smartphone ou planejar o seu casamento. Ele também é indicado para compor sua reserva de emergência.

Ao escolher um ativo que possui a taxa Selic ou o IPCA como indexadores, caso eles subam, os rendimentos também aumentam e vice-versa.

CDB

O CDB é a sigla para Certificado de Depósito Bancário. Basicamente, ele é um título de renda fixa emitido pelos bancos.

A sua rentabilidade pode ser prefixada ou pós-fixada. Na primeira, é a mesma lógica do Tesouro Direto Prefixado, onde há a taxa de rendimento.

Já o CDB pós-fixado consiste em um retorno atrelado ao CDI ou ao IPCA.

#EuIndicoRico: agora você e seus amigos podem aproveitar a oportunidade de investir em um CDB com rendimentos incríveis. Clique e conheça!

LCI

A LCI (Letra de Crédito Imobiliário) é um investimento também emitido pelos bancos. A sua diferença em relação ao CDB é que não possui tributos ou taxas.

Ela é um título de renda fixa emitido com o objetivo de levantar recursos para aplicação em investimentos no setor imobiliário, incluindo aí financiamentos e projetos de reforma e construção.

E pode ser uma boa alternativa para quem deseja investir sem pagar taxas ou impostos, por exemplo, aposentadoria ou planejar o estudo dos filhos. 

Fundo de renda fixa

O Fundo de Renda Fixa consiste em uma carteira de ativos de renda fixa, como os títulos do Tesouro Direto.

Assim, o rendimento depende da composição e o objetivo do fundo, por exemplo, render próximo ao CDI.

O investimento é feito através da aquisição de cotas. A rentabilidade e custos são distribuídos igualmente entre elas, o que torna o sistema semelhante a um condomínio.

Este ativo pode ser uma boa alternativa para quem deseja investir em renda fixa com auxílio profissional, pois a carteira é administrada por um gestor profissional.

[Ebook] Guia completo sobre investimentos

Quer aprender como fazer seu dinheiro render e trabalhar para você? Aprenda tudo neste guia completo da Rico sobre investimentos.

Preencha seus dados e faça o download!

Enviando...

Ao prosseguir, seus dados podem ser usados pelo Grupo XP Inc. para promover suas atividades, incluindo o envio de ofertas de produtos/serviços. Você pode se opor a tal recebimento a qualquer momento, por meio do próprio canal de recebimento. Acesse a Política de Privacidade para mais detalhe.

envio com sucesso

Agradecemos o download!

Aproveite as informações do material e descomplique a sua vida financeira com a Rico.

 

Download

Onde investir 1 milhão e viver dessa renda? Isso é possível?

Mulher sentada em frente a uma mesa e segurando algumas cédulas de dinheiro, pensando quanto rende um milhão na poupança.

 Um dos motivos mais frequentes pelo qual as pessoas querem saber quanto rende 1 milhão na poupança é viver de renda.

Se esse também é o seu objetivo, é comum ter dúvidas sobre como investir, já que a poupança não é uma boa alternativa.

Geralmente, o Tesouro Direto costuma ser recomendado, pois ele possui baixo risco e oferece rendimentos atrativos.

Entre os mais procurados estão o Tesouro Selic e os títulos que pagam os cupons semestrais.

Caso você tenha perfil de investidor moderado ou arrojado, as ações pagadoras de dividendos podem ser boas alternativas.

Estes ativos permitem o recebimento de proventos de forma recorrente, que por sua vez, tendem a ser utilizados para o custeio de despesas ou reinvestimento.

Outra opção são os Fundos Imobiliários (FIIs). Eles são partes de grandes empreendimentos, como shoppings, escritórios corporativos ou galpões logísticos.

Esses ativos costumam ser recomendados para quem deseja uma renda recorrente, pois há o pagamento dos aluguéis isentos de IR todos os meses.

Ao investir em um bom FII, é possível fazer o seu dinheiro crescer através da valorização das cotas e com o recebimento dos proventos.

Clique aqui e acesse a Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários da Rico. É 100% digital e gratuita.

Quanto rende 1 milhão em diferentes investimentos?  

Além de conhecer variados tipos de investimentos disponíveis no mercado, é importante identificar qual a diferença que essas aplicações causam no seu dinheiro. Para isso, realizamos o cálculo de quanto renderia o mesmo valor de 1 milhão de reais aplicado em diferentes produtos de investimento durante 12 meses.

Os cálculos foram feitos com base no rendimento médio entre os meses de agosto de 2022 e julho de 2023:

 gráfico ilustrativo com informações de quanto rende um milhão na poupança de acordo com as opções dos títulos de investimentos da Riconnect.

Por que diversificar seus investimentos?

Como mostramos acima, há diversas opções para investir o seu dinheiro e fazê-lo render mais do que a poupança.

Mas, qual deles é o melhor? Na verdade, você pode investir em todos eles e ter resultados ainda mais atrativos. Esse processo é conhecido como diversificação.

Os ativos financeiros possuem riscos. Então, ao aplicar todo o seu capital em apenas um deles, você aposta o risco em apenas um tipo de investimento.

Tenha em mente que o mercado é dinâmico, ou seja, resultado passado não é garantia de retorno futuro.

Com a diversificação, você pode diminuir os impactos desses riscos e equilibrar os rendimentos do seu patrimônio.

Para isso, basta conhecer o seu perfil de investidor e distribuir o capital de forma rentável e segura, por exemplo, investir 70% em renda fixa e 30% em renda variável.

Caso uma delas apresente mau desempenho, a outra tende a render mais e manter um bom resultado total.

Por isso, se você quer investir com segurança e rentabilidade, a diversificação pode ser a melhor escolha – e para cada perfil de investidor, há uma recomendação diferente de alocação. Para descobrir as indicações ideias de acordo com seu perfil, confira as políticas de investimento que a Rico trouxe.

Comece a investir agora com a Rico (mesmo que seja pouco dinheiro)?

Mesmo depois de conhecer quanto rende 1 milhão na poupança, você precisa entender que é possível começar com pouco dinheiro.

O mercado financeiro oferece ativos para todos os públicos. Então, se você ainda tem um montante menor, não é desculpa para deixá-lo parado.

Entre os investimentos mais acessíveis, estão o Tesouro Direto e os Fundos de Investimentos.

Você pode começar a investir com menos de R$ 100,00.

Caso você possua capital maior, em torno de R$ 1 mil, temos opções como as LCIs, LCAs e os CDBs.

O papel da Rico é mostrar que investir é para você e aqui você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. 

Acompanhe os 4 passos para começar a investir com a Rico: 

  1. Abra sua conta. O processo é bem simples e com isso você passa a ter acesso a uma infinidade de investimentos; 
  2. Descubra seu perfil de investidor. Para encontrar o investimento ideal para os seus objetivos, você precisa descobrir qual é o seu perfil de investidor; 
  3. Transfira seu dinheiro. Agora, basta transferir o valor que você deseja investir para sua conta na Rico, com segurança e transparência de modo prático e simples. 
  4.  Comece a investir. Acessando sua conta na nossa plataforma, você vai encontrar diversos produtos para começar a fazer o seu dinheiro render mais. 

Na Riconnect, nossa plataforma de conteúdos, você encontra relatórios e análises 

exclusivas dos nossos analistas financeiros e tem acesso a diversos conteúdos educativos que vão te ajudar a expandir os seus conhecimentos. 

Conte com a Rico para alcançar suas metas financeiras! 😉

Agradecemos a leitura! 

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Clique e abra sua conta na Rico