Realize suas metas em 2024! Acesse o ebook "Da meta ao investimento" e conheça os melhores investimentos para realizar seus objetivos.

12/10/2018 13:07:00 • Atualizado em 12/12/2023 09:59:18
17 minuto(s) de leitura


Aprenda como montar sua carteira de investimentos

Uma boa carteira de investimentos pode garantir um futuro tranquilo, próspero e rico. Aprenda como montar a sua!


Compartilhar:
a imagem mostra uma visão de cima de duas mãos segurando diversas moedas e embaixo em uma mesa temos um saco com muitas notas de dinheiro em referência ao processo de montar sua carteira de investimentos.

Montar uma carteira de investimentos pode ser uma tarefa difícil para muitos investidores, especialmente para os iniciantes.

São inúmeras ações, fundos imobiliários, títulos públicos, criptomoedas…o que não faltam são ativos e setores onde os investidores podem aplicar o seu dinheiro e buscar rentabilidade e crescimento do patrimônio financeiro.

Alguns desses ativos podem, momentaneamente ou por longos períodos, apresentar tanto grandes valorizações quanto grandes quedas, o que pode gerar prejuízos para os investidores.  Por isso, é importante saber como montar uma carteira de investimentos que promova crescimento e uma boa segurança para o investidor.

Neste artigo, mostraremos um passo a passo para montar sua carteira de investimentos. Boa leitura!

O que é uma carteira de investimentos

A carteira de investimentos é um conjunto de aplicações financeiras feita por um investidor para fazer seu dinheiro render e atingir os seus objetivos. Ela pode ser útil para você alcançar a liberdade e independência financeira, reserva de emergência e oportunidades, poupança para aquisição de bens de valor, etc.

Em uma carteira de investimentos é possível ter ações, títulos públicos, CDBs, fundos de investimento, fundos imobiliários, criptomoedas e muitos outros ativos.

Cada investidor é diferente e, portanto, é muito comum que estes objetivos sejam bem diferentes de um para outro. Assim, cada carteira de investimentos precisa ser individual e feita para atender aos objetivos do investidor.

Além disso, é importante que o investidor acompanhe sua carteira de investimentos para obter o retorno desejado.

Com a Rico você faz tudo em um lugar só! É rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Por que criar uma carteira de investimentos?

A carteira de investimentos é criada para concentrar ativos e adotar estratégias que gerem crescimento e ganho de capital no mercado financeiro.

Por isso, a alocação de capital em cada ativo de investimento do mercado faz toda a diferença no desempenho da carteira, do portfólio. Afinal, o objetivo é ter uma carteira que possa gerar crescimento e rentabilidade positiva em qualquer cenário econômico.

Um portfólio mal estruturado, sem diversificação,  pode causar grandes prejuízos em certos momentos. Quem investe apenas em ações, por exemplo, pode ter grandes perdas num curto espaço de tempo em um cenário econômico difícil.

Como montar uma carteira de investimentos do zero

Agora que você já sabe o que é e por que criar uma carteira de investimentos, é hora de avançar para o próximo passo. Vamos explicar como montar a sua carteira de investimento, o seu portfólio de ativos, na prática.

Essa tarefa é muito mais simples do que parece e, uma vez que se toma gosto por ver o dinheiro crescer, você sempre vai querer dedicar tempo para aperfeiçoar suas estratégias.

1. Conheça seu perfil de investidor

Sabemos que, dependendo da aplicação escolhida e dos ativos que vão compor a carteira, o investidor pode correr riscos. Por isso, o primeiro passo para construir uma carteira de investimentos é conhecer o seu perfil de investidor.

Ao conhecer seu perfil de investidor, é possível entender com antecedência qual o risco você está disposto a assumir e o quanto você é capaz de tolerar as oscilações e possíveis perdas com quedas no mercado financeiro. Ou seja, o perfil de investidor serve como uma forma de prevenir riscos ao investir seu dinheiro.

Existem três perfis de investidor: conservador, moderado e agressivo. O conservador tende a assumir o menor risco possível. Já o moderado, é mais aberto a se expor a um risco maior em busca de uma rentabilidade maior. O agressivo tolera mais as oscilações do mercado em busca de uma rentabilidade maior.

Além de conhecer seu perfil de investidor, nesse primeiro passo também é bom analisar a renda que o investidor possui, qual é o seu custo de vida e, especialmente, qual será o valor de aporte que deseja fazer ao longo do tempo em sua carteira de investimentos.

2. Defina suas metas e prazos

mulher sentada em um sofá da cor verde. Ela é branca e loira e está vestindo uma camiseta branca e uma touca laranja. Ela está usando um notebook em seu colo e está segurança um caderno na outra mão em referência a definição de metas para sua carteira de investimentos.

A definição de metas e prazos para a carteira de investimentos é fundamental para que o investidor possa traçar suas estratégias.

Primeiro, o investidor deve fazer um levantamento de todos os objetivos que ele deseja alcançar com investimentos. Alguns dos mais comuns são, por exemplo, alcançar a liberdade financeira, juntar dinheiro para comprar uma casa própria, fazer uma viagem, entre outros.

Depois de mapear todos os objetivos que você tem para os seus investimentos, chegou o momento de separar eles em prazos. Você pode estabelecer suas metas e objetivos em três faixas: curto, médio e longo prazo.

Assim, fica mais fácil estabelecer as estratégias e realizar as aplicações de acordo com o prazo determinado para cada meta.

Quem deseja investir e acumular juros, dividendos e ter crescimento financeiro para a aposentadoria, pode pensar em aplicações de longo prazo. Já aqueles que querem poupar para uma viagem específica, comprar uma casa, um carro, podem investir em aplicações com vencimentos menores.

A liquidação do investimento, o seu resgate, deve poder ser realizado no prazo estipulado para seu objetivo.

Meus objetivos: a nova função de planejamento financeiro do app Rico

A função “Meus objetivos” é uma nova ferramenta presente no aplicativo da Rico, que permite a organização de um planejamento financeiro para alcance das metas financeiras.

Com essa ferramenta, você pode escolher um ou mais objetivos entre as alternativas previamente configuradas, ou definir um novo através da função “Personalizar objetivo”.

Se for preciso mudar os seus planos, o app da Rico permite excluir e criar novos objetivos, facilitando ao máximo a sua organização e planejamento.

Além disso, a função disponibiliza uma aba de recomendação de produtos financeiros que podem auxiliar na consolidação do objetivo criado, assim como uma aba de “Concluídos”, no qual você pode acompanhar o histórico dos objetivos concluídos, bem como os comunicados de resgate.

3. Encontre os melhores investimentos para você

Com perfil de investidor e metas e prazos planejados e bem definidos, agora é hora de passar para a montagem da carteira de fato. Ou seja, é o momento de começar a escolher as melhores opções de investimentos para você atingir seus objetivos.

De modo geral, os investimentos podem ser divididos entre renda fixa e renda variável.

Os investimentos de renda fixa preconizam a busca por um rendimento garantido menor em um certo tempo de vencimento. Aqui estão ativos como títulos públicos, certificados de depósitos bancários, letras de crédito imobiliário e letras de crédito do agronegócio (LCI e LCA), etc.

Na renda variável, por sua vez, temos os ativos como ações, fundos de investimento, ETFs, criptomoedas, fundos imobiliários, etc… Estes, por sua vez, buscam uma maior rentabilidade ao longo do tempo, mas possuem risco maior de oscilação.

Abra sua conta na Rico e invista seu dinheiro com segurança e com dicas dos nossos analistas financeiros!

4. Crie uma estratégia para investir

A criação de estratégias para investir ao montar sua carteira de ativos varia de acordo com cada perfil. Investidores mais conservadores vão criar estratégias que busquem um crescimento sustentável do seu patrimônio e que não o exponha a grandes riscos de perda de capital.

Nesse caso, o crescimento patrimonial é mais lento nos investimentos de perfil conservador. No entanto, são mais seguros e menos suscetíveis a perda de capital e oscilações do mercado.

Já perfis moderados adotam estratégias que os expõem a um risco pouco maior, mas que geralmente entregam rendimentos maiores. Por fim, os investidores de perfil agressivo criam estratégias com riscos avançados, mas que podem entregar lucros muito altos.

Além disso, outros investidores adotam uma estratégia de diversificação, com ativos de renda fixa e variável. Com isso, entregam uma boa combinação de resultados crescentes e segurança contra as oscilações do mercado.

5. Diversifique seus investimentos

É sempre importante diversificar os seus investimentos ao longo do tempo, independente do seu perfil de investidor.

Ações, fundos imobiliários, criptomoedas e outros investimentos de renda variável podem ter seus preços oscilando muito. Por exemplo, uma ação pode oscilar em sua cotação até 50% (para cima ou para baixo) em um tempo relativamente curto.

Já os investimentos de renda fixa entregam um resultado mais positivo, bastando apenas esperar o vencimento das aplicações. No entanto, sua valorização e rentabilidade não costumam ter grandes evoluções.

Assim, investir de forma diversificada é uma excelente opção para garantir rentabilidade e uma certa segurança para o patrimônio do investidor.

Conheça as carteiras recomendadas Rico

Além da criação de uma carteira de investimentos própria, a partir de suas convicções e estudos, você também pode adotar uma carteira recomendada. Elas são carteiras criadas por profissionais do mercado financeiro e empresas como casas de análise de investimentos.

Tais carteiras são portfólios com indicações de ativos de renda fixa e variável que podem ser adotadas por investidores de qualquer perfil.

Como são elaboradas por profissionais do mercado, tais carteiras conseguem entregar um bom mix entre segurança e rentabilidade para cada perfil de investidor. Confira as principais carteiras de investimentos recomendadas pela Rico a seguir.

Carteira Fundos Imobiliários

Nessa carteira, nossos especialistas realizam uma seleção de Fundos Imobiliários com os principais dados sobre os índices mais importantes, assim como as distribuições dos fundos por setores e localidades. A carteira é atualizada mensalmente.

Acesse a Carteira Fundos Imobiliários aqui!

Carteira RICO11

A RICO11 é uma solução pensada para quem quer otimizar seus investimentos de forma inteligente, segura e descomplicada.

Dentro dessa carteira, você encontrará uma cuidadosa seleção mensal que reúne:

  • ações que têm potencial de gerar renda passiva através de dividendos, buscando um fluxo de caixa consistente e atrativo;
  • ações que se beneficiam da alta da inflação, e que podem servir como uma proteção ao seu patrimônio em cenários de preços mais altos;
  • ações que apresentam um histórico de mais estabilidade, reduzindo os riscos em momentos de turbulência;
  • ações preferidas pelos especialistas do mercado financeiro, escolhidas a dedo para compor seu portfólio de investimentos;
  • Small Caps, empresas em ascensão que podem ter grande potencial de crescimento;
  • BDRs (Brazilian Depositary Receipts) de empresas estrangeiras renomadas, aproveitando oportunidades globais.

Levando em consideração as métricas utilizadas para construir cada recomendação, nossos especialistas escolhem dois melhores ativos de cada categoria para compor a carteira, ajustando constantemente a alocação em cada estratégia com base em uma visão global do cenário financeiro. São levados em consideração indicadores-chave, como: dólar, inflação, volatilidade dos mercados globais, performance da bolsa brasileira e outros indicadores macroeconômicos .

Acesse a Carteira RICO11 aqui!

Carteira Dividendos

A Carteira Dividendos é para o investidor em busca de ações com boa perspectiva de distribuição contínua de rendimento através de dividendos. O investimento nesses nomes é uma alternativa para quem busca menor volatilidade no valor das ações e oportunidade de criar um fluxo de caixa recorrente por meio da distribuição dos lucros pelas companhias.

Mensalmente, nossos especialistas recomendam nessa carteira os melhores 10 nomes da nossa seleção de maiores pagadoras de dividendos, disponível na Riconnect. Selecionamos as empresas com melhores expectativas de distribuição de lucros, boas perspectivas de crescimento no mercado e que aparecem na nossa seleção mensal com recorrência.

Acesse a Carteira RICO11 aqui!

Estas são apenas algumas das carteiras de investimentos recomendadas pela Rico. Ficou interessado e quer conhecer mais opções de recomendação? Clique aqui e saiba mais.

Clique e abra sua conta na Rico