Onde investir em maio? Faça o download gratuito do relatório com as recomendações do Time Rico.

06/04/2023 22:06:56 • Atualizado em 07/12/2023 10:37:22
13 minuto(s) de leitura


Como funcionam os bancos digitais? 

Saiba como funcionam os bancos digitais e o porquê você deve adotar esses novos modelos de bancos para uso.


Compartilhar:
Uma mulher e uma criança olhando para um celular, observando suas contas em seu banco digital.

O banco digital consiste em uma instituição financeira que realiza as suas atividades de modo completamente online. Devido a essa característica, praticamente todas as atividades que envolvem a gestão das finanças do cliente são feitas via telefone celular com acesso à internet.

Produtos típicos do século XXI, os bancos digitais estão cada vez mais populares.

Hoje em dia é bastante comum que pessoas, das mais variadas idades, tenham uma conta digital e realizem saques e depósitos sem sair de casa, tudo por meio de um smartphone ou computador.

A atuação de um banco digital não exerce impacto apenas no dia a dia das pessoas, mas também no mercado das instituições financeiras.

A prova disso é que os bancos mais tradicionais e já conhecidos também já passaram a digitalizar boa parte dos seus serviços.

Por conta disso, nesse artigo trazemos para você um panorama geral sobre como funcionam os bancos digitais, o que é ter uma conta digital e mais uma série de temas que orbitam esse assunto.

Quer saber mais? É só continuar a leitura!

O que são os bancos digitais?

Os bancos digitais são instituições financeiras que viabilizam a maior parte de seus produtos e serviços de forma online.

Nesse tipo de instituição, você pode acessar a sua conta digital por meio de computador ou por um aplicativo no celular.

Desse modo, você tem condições de avaliar o seu extrato bancário e realizar transações financeiras sempre que achar necessário.

Também chamados de Internet Banking, os bancos digitais permitem que os clientes realizem atividades como, por exemplo:

  • Solicitação de crédito
  • Pagamento de contas
  • Empréstimos
  • Atendimento ao cliente
  • Recebimento e envio de transferências; Pix

Os bancos digitais surgiram recentemente, por meio de startups que atuam digitalizando os serviços digitais. E tais startups também são chamadas de fintechs.

No Brasil os bancos digitais atuam oficialmente desde 2016, quando ocorreu a regulamentação do Conselho Monetário Nacional (CMN), ainda que algumas instituições desse porte já atuavam antes disso.

Em um primeiro momento, os bancos digitais só podiam disponibilizar contas destinadas para pessoas físicas.

No entanto, desde 2018, os bancos digitais estão autorizados a oferecer contas também para as empresas, inclusive, eles também isentam empresas de tarifas de abertura e movimentação.

Como funcionam os bancos digitais?

O banco digital funciona basicamente do mesmo modo que os bancos convencionais.

Entretanto, é necessário salientar um detalhe: o digital disponibiliza operações realizadas diretamente na plataforma digital do banco.

Por meio do aplicativo do banco online, o dono da conta digital consegue realizar ações como Pix e pagamentos.

Alguns bancos digitais oferecem também serviços de investimento, como renda fixa e variável, por exemplo, como é o caso da Rico.

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Quanto ao atendimento, ele é realizado pelo aplicativo do banco digital. Desse modo, o cliente tem condições de acessar algum recurso de comunicação em tempo real, como um chat ou um telefone.

A partir daí se torna possível entrar em contato com os atendentes especialistas e chatbots para conseguir sanar as suas principais dúvidas.

No caso da realização de um depósito, os bancos digitais permitem a geração de um boleto bancário.

E para sacar dinheiro das contas digitais, o cliente pode fazer transferências sem taxa (ou um Pix) para suas contas convencionais ou, em alguns casos, usar a rede Banco 24 Horas.

Além do mais, algumas práticas e características que os bancos digitais possuem em comum são:

  • Ausência de tarifas ou mais baixas em relação aos bancos convencionais
  • Atendimento online. Inclusive, a documentação utilizada para a abertura de uma conta digital é enviada pela internet.
  • Geralmente a realização de saque é limitada e exige o pagamento de uma taxa, pois é preciso usar uma rede terceirizada.

Os bancos digitais também aparecem hoje em dia com a fama de apresentarem menos burocracia, especialmente na hora da realização da abertura da conta.

Em alguns casos, até mesmo quem possui o nome negativado por algum órgão de proteção de crédito, como o Serasa, por exemplo, tem a possibilidade de abrir uma conta digital, pois o banco pode oferecer uma conta sem taxas.

No entanto, nesse caso, é bem provável que você não tenha alguns serviços liberados, como, por exemplo, cartão de crédito, cheque especial, ou empréstimo pré-aprovado. Porém, a conta corrente para movimentação sim.

Qual a diferença entre bancos digitais e os bancos tradicionais?

Mulher, mexendo em seu celular, olhando para suas finanças em seu banco digital.

A diferença básica entre os dois tipos de banco reside no fato de que os digitais funcionam praticamente por meio da tecnologia, enquanto os tradicionais não.

Todos os procedimentos típicos que uma instituição financeira permite aos clientes, tais como abertura de conta, saques e depósitos, podem ser feitos de forma online por meio dos bancos digitais.

Resumidamente, os principais aspectos dos bancos digitais que denotam a diferença entre um e outro consistem em:

  • Bancos digitais normalmente permitem a realização de vários procedimentos por meio de aplicativos
  • A resposta de dúvidas e o atendimento em geral é realizado via canais digitais, como, por exemplo, telefone, chat bot e chat com atendente.
  • Abertura de conta é realizada por meio do telefone celular. Não há a necessidade de ir até uma agência física, pois esses bancos geralmente não possuem local físico.

Além do mais, é comum também acreditar que um banco digital é a mesma coisa que uma fintech. O principal motivo para essa confusão é o fato de que nem toda a fintech é um banco digital, mas os bancos digitais, de uma forma geral, são fintechs.

Para uma melhor compreensão disso tudo, é importante saber primeiro que fintechs são empresas que trabalham com tecnologias que auxiliam o setor financeiro, não apenas para bancos.

O termo fintech é uma junção das palavras em inglês “financial” (financeira) e technology (tecnologia).

No entanto, o que diferencia uma fintech de um banco digital é o fato de que ela pode manter o foco em apenas um tipo de serviço, que pode ser a realização de empréstimos, ou o oferecimento de cartão de crédito, por exemplo.

Enquanto isso, os bancos digitais possuem um perfil mais completo e abrangem todos esses procedimentos.

Quais as vantagens do banco digital?

Os bancos digitais proporcionam uma série de benefícios para o dia a dia dos clientes, se consolidando como empresas modernas e que priorizam a praticidade na resolução de problemas. Confira a seguir algumas das principais vantagens.

Horários

Devido ao caráter digital, esse tipo de banco está com “as portas abertas” 24h por dia, permitindo o atendimento sempre que o cliente considerar necessário, incluindo domingos e feriados.

Segurança

Os bancos digitais também são regulamentados pelo Banco Central. Além disso, eles contam com tecnologias avançadas para garantir a segurança dos aplicativos, protegendo ao máximo as transações financeiras e os dados pessoais dos clientes.

Custo baixo ou nenhum

Muitos bancos digitais, hoje em dia, não cobram anuidade, assim como não cobram pela realização de transações financeiras, tais como DOC ou TED, pois com a chegada do PIX, esses serviços se tornaram um tanto obsoletos.

Acessibilidade 

Com um banco digital, a realização de transferências, pagamento de boletos, empréstimos e outros recursos estão ao alcance da sua mão, no seu smartphone.

Abertura de conta em banco digital: saiba como escolher o melhor banco!

Atualmente os bancos digitais estão em alta e o mercado disponibiliza várias opções de bancos. A melhor opção entre todos eles vai depender de uma série de fatores e dos tipos de serviços oferecidos.

Sendo assim, dependendo dos seus objetivos, uma conta digital irá se adaptar muito melhor do que outra, pois possui um outro perfil de público.

Em síntese, os bancos digitais representam um jeito moderno e fácil para você cuidar do seu dinheiro e dos investimentos. Por meio de recursos e tecnologias online, eles permitem um maior controle financeiro aos clientes.

Além disso, eles estão sempre ao seu lado, ao alcance de um clique, funcionam em tempo integral e ainda são bastante seguros.

Diante da ampla oferta de bancos digitais no mercado, a conta digital da Rico, que oferece benefícios como cartão de crédito, concierge e o Investback Progressivo, recurso que consiste na devolução de valores gastos conforme o uso do cartão.

Para saber mais sobre a conta digital Rico e o universo dos bancos digitais, acompanhe os nossos conteúdos, acesse o nosso blog e visite o nosso canal no Youtube.



Clique e abra sua conta na Rico