fevereiro 27, 2020

Despesas Mensais: 9 Gastos para cortar e economizar muito  

Entra ano, sai ano, o brasileiro revê suas despesas mensais, procurando maneiras de cortar gastos e economizar.

Seja para sair do vermelho, poupar para o futuro ou realizar sonhos, sempre é oportuno fazer um planejamento financeiro com o objetivo de sobrar dinheiro no fim do mês.

À primeira vista, a tarefa de organizar as finanças pode parecer um pouco intimidadora para quem está acostumado a pagar suas dívidas com base em uma “conta mental” – que vale lembrar, é pouco precisa.

Contudo, aplicando um método para organização e levando em conta algumas dicas valiosas, é possível garantir maior saúde financeira em sua vida.

Para começar, cabe saber que, dentro da economia doméstica, existem gastos que são fixos e outros que são variáveis.

Ainda, há aqueles gastos que são fundamentais – geralmente ligados à moradia, alimentação, saúde e outras questões de sobrevivência – e outros que são supérfluos e, por isso, podem ser cortados.

Se você quer saber mais sobre o assunto, continue lendo para aprender como cortar despesas mensais, economizar e ter um maior controle sobre o seu orçamento.

O que São as Despesas Mensais?

Um extrato de mercado gigante, com uma cesta de compras em cima. A cesta contém produtos como detergente, frutas e etc, em referência às despesas mensais.

Chamamos de despesas mensais todos aqueles gastos que estão previstos dentro de ciclo salarial, que dura em média 30 dias.

Junto com a renda, as despesas são o ponto de partida para a criação de qualquer planejamento financeiro.

São elas que definem se o valor que você recebe mensalmente está de acordo com o seu orçamento ou não, indicando para a necessidade de mudanças no seu estilo de vida.

Dentro das despesas, a primeira divisão é entre aquelas que são essenciais e, portanto, dizem respeito a gastos básicos de sobrevivência.

São separadas daquelas que são supérfluas e que podem ser reduzidas ou até mesmo completamente eliminadas. 

Nessa categoria, entram gastos com lazer, beleza, conforto e transporte em alguns casos.

Se acompanhadas de perto, as despesas mensais podem ser reveladoras sobre os pontos fortes e os pontos fracos da sua vida financeira.

Pode ser que, ao analisar o seu orçamento, você verifique que gastos supérfluos que podem ser facilmente cortados estão te impedindo de fechar o mês no azul.

Diferença Entre Despesas Mensais Fixas e Variáveis

Além da diferença entre gastos supérfluos e essenciais, existe outra categorização das despesas que leva em conta o seu valor.

De um lado, nós temos as despesas fixas que, via de regra, têm um valor igual ou muito próximo mês após mês.

Aqui, estão gastos com aluguel, condomínio, financiamentos, mensalidade de escola ou faculdade, plano de saúde, seguros, entre outros.

Do outro lado, as despesas variáveis são aquelas que, como o nome indica, variam de um mês para o outro.

Estamos falando dos gastos com alimentação, lazer, farmácia, água, energia, gás, cuidados com animais de estimação, entre outros.

Como Fazer para Controlar as Despesas Mensais?

Uma mulher mais velha sentada no sofá e debruçada sobre uma mesinha, fazendo contas em um papel e uma calculadora, em referência às despesas mensais.

Na hora de garantir o controle das suas despesas mensais, não existe muito segredo: você deve se certificar de que a sua renda é compatível com os seus gastos.

A conta que deve ser feita é ganhos menos gastos, e o seu resultado determina qual é sua situação financeira atual.

No caso de um saldo positivo, isso significa que o que você ganha hoje é suficiente para pagar suas despesas mensais e ainda ter uma “gordura” para queimar em caso de necessidade, sem precisar apelar para fontes de crédito caro.

Mas, se o resultado da conta for negativo, você tem um problema.

Esse é um indicativo de que você ganha pouco ou gasta muito e precisará desenvolver um controle mais metódico dos seus gastos para sair dessa situação.

Como Usar uma Planilha de Gastos para Controlar as Despesas do Mês

Um bom jeito de se organizar com seus gastos e ganhos mensais é adotar uma planilha de controle financeiro.

Nela, devem estar registradas absolutamente todas as suas movimentações financeiras: do recebimento do seu salário até o pão na chapa comprado na padaria.

Ao documentar toda a sua renda e suas despesas ali, fica muito mais fácil entender para onde o seu dinheiro está indo e como aplicar cortes de gastos para economizar.

9 Despesas Mensais Que Você Pode Cortar para Poupar Dinheiro

Um homem e uma mulher sentados à mesa. Ela mostra algo para ele no celular. Ele tem uma caneta nas mãos. Na mesa, várias contas, em referência às despesas mensais.

Como você deve ter percebido, o segredo para manter sua saúde financeira está em equilibrar o valor da sua renda com o montante de suas despesas mensais.

Então, para conseguir poupar dinheiro, não adianta ter uma renda que cubra todos os seus gastos, mas que, ao final do mês, não sobre para guardar.

Pensando nisso, nós reunimos abaixo nove dicas de despesas mensais que você pode cortar do seu orçamento para economizar dinheiro.

1. Transporte: use menos o carro

Quem vive em grandes cidades sabe dos gastos envolvidos em manter um carro ou moto em bom estado de funcionamento.

Por isso, considere as alternativas para minimizar seus gastos com combustível, estacionamento, impostos e manutenções.

Se não for possível se desfazer totalmente do seu veículo, estude a possibilidade de reduzir seu uso a apenas alguns dias da semana, optando pelo transporte público sempre que possível.

Em alguns casos, até se deslocar a partir de aplicativos de transporte sai mais em conta do que ter um carro.

2. Fuja dos juros

Um grande vilão dos orçamentos domésticos são as taxas cobradas pelas empresas em caso de atraso ou parcelamento.

Para gastar menos, busque pagar suas contas sempre antes da data do vencimento, evitando juros e multas.

E na hora de fazer compras, procure pagar à vista e fuja de parcelamentos que cobram juros ao mês. 

3. Repense sua instituição financeira

Outras despesas que muitas vezes não nos damos conta, mas que oneram bastante o orçamento, são as taxas cobradas por bancos para manutenção dos serviços.

Se esse for o seu caso, busque alternativas mais baratas ou até mesmo gratuitas.

Hoje, o mercado já conta com diversas opções de bancos digitais comprometidos em cobrar taxa zero de todos os seus correntistas.

4. Despesas com lazer

Sabemos que os gastos com lazer são importantes e, ainda que sejam classificados como supérfluos, precisam fazer parte da sua rotina de uma forma ou outra.

Por isso, nossa dica não será para você cancelar todo e qualquer divertimento.

Mas é possível, sim, economizar se você se programar com antecedência.

Os mesmos bancos digitais que oferecem taxa zero mantém parcerias com redes de cinema, teatro e bilheteria de shows para oferecer descontos a seus clientes.

Ainda, existem aquelas opções de lazer gratuitas e ao ar livre, como parques, museus e exposições.

5. Revise seus planos multimídia

Um gasto que se tornou comum em muitos domicílios brasileiros são os combos multimídia, que incluem internet, telefone e canais de TV a cabo.

Procure saber como está o seu plano hoje, avaliando se de fato precisa e utiliza de todos os serviços contratados.

Sempre existe também a opção de renegociar valores, ligando para sua operadora e manifestando que você não se encontra feliz com as condições do contrato atual.

6. Compartilhe contas de serviços streaming

Não dá para negar que os serviços de streaming cresceram de maneira astronômica nos últimos anos.

Essa popularização aumentou o número de usuários, como também fez surgir novas opções no mercado.

Hoje, são inúmeros os serviços para assistir filmes, novelas, reality shows, animações, documentários, ouvir música e outros.

Em meio a tantas opções, às vezes, pode ser difícil escolher apenas um – e muita gente acaba se comprometendo com diversas assinaturas.

Para cortar gastos nesse sentido, a nossa dica é se reunir com amigos para compartilhar assinaturas.

Assim, cada um precisa pagar apenas uma mensalidade e todos têm acesso aos diversos catálogos.

7. Reveja seguros e planos de saúde

Muitas vezes, não conseguimos escapar de gastos com seguros e planos de saúde.

Dependendo da sua realidade, o serviço de uma seguradora pode ser considerado um gasto essencial e muito difícil de ser cortado.

Com isso em mente, a nossa dica é avaliar bem antes de fazer a contratação, pesquisando para se certificar de que conseguiu o melhor custo-benefício do mercado.

8. Exercícios ao ar livre

Sabemos que a prática de exercícios físicos é essencial para manter uma rotina saudável.

Mas, pode ser que você não esteja hoje em uma posição de manter gastos com academia e personal trainer.

Avalie bem a sua situação e, se for o caso, opte por fazer exercícios em parques ou academias ao ar livre.

9. Cozinhe mais

Muitas vezes, durante a correria do dia a dia, optamos por comer fora ou pedir comida pelo delivery.

Por mais que seja prático no momento, esse hábito acaba corroendo suas finanças em longo prazo.

Para fugir de gastos com alimentação, você vai precisar se planejar com antecedência para cozinhar suas refeições.

Crie um cardápio semanal e vá ao mercado com foco nos ingredientes que serão consumidos naquela semana, evitando desperdícios.

Comportamentos e Atitudes que Ajudam a Controlar Seu Orçamento

Uma mesa de madeira, com um teclado, um jarro de moedas, um porta-lápis e uma calculadora, na qual uma pessoa faz contas, em referência às despesas mensais.

Além do corte de gastos, a adoção de alguns comportamentos a atitudes pode ajudar a qualificar o controle do seu orçamento.

O primeiro passo deve ser escolher um método para organizar suas finanças e registrar tudo que entra e o que sai.

Você pode escolher uma planilha ou também optar por softwares e aplicativos específicos para fazer o controle financeiro pelo computador ou celular.

Mas, de nada adianta ter um método se você não se compromete em alimentar o sistema com suas informações.

É aí que entra a mudança comportamental necessária.

Disciplina, foco, motivação e organização são habilidades exigidas.

Separe um dia na semana para atualizar os dados, certificando-se de guardar recibos e comprovantes para esse momento.

Outro comportamento que pode te ajudar a manter sua saúde financeira é construir uma reserva de emergência.

Guarde uma parte da sua renda todos os meses, em um lugar que você possa acessar prontamente em caso de necessidade.

A criação da sua reserva é o que vai garantir que você não precise buscar fontes de crédito caro, como o cheque especial ou o cartão, que apresentam taxas de juros altíssimas.

Como Investir o Dinheiro Que estou Economizando todo Mês 

Depois de criada a sua reserva de emergência, você precisa se certificar de proteger seu capital da desvalorização.

Para isso, busque investimentos com rentabilidade acima da taxa de inflação – o que automaticamente exclui a caderneta de poupança.

Dentre os investimentos seguros, rentáveis e com liquidez facilitada está o Tesouro Selic.

Essa é uma forma de garantir que a sua reserva não vai perder valor com o tempo.

Com rentabilidade indexada pela taxa de juros, o valor dos títulos tem pouca volatilidade de um mês para outro, o que permite que o investidor possa realizar a venda antecipada sem grandes perdas.

Veja a simulação abaixo para entender melhor.

despesas-mensais-simulacao2
Simulação – Tesouro Selic 2025 – Tela capturada em 29/01/2020.

Observe que a rentabilidade líquida é de 3,84% ao ano e que você pode começar com pouco.

Neste título público, especificamente, são exigidos R$ 104,97 para começar.

Mas há outros nos quais você investe a partir de R$ 30. 

Veja alguns títulos do Tesouro Direto disponíveis na Rico:

despesas-mensais-simulacao3

É só cortar um pouco das despesas mensais que você já começa a fazer o dinheiro trabalhar a seu favor.

Exemplos de Despesas Mensais

Uma mulher faz contas em uma calculadora enquanto olha no celular. À sua frente. várias contas empilhadas, em referência às despesas mensais.

Além de fixas ou variáveis e essenciais ou supérfluas, existe a classificação das despesas mensais que leva em conta o destino dado a elas.

Conheça abaixo alguns dos principais gastos do orçamento doméstico.

Exemplos de Despesas Mensais de Casa

Dentro das despesas que são essenciais, existem aquelas que dizem respeito à moradia.

Aqui, entram os gastos com aluguel, condomínio, eletricidade, água, gás e até mesmo pequenas e grandes manutenções que surgem com o tempo.

Essas contas devem ser prioridade em seu orçamento, já que ter uma casa confortável para morar é o começo de tudo.

Exemplos de Despesas Mensais com Transporte

As despesas com transporte acabam sendo essenciais para quem trabalha fora de casa, mas isso não significa que elas não possam ser reduzidos.

Aqui, entram gastos com financiamento do veículo, o licenciamento, IPVA e a manutenção do carro ou moto.

Ainda, existe a opção de transporte público que pode ser um bom caminho para economizar, mesmo para quem tem veículo próprio.

Exemplos de Despesas Mensais com Entretenimento e Despesas Pessoais

No caso de entretenimento, alguns exemplos de despesas são aquelas com ingressos de cinema e teatro, festas, bares e jantares fora de casa.

Dentro da categoria de gastos pessoais, podemos incluir aqueles com vestuário, produtos de beleza e higiene pessoal.

Conclusão

O começo do ano é, geralmente, a época em que as pessoas organizam suas finanças e se planejam para atingir seus objetivos de curto e médio prazo.

Tudo começa pelo planejamento, que é o que vai garantir que seus hábitos de hoje estão alinhados para garantir suas conquistas no futuro.

Para que o plano funcione, porém, é essencial manter um controle financeiro atualizado para entender se o que você ganha hoje é suficiente para cobrir todos os seus gastos.

Esse registro, que pode ser feito em planilha ou aplicativo, indica se existe a necessidade de promover cortes de gastos para equilibrar as contas.

Com as nossas dicas, você pôde perceber como é fácil cortar algumas despesas mensais para gerar grandes economias no fim do mês.

E se conseguir juntar algum dinheiro, já sabe: invista.

Existem aplicações financeiras para todos os perfis e objetivos financeiros.

Abra sua conta na Rico e comece a multiplicar seu patrimônio agora mesmo!

Obrigado por ler até aqui!

Nova call to action