outubro 26, 2018

IOF nos Fundos de Investimento: Como funciona a tributação?  

Assim como com todos os outros tributos, saber como funciona IOF nos Fundos de Investimento é muito importante.

O imposto sobre operações financeiras precisa ser considerado em suas análises de investimentos. 

O Imposto sobre Operações Financeiras incide sobre o rendimento dos resgates de investimentos, apenas quando esse resgate do valor investido acontece no primeiro mês de aplicação.

Ou seja, se você sacar o seu dinheiro investido no 30º dia, não haverá incidência do imposto. A alíquota obedece a tabela regressiva de dias abaixo:

Tabela Regressiva de IOF 

DiasIOF (%)DiasIOF (%)DiasIOF (%)
19611632130
29312602226
39013562323
48614532420
58315502516
68016462613
77617432710
8731840286
9701936293
10662033300

Continue a leitura para entender tudo sobre a incidência de tributos nos investimentos!

Como Funciona a Tributação em Fundos de Investimento

Um homem sentado no sofá mexendo no celular, em referência à pesquisa sobre iof nos fundos de investimento
Você tem 100% de domínio sobre os seus investimentos?

Muitos investidores, principalmente os iniciantes, cometem um erro bem grave.

Eles só pensam em rentabilidade e não têm paciência para enriquecer a médio e longo prazo com o poder dos juros compostos. Esse tipo de investidor deseja muito retorno, muito rápido.

Esse tipo de objetivo acaba cegando o investidor para outros cuidados tão importantes quanto o lucro. Por exemplo, o risco de cada operação, a liquidez do investimento (agilidade para poder recuperar o dinheiro em caso de resgate antecipado).

E ainda: as taxas e tributos para investir. Pode parecer pouco, mas a sua rentabilidade pode ser corroída caso você faça um investimento de curto prazo e precise do dinheiro rapidamente.

A maioria dos investimentos possui incidência de dois impostos: o IOF e o IR (Imposto de Renda). 

IOF

O IOF também conhecido como Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros. 

Esse tributo incide sobre diversos tipos de operações financeiras. Ao comprar dólar, pagar um produto com cartão de crédito. Sempre que o dinheiro ou o crédito troca de mão, o IOF é cobrado.

No caso dos fundos, como dito, o IOF você pode até deixar de pagar. Basta não sacar o seu dinheiro investido antes de 30 dias.  Dessa forma, a sua rentabilidade está garantida. 

Todo investimento deve ser feito com um objetivo. Então, a não ser que você tenha um objetivo a curtíssimo prazo, não é recomendável adquirir um ativo financeiro e uma semana depois resgatar esse dinheiro.

Mesmo que o fundo não esteja indo bem, qualquer período menor do que 30 dias não é o suficiente para avaliar um fundo. Na verdade, o período mínimo a ser avaliado deveria ser pelo menos anual. Mas com alguns meses, você já vai ter ideia do comportamento do fundo. 

IR (Imposto de Renda)

O Imposto de Renda costuma ser um desafio para quem faz a declaração de ajuste anual.

Mas fique tranquilo, você não é obrigado a declarar o IR só porque comprou cotas de um fundo de investimento.

Você só é obrigado a declarar caso tenha mais de R$ 28.559,70 mil de rendimento mensal (somando salário, todas as rendas e a rentabilidade dos investimentos) ou mais de R$ 300 mil somando investimentos, bens e etc.

Mesmo assim, você precisa pagar o IR de investimentos. No caso de fundos de investimentos, isso é automático com o come-cotas.

Esse tributo é recolhido no último dia útil dos meses de maio e novembro de cada ano. Apenas nos fundos de investimento em ações não há come-cotas.

A alíquota varia conforme a categoria do fundo de investimento:

TipoAlíquota 180 diasDe 181 a 360 diasDe 361 a 720 diasAcima de 720 dias
Longo Prazo22,5%20%17,5%15%
Ações15%15%15%15%
Curto Prazo22,520%20%20%

O fundo de ações só é tributado no momento do saque, e não semestralmente como os outros tipos.

O Que é o Come-Cotas

Uma ilustração do pacman indo atrás de cerejas, em referência ao iof nos investimentos
O come-cotas é um sistema de cobrança de Imposto de Renda

Como você sabe, o Imposto de Renda é um tributo que a maioria dos investimentos precisa pagar. Nos fundos de investimentos, esse valor é deduzido das suas cotas.

Caso você ainda não tenha entendido bem o funcionamento de um fundo de investimento, vamos reprisar esse conhecimento.

O que é um fundo de investimento?

Um fundo de investimento é bem diferente de um título de dívida, como o Tesouro Direto, por exemplo.

No caso de qualquer ativo, você estudar o comportamento do investimento e principalmente quem emitiu esse título. Avalia os riscos, potencial de lucro e faz o aporte.

Quando você conclui esse processo, você é dono de um ativo.

No caso de um fundo de investimento, a lógica é diferente, você também adquire um ativo, mas o ativo adquirido não é um título de dívida simples.

É uma cota de participação em um negócio. Essa cota representa um valor financeiro que pode subir ou descer conforme o fundo de investimento evolui.

O seu saldo no fundo de investimento em reais é a representação de quanto valem suas cotas hoje.

Como você deve saber, no fundo de investimento é um gestor que decide como o dinheiro será investido. 

Então, nesse caso, você não vai decidir qual será o ativo em específico, mas será preciso saber escolher o gestor corretor, avaliando os seus resultados passados e claro, a sua estratégia de investimentos.

Ao comprar uma cota desse fundo, você poderá ganhar ou perder dinheiro de acordo com a performance de uma série de títulos que o gestor compra e vende.

Clique e abra sua conta na Rico

Como funciona o come-cotas?

É como acontece a tributação de IR nos fundos.

Diferente do Tesouro Direto que tem o tributo abatido na hora do saque, os fundos de investimentos possuem uma tributação antecipada que acontece em dois momentos de acerto com o leão no ano.

Um no último dia de maio e o outro no último dia de novembro, de seis em seis meses.

Neste caso, o IR é deduzido das suas cotas.

Para saber quanto será a mordida do leão, você deve estar ciente de qual tipo de fundo de investimento você comprou cotas e há quanto tempo ele está em carteira. A alíquota varia entre 15 e 22,55% do rendimento.

Dicas para Investir em Fundos de Investimento com Mais Rentabilidade

Uma mulher comemorando em frente a uma parede, na qual há uma ilustração de um foguete partindo, em referência ao iof nos fundos de investimento
Os fundos de investimentos são uma ótima forma de investir com praticidade

Se você tem pouco tempo disponível, pouco dinheiro para aplicar ou ainda, se tem pouco conhecimento sobre investimentos, os fundos são uma forma perfeita de aplicar em diversos mercados sem precisar monitorar dezenas de investimentos.

Assim, umas das formas mais eficientes de fazer a diversificação de investimentos são com os fundos.

Existem seis tipos de fundos de investimentos.

  1. Fundos de Renda Fixa
  2. Fundos Multimercados
  3. Fundos de Ações
  4. Fundos cambiais
  5. Fundos de investimento no exterior
  6. Fundos imobiliários

Os fundos de renda fixa são ótimos para conseguir rendimentos acima do CDI, com segurança. Esse é um fundo de longo prazo. 

Clique e abra sua conta na Rico

Em nosso canal do YouTube , a Mirna Borges falou muito sobre os Fundos de Investimentos, o que são e como funcionam. 

Ao aplicar em qualquer fundo de investimento, fique atento às seguintes características:

fundo de investimento IOF
  • Descrição

Aqui você saberá o resumo geral do fundo de investimento. Qual é a sua estratégia, referência de rendimento e etc. Sempre leia a descrição!

  • Data de criação

Mostra quanta experiência o fundo de investimento tem. É importante para escolher fundos de longo prazo. Você pode optar por gestores já consagrados e um fundo que tem muita experiência.

  • Classificação ANBIMA

Aqui você qual a categoria do fundo de investimento.

  • Nível de Risco

Esse item é muito importante. Um fundo pode ser agressivo, moderado ou conservador. O nível de risco indica o quanto esse investimento pode oscilar, e o quanto ele pode ganhar.

Você pode comprovar este dado olhando o histórico de rendimento da aplicação. Assim, você saberá na prática o quanto que o fundo já rendeu negativamente em sua história.

  • Aplicação inicial

O mínimo de dinheiro que o fundo demanda para começar a aplicar.

  • Movimentação mínima

O quanto você pode aplicar a mais ou retirar do fundo.

  • Patrimônio Líquido Atual

Este valor é a soma de todos os investimentos no fundo.

  • Cota de Aplicação

Prazo para a chamada cotização: o processo de transformar o seu dinheiro em cotas.

  • Cota de Resgate

Período de espera para transformar as suas cotas em dinheiro. Esse período pode ser de 1 dia ou até mais de 30 dias.

  • Liquidação de Resgate

Esse é o tempo que demora para que o dinheiro das cotas seja disponibilizado para você.

  • Taxa de Administração

Todo fundo tem taxa de administração. Esse é o pagamento pelos serviços do gestor de investimentos.

  • Taxa de Performance

Nem todo fundo conta com a taxa de performance. Normalmente, os fundos mais agressivos e moderados costumam cobrar essa taxa. Essa taxa geralmente premia a gestão que supera sua referência de desempenho.

  • Regulamento

Este é um arquivo para download com o prospecto completo do fundo. Se você quer realmente saber no que está investindo, leia este documento completo.

5 dicas para você investir em fundos com sucesso e rentabilidade

  1. Separe apenas uma parcela do seu patrimônio para arriscar (o tamanho da parcela depende do seu perfil de investidor).
  2. Diversifique essa parcela entre fundos de ações, multimercados, cambiais e no exterior – assim você não fica exposto a apenas um mercado.
  3. Seja paciente com seus investimentos – não adianta buscar um alto ganho a curto prazo, principalmente investindo em renda variável.
  4. Tenha segurança para arriscar – isso significa que você precisa ter uma base de segurança. Ela pode ser formada em fundos de renda fixa.
  5. Estudo muito bem o gestor e a estratégia do fundo de investimentos – assim você evitará surpresas como por exemplo uma performance ruim em época de dólar em alta.
Clique e abra sua conta na RIco

Como funciona o IOF em outros Investimentos como o

CDB

Uma mesa com um notebook e uma pessoa mexendo vistos de cima
Cada aplicação tem um tipo de tributação. Saiba mais agora!

O IOF funciona da mesma forma em quase todos os investimentos. Tanto nas aplicações de renda fixa como nas de renda variável.

Todas essas aplicações mais conservadoras abaixo possuem incidência do IOF:

O seu funcionamento é idêntico à incidência do IOF em fundos de investimentos. Ou seja, se você não fizer o resgate antecipado nos primeiros 30 dias, não paga nada de IOF.

Mas existem alguns investimentos que são isentos de impostosEstes investimentos não possuem a incidência do IOF.

No entanto, esse parâmetro não deve servir como decisor entre ativos. Muitos investimentos mesmo com o pagamento de impostos, são mais rentáveis do que ativos isentos.

Esses ativos são isentos porque são incentivados pelo Governo. Isso é feito por motivos estratégicos, como financiar setores da sociedade específicos.

Veja alguns exemplos:

  • LCI e LCA
  • CRA e CRI
  • Debêntures Incentivadas
  • Ações da Bolsa de Valores

Conclusão

Uma mulher segurando um óculos olhando para a câmera, em referência ao iof nos fundos de investimento
Entendeu tudo sobre IOF nos fundos de investimentos?

Você viu como é simples não perder rentabilidade com o IOF nos fundos de investimentos?

No entanto, você precisa ser paciente e ter um bom planejamento para não resgatar o dinheiro antes da hora.

Afinal, é um erro de planejamento (ou de falta de planejamento), precisar resgatar um investimento logo depois que você aplica.

Ter inteligência emocional é muito necessário no mundo dos investimentos. Nem sempre tudo sai conforme planejamos, por isso, é preciso ter uma boa diversificação de ativos.

Assim, não deixe se levar por oscilações ou problemas do dia a dia, entenda que normalmente os investimentos só traz resultados maravilhosos a longo prazo, através do poder dos juros compostos.

Investindo em bons fundos de investimento, como são os disponíveis na Rico, você pode realizar os seus sonhos, construir um patrimônio e ter muito mais tranquilidade no futuro.

Se ainda não tem uma conta na Rico, clique no banner no final da página para criar a sua conta. É de graça e pode ser feito 100% online!

Gostou desse artigo sobre IOF nos Fundos de Investimentos?

Continue aprendendo sobre fundos de investimento em nosso blog:

Deixe o seu comentário ou sugestão de melhoria logo abaixo!

Bons investimentos!

Clique e abra sua conta