Onde investir em junho? Faça o download gratuito do relatório com as recomendações do Time Rico.

30/11/2023 19:24:53 • Atualizado em 30/11/2023 19:24:55
18 minuto(s) de leitura


Dow Jones (DJIA): o que é e como acompanhar

Aprenda como acompanhar e investir no índice Dow Jones a fim de diversificar seus investimentos no mercado financeiro internacional.


Compartilhar:
tela de celular exibindo um painel de movimentação do índice Dow Jones ao longo do dia

O índice Dow Jones, ou simplesmente “The Dow”, é um dos mais populares da Bolsa de Valores dos Estados Unidos entre os investidores que estão dando seus primeiros passos no mercado de ações.

A Bolsa de Valores estadunidense costuma ser uma grande referência no mercado internacional, pois é o epicentro das finanças globais. Suas tendências de mercado e movimentos podem influenciar políticas monetárias e cambiais, investimentos e fluxos de capital em todo o mundo.

Semelhante a outros indicadores, como o S&P 500 e o Nasdaq, o Dow Jones também reflete as movimentações dos segmentos mais tradicionais da economia dos EUA.

No entanto, para investir no mercado de ações, é essencial ter um planejamento sólido e se manter informado sobre o comportamento das grandes empresas listadas a fim de aprimorar seus resultados de forma segura e assertiva.

Neste artigo, abordaremos tudo sobre o Dow Jones, o segundo índice mais antigo da Bolsa de Valores estadunidense.

O que é Dow Jones?

O Dow Jones Industrial Average (DJIA), ou simplesmente Dow Jones, é um índice que visa acompanhar o desempenho das 30 maiores empresas da Bolsa de Valores estadunidense.

O índice foi criado no ano de 1896 pelo Charles Dow e Edward Jones, sócios e co-fundadores do The Wall Street Journal, sendo o segundo índice mais antigo dos Estados Unidos, depois do Dow Jones Transportation Average (DJTA).

Seu objetivo é replicar o desempenho e a evolução da cotação das ações que compõem o indicador. Além de estar entre os índices mais importantes e tradicionais do mercado financeiro, o Dow Jones também apresenta grande relevância no cenário global.

Atualmente, ele é um dos índices mais procurados por investidores que desejam começar a se expor à Bolsa de Valores dos Estados Unidos.

O que significa Dow Jones?

O nome Dow Jones é uma referência aos seus criadores, Charles Dow e Edward Jones, sócios e co-fundadores do The Wall Street Journal.

Denominado formalmente como Dow Jones Industrial Average, o índice é também popularmente conhecido como DJIA, Dow 30 ou The Dow. Oindustrialque compõe o nome é originário de sua composição inicial, que abrangia apenas empresas do setor industrial.

Como funciona o Dow Jones?

O Dow Jones funciona de modo a acompanhar o resultado das ações que compõem o índice, sendo considerado um indicador-chave da economia estadunidense. O órgão responsável pela sua gestão é o S&P Dow Jones Indices.

As diretrizes para compor o índice são estabelecidas por um comitê formado por editores do Wall Street e do Dow Jones Indices, exigindo que empresas possuam grande potencial, reconhecimento e sejam respeitadas no mercado estadunidense.

Quando surgiu o Dow Jones?

O indicador Dow Jones surgiu no ano de 1896, sendo o segundo índice mais antigo da Bolsa de Valores estadunidense.Ele foi criado visando acompanhar o desempenho das principais ações do mercado financeiro dos EUA.

Inicialmente, a carteira era composta por apenas 12 empresas baseadas em commodities, que na época eram consideradas grandes, lucrativas e altamente respeitadas no mercado financeiro.

No ano de 1916, o índice Dow Jones foi atualizado para 20 ações e, em 1928, foi novamente atualizado para 30 ações. Esse número permanece até os dias atuais, mesmo com o passar dos anos e mudanças na composição do índice.

Quais empresas estão no Dow Jones?

O Dow Jones é um indicador composto por 30 empresas listadas na Bolsa de Valores, que varia ao longo do tempo conforme certos critérios. O potencial de crescimento da empresa é um dos principais fatores que levam uma ação a compor o indicador.

Apesar de o Dow Jones ser conhecido como o índice industrial, a composição setorial das 30 empresas é bastante diversificada. O maior peso setorial hoje é de empresas ligadas à área da saúde. Em abril de 2023, a composição do índice Dow Jones era a seguinte:

  1. Apple;
  2. Amgen;
  3. American Express;
  4. Boeing;
  5. Caterpillar;
  6. Salesforce;
  7. Cisco Systems;
  8. Chevron;
  9. Walt Disney Company;
  10. Dow Inc.;
  11. Goldman Sachs Group;
  12. Home Depot;
  13. Honeywell International;
  14. IBM;
  15. Intel;
  16. Johnson & Johnson;
  17. JP Morgan;
  18. Coca-Cola;
  19. McDonald’s;
  20. 3M;
  21. Merck & Company;
  22. Microsoft;
  23. Nike;
  24. Procter & Gamble Company;
  25. The Travelers Companies;
  26. UnitedHealth Group;
  27. Visa;
  28. Verizon Communications;
  29. Walgreens Boots Alliance;
  30. Walmart.

A teoria de Dow

Placa indicando para a Wall Street com três bandeiras dos EUA hasteadas ao fundo, o lugar representa epicentro da na Bolsa de valores estadunidense, onde são negociadas ações de empresas que compõe a Dow Jones.

A teoria de Dow foi criada por Charles Dow no ano seguinte ao surgimento do índice. Ela se baseia na ideia de que há uma relação direta entre as tendências do mercado de ações e outras atividades de negócios no mercado físico.

A teoria é fundamentada em seis pilares que devem ser compreendidos por quem deseja entender sua importância em investimentos e operações de day trade.

1. Os índices se ajustam em qualquer situação

Esse pilar aponta que os índices tendem a se reajustar ao longo do tempo na Bolsa de Valores, sendo válido para qualquer situação ou cenário específico, de alta ou baixa do mercado.

A tese aqui é que o índice apresenta uma certa memória de preços embutida, que faz os preços se ajustarem.

2. As 3 tendências de mercado

Segundo esse pilar, o mercado se movimenta de forma análoga às ondas do mar e possui três tendências:

  • Tendência primária: movimento de maré, que equivale à tendência de alta ou baixa;
  • Tendência secundária: são ondas do mar, subindo e descendo conforme a maré;
  • Tendência terciária: são as marolas, ou seja, os movimentos enfraquecidos e mais lateralizados.

3. As 3 fases da tendência primária

Segundo a teoria Dow, a tendência primária possui três fases:

  • Acumulação: reflete o momento ideal para a compra ativos, pois o mercado absorveu qualquer evento ruim acontecido;
  • Participação pública: ocorrem os movimentos de alta mais significativos e os investidores passam a comprar o ativo com maior volume;
  • Distribuição: as altas do ativo passam a ser noticiadas e investidores que compraram na acumulação começam a se desfazer da ação.

4. Os índices e as médias devem se confirmar

A teoria Dow aponta que os índices complementares tendem a acompanhar a média dos índices principais, confirmando o desempenho das empresas que os compõem na Bolsa de Valores.

5. O volume deve confirmar a tendência

Para a teoria Dow, o volume de negociações de um ativo é fator secundário. Ele expande ou contrai conforme o movimento da tendência do ativo durante a fase de acumulação.

6. Uma tendência ocorrerá enquanto não houver sinais de reversão

Por fim, a teoria Dow estabelece que um índice tende a continuar crescendo ou seguindo seu movimento natural, exceto quando houver um movimento de queda nas ações que compõem o índice ou houver um movimento de reversão.

Como o Dow Jones é calculado?

Basicamente, o cálculo do Dow Jones considera o preço somado das 30 ações, dividido por uma constante chamada de divisor Dow. Dessa forma, o cálculo se dá pela seguinte equação:

DJIA = Σp/d

Inicialmente, o valor do divisor Dow era o número de empresas que faziam parte da composição do índice. Atualmente, ele foi ajustado para que a pontuação não seja alterada devido à distribuição de dividendos ou mudança no preço das ações.

A importância do Dow Jones para o mercado financeiro

O Dow Jones é extremamente importante por ser um dos principais indicadores da maior economia do mundo. Junto a isso, sua importância está em sua composição, que conta com 30 empresas de grande relevância para a economia global.

O Dow Jones é um indicador muito útil para traders, pois seus derivativos (índice cheio e mini-índice) apresentam elevada liquidez, possibilitando a entrada e saída de posições com facilidade.

Além disso, também é uma excelente recomendação para aqueles que desejam fazer análise técnica e gráfica para acompanhar o mercado financeiro, principalmente para fins de especulação.

Diferença entre NASDAQ e Dow Jones

A principal diferença entre o Nasdaq e o Dow Jones está no segmento das ações que as compõem.

O Dow Jones é um índice formado pelas 30 maiores empresas listadas na Bolsa dos EUA, englobando diversos segmentos. Já o NASDAQ é formado principalmente por empresas do setor de tecnologia.

É importante entender que o termo NASDAQ pode sereferir tanto à segunda maior Bolsa de valores do mundo quanto ao índice geral NASDAQ Composite.

A Bolsa NASDAQ conta com mais de 3.000 empresas listadas e o índice geral NASDAQ Composite visa refletir o valor de mercado das ações negociadas na Bolsa NASDAQ, além de ser um indicador de desempenho das empresas do ramo tecnológico.

Diferença entre S&P 500 e Dow Jones

A principal diferença entre o SP& 500 e o Dow Jones é o método utilizado para ponderar as empresas que as compõem.

No índice S&P 500, as empresas são ponderadas de acordo com o volume de negociação e liquidez dos papéis. Já no Dow Jones, as ações são ponderadas com base no preço de um único papel.

Outra diferença consiste na quantidade de empresas que compõem cada índice. Enquanto o Dow Jones é formado por 30 grandes empresas da Bolsa estadunidense, o S&P 500 conta com as 500 maiores empresas listadas e negociadas na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

Como investir no Dow Jones?

Não é possível investir diretamente no índice Dow Jones. No entanto, é possível investir em ações para replicar a carteira do índice Dow Jones. Lembre-se que ao investir diretamente em ações das empresas listadas, você pode ter que lidar com maiores custos operacionais.

Pensando nisso, uma alternativa interessante é o investimento em Exchange Traded Funds (ETFs), que visam replicar a carteira teórica de ações com rendimentos associados ao Dow Jones.

Para ter exposição ao índice, é necessário ter uma conta em uma instituição financeira que ofereça essa possibilidade de investimento. Prefira as instituições que tenham credibilidade e as menores taxas de corretagem ou que não as cobrem, como a Rico.

Com a conta ativa, você deve escolher uma opção de exposição ao índice, como a compra de um ETF atrelado a ele ou ações que compõem o índice. A aplicação pode ser feita com poucos minutos, diretamente na plataforma da sua corretora.

Como acompanhar o Dow Jones em tempo real?

O acompanhamento do índice Dow Jones em tempo real pode ser feito através do site oficial do indicador ao longo do pregão da Bolsa ou até mesmo diretamente no próprio Google, se preferir.

Antes de investir em ações ou fundos de índices atrelados ao Dow Jones, é essencial compreender as particularidades do índice para a tomada de decisões mais assertivas e informadas.

Além disso, acompanhar o mercado financeiro é indispensável para compreender o comportamento do índice e como eventos, decisões políticas e medidas monetárias podem impactar os seus investimentos.

Clique e abra sua conta na Rico