fevereiro 18, 2021

Mini dólar (WDO): como operar passo a passo e o mercado  

O mini dólar é um tipo de derivativo muito negociado na bolsa de valores, cujo propósito é refletir no presente a expectativa de cotação futura da moeda americana.

É chamado de mini porque representa uma fração do contrato futuro padrão de dólar.

Assim como outros tipos de contratos futuros, o mini dólar é um derivativo, ou seja, um instrumento financeiro que deriva de outro ativo – no caso, o dólar americano.

Quem opera derivativos pode estar em busca de ganhos no curto prazo (especulação) ou proteção contra o risco de mercado (hedge).

Seja qual for o seu objetivo, confira neste conteúdo como funciona a dinâmica do mini dólar e como operar passo a passo.

Estes são os tópicos do texto:

  • O que é mini dólar exatamente?
  • Mercado futuro: como funciona?
  • As grandes vantagens de investir no mini dólar
  • Para qual perfil investidor é mais recomendado operar mini dólar?
  • Qual é o horário de negociação do mini dólar?
  • Como operar o mini dólar? Passo a passo
  • Qual valor mínimo para operar mini dólar?
  • Pontos do mini dólar: como funciona?
  • Mini dólar: operar vendido ou comprado?
  • Veja as principais estratégias para minicontrato
  • Quais são as diferenças entre contrato e mini contrato?
  • Como acompanhar a cotação do índice do dólar futuro?
  • Outros investimentos rentáveis para você investir em 2021
  • Comece a investir com a Rico hoje!

+ Abra sua conta na Rico para investir em mini dólar

O que é mini dólar exatamente?

Mini dólar (identificado pela sigla WDO) é um derivativo que representa uma fração do contrato futuro padrão de dólar (DOL).

Equivale a 20% do contrato cheio e o mínimo negociado é de um minicontrato. A negociação do contrato padrão ocorre em lotes mínimos de cinco.

O mini dólar pode ser comparado ao mercado fracionário de ações.

Enquanto o lote padrão na B3 é de 100 ações, no fracionário, o mínimo negociado é de uma ação apenas.

Contratos e minicontratos futuros, seja de dólar, índice ou de outros ativos, são negociados no mercado futuro, um ambiente específico dentro da bolsa de valores.

Por que é chamado de “mini” dólar?

O termo mini dólar é uma referência ao minicontrato de dólar, que, por sua vez, é uma fração do contrato padrão.

Cada contrato padrão de dólar equivale a U$ 50 mil. Como a quantidade mínima são cinco contratos, a menor operação movimenta U$ 250 mil.

Mesmo que não seja necessário dispor do valor total em conta, a margem de garantiapara os contratos cheios é maior do que para o minicontrato.

O mini dólar representa 20% do contrato padrão (U$ 10 mil), o que o torna mais acessível a quem quer explorar o mercado sem alocar muito capital como garantia.

Mercado futuro: como funciona?

O mercado futuro é o ambiente dentro da bolsa de valores em que são negociados os contratos futuros.

Investidores e especuladores podem comprar e vender no mercado futuro derivativos financeiros (contratos de moedas, índices, etc.) ou commodities(boi gordo, soja, café, milho, etc.).

Os contratos futuros trazem no valor presente a expectativa de preço do ativo-objeto no futuro.

Um contrato ou minicontrato de dólar com vencimento daqui a um mês, por exemplo, tenta expressar no preço de hoje a cotação do dólar no mês que vem.

Vale ressaltar que, ao comprar um contrato futuro de dólar, o investidor não receberá dólares efetivamente.

Trata-se de um derivativo.

No encerramento do contrato, a liquidação é apenas financeira, considerando a diferença em reais entre o preço de compra e de venda.

Ou seja, o investidor recebe seu lucro em dinheiro caso tenha acertado na operação ou paga pelo prejuízo caso tenha errado.

Diferentemente do mercado de ações, em que você precisa dispor do dinheiro para pagar pelo valor total da operação, no mercado futuro, é possível operar alavancado.

Significa que, com uma margem de garantia apenas, você consegue comprar e vender contratos com valores acima do saldo disponível na conta da corretora.

A margem de garantia não precisa ser necessariamente em dinheiro. Pode ser em ações, títulos públicos, CDBs, dentre outros ativos.

Outra peculiaridade do mercado futuro é o ajuste diário.

Todos os dias, a bolsa verifica a posição dos compradores e vendedores e ajusta os lucros e prejuízos.

Quem teve lucro recebe o dinheiro correspondente no dia seguinte na conta da corretora e, quem ficou no prejuízo, precisa pagar por ele.

As grandes vantagens de investir no mini dólar

Contratos de mini dólar são instrumentos financeiros que possibilitam ganhos rápidos, mesmo com aportes modestos, devido à alavancagem.

Como vimos, não é preciso pagar pela totalidade do minicontrato. Uma margem de garantia é o suficiente para operar.

Entre as vantagens desse mercado, destacam-se:

Liquidez

O mini dólar é um dos derivativos mais negociados do mercado futuro.

Um tipo de investimento, portanto, de alta liquidez.

Ganho na queda do mercado

Assim como é possível apostar na alta do mini dólar, também é possível lucrar com a queda.

Isso ocorre devido a uma característica interessante dos contratos futuros: você pode vender um minicontrato de dólar sem tê-lo.

No mercado de ações também é possível vender sem ter, mas a dinâmica é diferente.

Caso a operação dure mais de um dia, o trader de ações precisa alugá-las de alguém e pagar uma taxa por isso para entregar os ativos ao comprador.

Nos contratos futuros, não é necessário.

O operador pode ficar vendido quantos dias quiser até o vencimento do contrato sem precisar alugar os derivativos de ninguém.

Quem opera comprado em mini dólar acredita que, em algum momento, vai vender o contrato por um preço mais alto e lucrar com a diferença.

Quem opera vendido pensa o contrário: ele vende o contrato mais caro, acreditando que o preço irá cair para recomprá-lo mais barato, zerando a operação e embolsando a diferença.

Alavancagem

Operar alavancado no mercado futuro significa movimentar valores acima do que o investidor tem em conta.

Com apenas uma margem de garantia, que nem precisa ser em dinheiro, o trader consegue operar contratos alavancados e aumentar as chances de lucro.

A margem exigida varia de acordo com cada corretora e tipo de operação.

Geralmente, é maior para operações que levam dias e menor para day trade.

Caso o trader seja bem-sucedido na operação, a alavancagem pode proporcionar lucros exponenciais.

Afinal, o percentual de ganhos é calculado sobre o valor do contrato, que em geral é bem maior que a margem dada em garantia.

Mas é preciso cuidado.

Caso o ativo se mova na direção oposta à esperada pelo investidor, o prejuízo é igualmente exponencial.

Para qual perfil é recomendado mini dólar?

Operações com mini dólar podem servir tanto para proteção de carteira quanto para especulação.

Se você precisa, por alguma razão, fazer hedge cambial, o uso de mini dólar pode ser uma alternativa para mitigar os riscos da variação do câmbio.

Mas se o seu propósito é especular ganhos no curto prazo com a oscilação da moeda, há riscos importantes a avaliar.

Operar mini dólar com o objetivo de auferir lucros é destinado a investidor que tem perfil agressivo, com boa dose de tolerância ao risco.

É preciso compreender os fatores que influenciam a cotação do dólare ter conhecimento de análise técnicapara entender o comportamento dos preços.

Como são operações alavancadas, é necessário cautela também para não colocar em risco o patrimônio.

Qual é o horário de negociação do mini dólar?

Para investir, é importante respeitar os horários destinados a isso.

Então, fique ligado!

As negociações de compra e venda de mini dólar ocorrem na B3 das 9h às 18h30.

Entenda o que é o código do mini dólar

Assim como outros ativos negociados no mercado de renda variável, os minicontratos futuros de dólar tem um código de negociação.

Qual o código do mini dólar? Atualizado 2021

A sigla do mini dólar é WDO.

Para identificar o mês e o ano de vencimento do minicontrato, adiciona-se uma letra correspondente ao mês e o número que representa o ano.

Os meses são representados pelas seguintes letras:

  • Janeiro: F
  • Fevereiro: G
  • Março: H
  • Abril: J
  • Maio: K
  • Junho: M
  • Julho: N
  • Agosto: Q
  • Setembro: U
  • Outubro: V
  • Novembro: X
  • Dezembro: Z

O ano de 2021 é representado pelo número 21.

Um mini dólar com vencimento para setembro de 2021, portanto, tem o seguinte código:

  • WDOU21.

Os minicontratos mais líquidos geralmente são os que têm vencimento mais próximo.

A data de vencimento é sempre no primeiro dia útil de cada mês.

Como operar mini dólar? Passo a passo

Comprar e vender mini dólar é um procedimento bem semelhante às operações com outros ativos de renda variável, como ações.

Veja o passo a passo:

1. Abra conta em uma corretora

O primeiro passo é abrir conta em uma corretora de valores, que fará a intermediação entre você e o mercado.

Na Rico, você não paga taxa de corretagempara mini dólar e conta com uma plataforma completa e segura para operar com tranquilidade.

Abra agora sua conta!

2. Transfira o valor a ser dado como garantia

Você não precisa ter o valor total do contrato, mas deve alocar uma margem de garantia para operar minicontrato futuro.

3. Escolha o minicontrato e envie a ordem

Com a conta aberta e a margem alocada, basta escolher o derivativo, enviar a ordem e acompanhar o procedimento.

Qual valor mínimo para operar mini dólar?

Cada corretora cobra um valor diferente como margem de garantia para operar mini contratos, seja de dólar ou índice.

Na Rico, a margem para operar o mini dólar é de R$ 5 mil (home broker) e R$ 2,5 mil (plataformas) para operações swing trade.

Para operações day trade a margem é de apenas R$ 25,00 por minicontrato (home broker ou plataformas).

Pontos do mini dólar: como funciona?

A variação do mini dólar ocorre em pontos e não em reais (ou centavos), como acontece no mercado de ações.

O mini dólar se move de meio e meio ponto, para cima ou para baixo. Cada ponto equivale a R$ 10,00, portanto, meio ponto é igual a R$ 5,00.

Comprou um minicontrato de dólar e ele subiu meio ponto? Você ganhou R$ 5,00.

Mini dólar: operar vendido ou comprado?

É possível apostar tanto na alta quanto na baixa do mini dólar.

Se o investidor acredita, por meio de suas análises, que o derivativo vai se valorizar, opera comprado.

Caso conclua que a tendência é de baixa, pode apostar na queda e operar vendido.

A escolha entre operar vendido ou comprado vai depender do objetivo de cada trader e da análise que ele faz do mercado.

No caso de operações vendidas, nem é necessário alugar os minicontratos futuros para se posicionar.

Você pode vender, mesmo sem ter, e depois recomprar, zerando a operação.

Qual é o melhor momento para operar mini dólar?

A estratégia de operação de mini dólar varia de acordo com cada trader, mas há um consenso no mercado de que a parte da manhã é o horário nobre das operações.

Isso é explicado pelo posicionamento de grandes players do mercado, o que gera mais volume e volatilidade.

Em dias de Payroll (divulgação dos dados de emprego dos Estados Unidos), o mini dólar fica ainda mais volátil devido à correlação do relatório com a moeda americana.

Veja as principais estratégias para minicontrato

Operar minicontratos, assim como outros tipos de derivativos, exige conhecimento técnico e experiência.

As principais análises utilizadas são:

Tape reading

O tape readingé uma técnica que tem como objetivo analisar como estão sendo formados os preços e tendências com base em números.

Uma fonte de informação, por exemplo, é o book de ofertas, onde aparecem as ordens que aguardam execução e seus respectivos volumes.

Por meio do book de ofertas, o trader consegue visualizar em que faixa de preço os players estão interessados em comprar ou vender um ativo.

Fazem parte do tape reading ainda o estudo do histórico de negócios, que indica os papéis escolhidos pelos grandes operadores, e o volume profile.

Análise técnica

A análise técnica é o estudo dos gráficos que visa identificar, por meio do comportamento passado, tendências futuras dos preços.

Há diversos padrões gráficos e indicadores técnicos que auxiliam o trader a se posicionar, com base em linhas de suporte, resistência, canais de alta, de baixa, etc.

A análise técnica é uma das mais utilizadas pelos traders que buscam resultados no curto prazo.

Quais são as diferenças entre contrato e minicontrato?

A diferença entre um contrato e um minicontrato está no tamanho.

No caso do dólar, o minicontrato representa 20% do contrato padrão.

Outra diferença está na quantidade mínima negociada.

Enquanto, no contrato cheio, o mínimo são cinco, no minicontrato de dólar, é possível negociar apenas um.

Como acompanhar a cotação do índice do dólar futuro?

Como acontece em qualquer investimento, acompanhar seu desempenho deve ser um compromisso.

E é muito fácil de fazer isso.

A cotação do mini dólar pode ser acompanhada pelo home broker das corretoras ou pelas plataformas profissionais, como as oferecidas pela Rico.

Outros investimentos rentáveis para você investir em 2021

Se você se interessa por mini dólar e contratos futuros, vai gostar também de saber mais a respeito destes investimentos

Tudo isso está à sua disposição na Rico!

Comece a investir com a Rico hoje!

O mercado futuro oferece uma série de oportunidades, seja para proteção de carteira ou ganhos rápidos no curto prazo.

Mas, para explorar as oportunidades, você precisa ter conta em uma corretora de valores.

Na Rico, você tem acesso a diversos produtos de renda variável, tanto ativos negociados no mercado à vista quanto derivativos do mercado futuro.

Abra sua conta gratuitamente e tenha à disposição um home broker estável, seguro e ágil, além de plataformas para operar com segurança e tranquilidade.

E o melhor: sem taxa de corretagem.

Conclusão

Esperamos com este artigo ter ajudado você a entender como funciona o mini dólar, bem como as oportunidades do mercado futuro.

Com conhecimento, respeito ao seu perfil de risco e experimentando as possibilidades, você investe com sucesso em dólar futuro e outros ativos.

Mas tenha cautela para tomar as melhores decisões.

Operar derivativos tem riscos que podem ser potencializados com alavancagem desmedida.

Antes de enviar uma ordem, certifique-se de que você compreende os riscos e tem perfil adequado ao tipo de produto financeiro.

Se a resposta for positiva, é só começar a investir com a Rico.