Realize suas metas em 2024! Acesse o ebook "Da meta ao investimento" e conheça os melhores investimentos para realizar seus objetivos.

14/11/2023 09:00:00
16 minuto(s) de leitura


Ibovespa Futuro (INDFUT): como investir em contratos futuros

O Ibovespa Futuro que é derivativo que permite aos investidores negociar contratos futuros vinculados ao índice Ibovespa.


Compartilhar:
homem, em um ambiente interno com plantas, quadros e espelho, pesquisando em seu laptop como investir no Ibovespa futuro.

O Ibovespa futuro é um investimento de renda variável que integra os contratos futuros da Bolsa de Valores, proporcionando aos investidores a oportunidade de explorar o potencial de ganhos com os movimentos do mercado.

No entanto, é muito importante compreender que o Ibovespa Futuro é um investimento de alto risco, pois está atrelado ao índice Ibovespa. Ele se baseia em expectativas futuras e, portanto, exige uma abordagem estratégica e uma compreensão sólida do mercado financeiro.

Por isso, o Ibovespa Futuro costuma ser recomendado especialmente para investidores mais experientes que buscam explorar estratégias de curto e médio prazo.

Ao longo deste conteúdo, abordaremos tudo o que você precisa saber sobre Ibovespa Futuro, explorando suas particularidades e como investir de forma estratégica e segura.

O que é o Ibovespa Futuro?

O Ibovespa Futuro é um derivativo de contrato futuro vinculado ao desempenho do Ibovespa, o principal índice da Bolsa de Valores brasileira.

Ele pode ser resumido como uma negociação de índices futuros baseada na expectativa futura a um preço acordado no momento da compra ou venda.

O Ibovespa Futuro está diretamente associado ao índice Ibovespa, que é uma referência do desempenho das ações das principais empresas listadas na B3.

Esse tipo de contrato futuro pode ser utilizado para especular sobre os movimentos de mercado ou proteger o capital contra os movimentos adversos.

Ao comprar um contrato futuro do Ibovespa, um investidor está, de certa forma, apostando que o índice Ibovespa aumentará em valor até a data de vencimento. Por outro lado, ao vender um contrato futuro, o investidor está antecipando uma possível queda no valor.

Qual a diferença entre Ibovespa e Ibovespa Futuro?

A diferença entre Ibovespa e Ibovespa futuro é que o primeiro se refere ao principal índice da Bolsa de Valores brasileira, enquanto o segundo trata-se de um derivativo negociado no mercado futuro.

O índice Ibovespa é composto pelas ações das empresas com maior liquidez e representatividade do mercado financeiro brasileiro. Ele funciona como um “termômetro”, refletindo o desempenho médio dessas ações.

Por outro lado, o Ibovespa Futuro é um derivativo negociado no mercado futuro, permitindo que os investidores especulem sobre o desempenho futuro do Ibovespa ou utilizem como hedge.

Como funciona o Ibovespa Futuro?

O Ibovespa Futuro funciona como um contrato financeiro que permite aos investidores especular sobre o desempenho futuro do Ibovespa.

Ele é negociado na Bolsa de Valores e cada contrato futuro representa um acordo de compra ou venda a um preço predefinido em uma data futura. A negociação do Ibovespa Futuro é feito através do código IND (ou INDFUT) para contratos cheios e WIN (ou WINFUT) para minicontratos.

Além disso, o código conta comuma letra que representa o mês de vencimento e dois números que representam o ano. Dessa forma, o código INDM23 representa um contrato de Ibovespa futuro com vencimento no mês de junho de 2023.

Para operar contratos futuros do Ibovespa, é necessária uma margem de garantia, um valor depositado para cobrir eventuais perdas. A margem de garantia visa proteger o contrato em caso de movimentos adversos que podem gerar perdas substanciais.

Além disso, a alavancagem também é uma característica importante, pois permite aos investidores controlar uma grande quantidade de ativos com um investimento relativamente pequeno.

No entanto, na mesma proporção que a alavancagem aumenta o potencial de ganhos, pode influenciar nas perdas.

O contrato Futuro de Ibovespa é influenciado por uma série de fatores, incluindo notícias econômicas, eventos políticos, flutuações cambiais e desempenho das ações das empresas listadas no Ibovespa.

Logo, a compreensão desses fatores é fundamental para quem deseja investir em índices futuros.

Quanto vale um contrato futuro de Ibovespa?

No mercado futuro, o valor do contrato futuro de Ibovespa pode variar de acordo com o tipo de contrato negociado. Existem dois tipos principais: o contrato cheio e o minicontrato.

A principal diferença entre eles está relacionada ao tamanho do contrato e, consequentemente, ao valor envolvido nas negociações.

O contrato cheio do Índice Futuro Ibovespa é maior em termos de tamanho e valor. Ele é representado por um lote mínimo padrão de 5 contratos de ações do Ibovespa.

Se cada ponto de oscilação do Ibovespa Futuro vale R$1,00, por exemplo, isso significa que, se o Ibovespa Futuro subir 100 pontos, o contrato cheio terá valorizado R$100,00.

Já o minicontrato é uma versão menor do contrato futuro, projetada para investidores com menor capital disponível. Neste caso, cada ponto de oscilação do minicontrato Ibovespa Futuro vale 20% do contrato cheio.

A escolha entre o contrato cheio e o minicontrato depende muito do perfil de investidor, do seu capital disponível e das estratégias de investimento que possui. Investidores com maior capital e maior tolerância ao risco podem optar pelo contrato cheio, enquanto aqueles com capital mais limitado podem preferir o minicontrato.

Vantagens de investir no Ibovespa Futuro

O Ibovespa futuro apresenta diversas vantagens que despertam o interesse de investidores e traders. Confira a seguir as principais vantagens relacionadas a este derivativo:

Hedge

O Hedge (ou proteção) é uma das principais vantagens do Ibovespa Futuro. Investidores utilizam contratos futuros do Ibovespa para se proteger contra movimentos adversos no mercado de ações.

Por exemplo, se um investidor possui uma carteira de ações e teme uma queda no mercado, ele pode comprar contratos futuros de Ibovespa para compensar potenciais perdas.

Alta Liquidez

O Ibovespa Futuro é conhecido por sua alta liquidez. Isso significa que é relativamente fácil comprar e vender contratos a qualquer momento durante o horário de funcionamento do mercado, sem preocupações com falta de compradores ou vendedores.

Alavancagem

A alavancagem é uma vantagem importante dos contratos futuros do Ibovespa. Com um capital relativamente pequeno, os investidores podem controlar um contrato futuro que com um valor muito maior.

Apesar de ampliar o potencial de ganhos, também pode aumentar o risco de perdas. A alavancagem pode ser uma ferramenta poderosa quando usada com cuidado e estratégia.

Especulação

O Ibovespa Futuro oferece oportunidades para especulação. Investidores podem lucrar com a volatilidade do mercado, apostando na alta ou na queda do Ibovespa.

A especulação no Ibovespa futuro consiste em uma estratégia de investimento de curto prazo, no qual ocorre a compra e venda de contratos visando ganhos com as flutuações de curto prazo no mercado de ações brasileiro.

Praticidade

O investimento no Ibovespa Futuro é muito prático, pois os contratos futuros de Ibovespa são negociados em uma plataforma eletrônica, tornando o processo de compra e venda rápido e acessível.

Além disso, não é necessário possuir todas as ações que compõem o índice Ibovespa, como seria necessário em investimentos diretos em ações.

Imposto de Renda no mercado futuro

mulher concentrada com papéis em uma das mãos e um lápis em outra mão calculando a alíquota a ser paga para operar Ibovespa futuro

No Brasil, investimentos no mercado futuro estão sujeitos ao Imposto de Renda. A alíquota varia com o prazo da operação, sendo:

  • Day trade: operações de compra e venda no mesmo dia têm alíquota de 20% sobre o lucro;
  • Swing trade: operações com prazo superior a um dia pagam 15% sobre o lucro líquido.

O pagamento deve ser feito pelo investidor até o último dia útil do mês subsequente ao do lucro, gerando um DARF. Prejuízos anteriores podem ser compensados, reduzindo o IR a pagar.

Corretoras podem reter IR na fonte, deduzido dos lucros. O investidor deve monitorar essas retenções e registrá-las em suas declarações.

Manter registros detalhados e buscar orientação profissional é essencial para cumprir as obrigações fiscais e garantir conformidade. As regras fiscais podem mudar, portanto, consulte os regulamentos atualizados da Receita Federal.

Como Investir no Ibovespa Futuro

Investir no Ibovespa Futuro pode ser uma estratégia interessante, mas é importante seguir um processo organizado para tomar decisões informadas e gerenciar riscos.

O primeiro passo é escolher uma corretora de valores de confiança que ofereça acesso ao mercado de contratos futuros.

Certifique-se de que a corretora seja devidamente regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e atenda às suas necessidades de negociação.

Antes de investir no Ibovespa Futuro, tenha um bom planejamento: conheça seu capital, tolerância ao risco e objetivos. Sempre desenvolva uma estratégia alinhada com seu perfil e seja fiel a ela.

Acesse o home broker de negociação da corretora, usando os códigos mencionados e siga sua estratégia.

Por fim, monitore suas posições, ajuste sua estratégia e esteja pronto para tomar decisões ágeis. Lembre-se dos riscos e considere orientação profissional, se necessário. O investimento no Ibovespa Futuro exige responsabilidade e preparação.

O Ibovespa Futuro oferece alto potencial de rendimento, mas também pode ser uma aplicação com altos riscos envolvidos, exigindo precaução e preparo.

Antes de entrar em investimentos de alto risco como esse, é crucial se atualizar sobre o mercado financeiro, contar com uma reserva de emergência e diversificar sua carteira a fim de reduzir riscos.

Com disciplina e aprendizado constante, você pode aproveitar oportunidades enquanto gerencia riscos, unindo experiência e conhecimento para ter cada vez mais sucesso no mercado futuro.

Clique e abra sua conta na Rico