janeiro 26, 2022

Você também pode ser um investidor

Abra sua conta na Rico agora, é grátis

Meus dividendos: como posso acompanhá-los de maneira efetiva

Compartilhar:  

Se você já investe ou quer começar a investir em ações, provavelmente já ouviu falar no termo “dividendos”. Mas você sabe o que é e como ele pode se encaixar na sua vida financeira?   

Os dividendos são parte do lucro de uma empresa dividido entre seus acionistas. Ou seja: quando uma pessoa compra ações de uma empresa, ela se torna “sócia” e tem direito a receber parte dos lucros da mesma. Essa divisão de valores ocorre por meio dos dividendos. 

Por isso, muitos se perguntam “quando recebo meus dividendos?”, “onde posso conferir o saldo dos meus dividendos” e muitas outras questões relacionadas aos proventos de seus ativos. 

Essas são questões importantes às quais todo investidor deve estar atento, uma vez que esses dividendos podem fazer toda diferença na sua estratégia de investimentos para o futuro.  

Foi pensando nisso que resolvemos esclarecer algumas dúvidas sobre como saber os dividendos de uma ação, entender mais sobre onde são depositados os dividendos e outros detalhes importantes para quem investe em renda variável

Mas vamos começar do início! Assim você consegue entender melhor todo o contexto.  

Nesse conteúdo abordaremos os seguintes tópicos: 

  • O que são dividendos e como eles funcionam 
  • Como conferir e acompanhar meus dividendos
  • Quais os melhores lugares para acompanhar meus dividendos 
  • Como aproveitar de maneira eficaz meus dividendos 

Primeiro, o que são dividendos e como eles funcionam? 

Entender o que são dividendos é muito simples.  

Quando você compra uma ação, você automaticamente passa a ser dono de uma fração daquela empresa, então, pela lógica, deveria receber os lucros assim como todos os demais proprietários. 

Pode ser que você não receba todo o lucro a que tem direito. Isso acontece porque muitas empresas utilizam parte desse lucro para reinvestir no crescimento do negócio, como estratégia para aumentar o seu valor ou até mesmo para outras finalidades, como ter esse dinheiro em caixa. 

No entanto, como prevê a lei das sociedades anônimas, empresas de capital aberto precisam distribuir parte mínima do seu lucro anualmente, salvo em algumas condições.  

Esse lucro, que é determinado pela empresa em assembleias, é repassado para o investidor na forma de dividendos ou outros proventos, como rendimentos e JCP (Juros sobre Capital Próprio). 

Você sabe o que são Derivativos? Clique aqui e saiba como investir mais com segurança 

A partir daí, algumas empresas possuem uma agenda de dividendos, enquanto outras não possuem regras específicas para distribuição, por isso, é comum que as pessoas que investem se perguntem “como é a melhor maneira de acompanhar meus dividendos?”  

Não se preocupe, nós podemos te ajudar! 

Meus dividendos: como posso conferir e acompanhar? 

A imagem apresenta as mãos de uma pessoa apoiadas em uma mesa com um notebook, uma calculadora e uma xícara.

O primeiro passo para quem se pergunta como se manter atualizado sobre meus dividendos é entender como o pagamento funciona e conhecer alguns dos termos de análise mais importantes.  

Vamos conferir algumas dessas informações então? 

1. Fonte pagadora: 

É a empresa que está distribuindo os dividendos.  

A princípio, essa parece ser uma informação muito simples, mas o investidor deve dar muita atenção, pois em muitos casos, ela pode causar confusão em uma carteira de investimentos diversificada.  

Também é importante ter informações da fonte pagadora para declaração dos dividendos no Imposto de Renda.  

2. Forma de distribuição:  

Da mesma forma, a distribuição também pode afetar a parte burocrática do imposto de renda, uma vez que, a depender de como esses proventos são distribuídos, há ou não retenção de IR na fonte e os campos na declaração são diferentes.  

As formas de distribuição dos proventos podem ser feitas em: 

  • Dividendo: não há retenção de IR; 
  • Juros sobre capital próprio (JCP): há retenção de 15% de IR; 
  • Rendimento: distribuição de proventos por cota de fundos imobiliários (FIIs), sem retenção de IR. 

Ah, mas esses não são os únicos conceitos que você precisa saber quando está se perguntando “o que fazer com meus dividendos?”. Vem com a gente! 

3. Valor a ser distribuído:  

O valor a ser distribuído pode ser informado ao investidor da seguinte forma: 

Primeiramente, a empresa libera o montante a ser distribuído aos investidores, depois o valor por cota e, finalmente, o valor total para cada investidor de acordo com a sua participação acionária.  

4. Data-com e Data-ex:  

Essas são as datas que determinam o direito do recebimento dos proventos.  

O investidor que tiver posse das ações até o fim da Data-com receberá os dividendos da próxima distribuição.  

Finalizado este período, se inicia a Data-Ex, que não dá mais direito a recebimento de dividendos na próxima distribuição. 

5. Data do pagamento:  

A data do pagamento é, enfim, quando o investidor recebe a sua quantia de direito na conta da corretora. 

E os dividendos provisionados, o que são? 

Em todo este contexto, é importante que você entenda o que são dividendos provisionados.  

Este termo define os dividendos que já foram definidos para pagamento, embora os investidores ainda não tenham recebido. Sendo assim, essa é a informação mais correta que o investidor tem sobre a real quantia que irá receber. 

Mas onde eu posso acompanhar meus dividendos? 

Se essa é a sua dúvida, nós vamos te dar algumas opções para você ter todas as informações que precisa, combinando múltiplas fontes de notícia sobre seus proventos. 

Quais os melhores lugares para acompanhar meus dividendos? 

Mulher olhando para um quadro branco com alguns gráficos.

1. CEI 

O Canal Eletrônico do Investidor é uma plataforma disponibilizada pela bolsa de valores brasileira, a B3, que dá acesso a muitas informações importantes sobre seus ativos adquiridos.  

Lá existe uma aba somente para proventos, inclusive os que já foram provisionados para que você confira os dividendos que tem a receber, além do seu histórico e muito mais. 

2. Corretora de valores 

A sua corretora de valores também deve estar bem informada sobre a agenda de dividendos a serem pagos pelas empresas, principalmente os provisionados.  

Algumas costumam soltar notificações avisando o recebimento de dividendos e outras informações importantes sobre o calendário para que você possa acompanhar seus proventos. 

Na Rico você tem acesso a todo tipo de investimento. Abra sua conta e invista de um jeito simples, rápido e descomplicado. 

3. Conteúdos sobre investimentos 

A maioria dos blogs e outras fontes de conteúdos sobre investimento em renda variável e renda passiva está de olho nas informações de dividendos que as empresas soltam no mercado.  

É sempre interessante que as pessoas que investem se mantenham atualizadas a respeito de boas oportunidades para investir.  

E isso pode ser feito através da leitura de notícias sobre proventos nos maiores sites de investimentos. 

Você também pode acompanhar essas novidades e obter maiores informações através da Riconnect, o portal de conteúdos da Rico e se manter sempre atualizado em relação ao mundo de negócios e investimentos. Forma 

Quer aprender a investir em Ações sem medo? Clique aqui e acompanhe 5 dicas simples 

4. Relação com Investidores das Empresas 

As empresas de capital aberto costumam manter um canal com seus investidores por meio do site oficial em uma aba de “RI” ou “Relação com Investidores”.  

Lá constam todas as informações pertinentes sobre a empresa, proventos a serem distribuídos e decisões tomadas que podem ser de interesse do acionista, então vale a pena conferir.  

Se você combinar todas as fontes de informação, acabará encontrando tudo que precisa para acompanhar seus dividendos e montar um plano de organização dos seus proventos.  

Vamos discutir agora por que isso é importante?  

Qual a importância de acompanhar meus dividendos? 

Os dividendos são uma das melhores vantagens de se investir em ações. 

Mesmo com o sobe e desce da bolsa, essa é uma forma de recuperar um pouco do seu investimento na forma de lucros que podem ser reinvestidos ou utilizados para outros fins.  

Seja qual for a sua decisão, é sempre bom saber que você pode contar com uma quantia a mais, né? 

Sabemos que renda variável é investimento de alto risco que no longo prazo pode valer muito a pena, mas no curto prazo, os dividendos podem ser uma boa forma de dar um gás na sua estratégia e aumentar, nem que seja um pouquinho, o seu capital. 

Por isso, é importante saber quando eles serão pagos e quais os valores para que você possa planejar um destino melhor a eles do que deixar parado na sua conta da corretora.  

De lá mesmo, você pode investir em novos produtos, comprar ações, fundos imobiliários, montar um caixa para oportunidades ou até mesmo repor a sua reserva de emergência

Como tirar melhor proveito dos meus dividendos 

A imagem apresenta a mão de uma pessoa inserindo uma moeda em um cofre.

Agora que você já sabe como acompanhar seus dividendos e a importância de ficar em cima dessas informações para sua estratégia de investimentos,  vamos concluir falando um pouco mais sobre como você pode aproveitar melhor toda essa onda dos dividendos para aumentar a sua rentabilidade

Sendo assim, saber se planejar e tomar as decisões certas pode multiplicar muito o seu montante investido e te ajudar a alcançar a sua liberdade financeira e outros objetivos ainda mais cedo.  

Por isso, preparamos 3 passos simples para você aproveitar melhor seus dividendos. 

Acompanhe o calendário de pagamento 

Aqui não estamos falando só do calendário de pagamento como também de todas as informações de todos os proventos das empresas que você investe.

Por conta disso, você vai precisar acompanhar todas as informações e estar bem informado sobre tudo que está por vir das empresas que investe.

Você já viu o catálogo de oportunidades de investimento que a Rico oferece? Abra a sua conta gratuita para conferir!

Para isso, monte uma rotina de acompanhamento das notícias, entre nas plataformas de relação com investidores das empresas, no CEI e também na sua corretora.  

Monte também um calendário ou planilha para ter noção de tudo que irá receber com todas as informações já certas que tem sobre as empresas. 

Planeje um destino para cada quantia  

Não deixe o seu dinheiro parado na conta da corretora, coloque-o para trabalhar.  

O seu dinheiro parado, além de não render nada, está sendo corroído pela inflação

Agora que você sabe quando vai receber e quais são as quantias, pode fazer o planejamento correto e dar uma finalidade para elas. Felizmente, existem diversas opções na renda fixa e variável para que o seu dinheiro não fique parado. 

Quer entender melhor sobre renda fixa e variável? Separamos alguns conteúdos para você não perder nada! 

Invista para o efeito bola de neve 

E por fim, uma dica muito importante!  

Tente não cair na tentação de gastar o seu dinheiro recebido, mas aproveite para reinvestir todos os seus proventos e veja a mágica dos juros compostos aumentar o seu patrimônio como uma bola de neve rolando ladeira abaixo.  

Reinvestir os seus dividendos vai trazer um crescimento exponencial que no longo prazo pode te ajudar a conseguir a sua liberdade financeira muito mais rápido.  

Então, além de ter essa consciência de fazer aportes constantes, é preciso sempre estar em constante aprendizado para fazer boas escolhas de ativos.

Conclusão 

Homem mexendo em um computador.

Neste conteúdo, a gente te contou como funciona o acompanhamento dos dividendos e como fazê-lo de maneira efetiva.  

Quer se aprofundar no assunto “meus dividendos” e entender como garantir os melhores lucros investindo?  

Nesse vídeo, a analista Julia Mendonça explica tudo certinho para você fazer os melhores investimentos! 

Existem muitas opções de aplicações que são seguras e rendem mais que a poupança. Portanto, são uma ótima alternativa se você está começando a investir.  

Com a Rico, você pode aplicar em CDBs, Tesouro Direto, LCIs e LCAs e em muitas outras modalidades de renda fixa e variável.

Abra sua conta na Rico e conte com uma carteira recomendada para o seu perfil. Assim, você investe de uma maneira descomplicada e melhor!  

Além disso, nossa meta é oferecer mais oportunidades pra você se aprofundar nos estudos e entender melhor quais são as opções de investimento que dão match com o seu perfil. 

No canal do Youtube da Rico, por exemplo, você encontra vídeos exclusivos sobre investimentos em renda fixa e renda variável, além de outros temas envolvendo o mercado financeiro em geral.  

E você pode seguir estourando a bolha dos investimentos através da leitura de outros artigos do nosso portal de conteúdos.  

Agradecemos a leitura!