dezembro 19, 2018

Como Investir em Fundos Imobiliários em 7 Passos Simples  

Investir em fundos imobiliários é uma dúvida que paira sobre muitos investidores que estão em busca uma alternativa mais rentável para diversificar seus investimentos.

Ao aplicar em FIIs, você vai conseguir investir no setor imobiliário e, ao mesmo tempo, contar com a comodidade de possuir um profissional para gerir o seu portfólio.

Além disso, esse tipo de ativo tende a ter custos mais baixos, quando comparados ao investimento em imóveis físicos diretamente.

Antes de pensar em investir, é fundamental conhecer seu funcionamento e os passos para investir.

Pensando nisso, preparamos um guia completo com tudo o que você precisa saber sobre como investir em fundos imobiliários: 

  • Por Que Fundos Imobiliários São Uma Boa Opção de Investimento
  • Como Investir em Fundos Imobiliários em 7 Passos Simples
  • O Que Você Precisa Saber Antes de Investir em FIIs

Se você tiver qualquer dúvida, deixe um comentário no final da página. 

Boa Leitura!


Por Que Fundos Imobiliários São Uma Boa Opção de Investimento

Legos em forma de casinha com corpo e telhado alinhados de maneira crescente. Acima deles, um homem de terno segura uma seta, como um gráfico, em referência a como investir em fundos imobiliários.

Qualquer pessoa pode aplicar em um FII

Os Fundos de Investimentos Imobiliários (FII) são fundos compostos por investimentos do setor imobiliário. Eles podem ser classificados em dois tipos: 

  • Fundos de tijolo: Os fundos podem ter como foco diversos tipos de empreendimentos, como: lajes corporativas, hospitais, shoppings, ativos logísticos. 
  • Fundos de papel: O patrimônio desse tipo de fundo é composto por aplicações financeiras do setor imobiliário, como LCILCA, CRI, por exemplo, que podem ser tanto indexados a um índice de preços (IPCA, IGP-M, etc), como podem ser pós-fixados, ou seja, atrelados ao CDI. 
  • Híbridos: Nesta classe, se enquadram os fundos que possuem uma carteira mista entre empreendimentos imobiliários, títulos imobiliários ou até mesmo cotas de outros FIIs.

Os Fundos de Investimentos (FIIs) possuem o patrimônio dividido em cotas de valores iguais. Assim, ao investir no setor imobiliário através deles, você adquire pequenas partes de imóveis

Esse tipo de ativo pode ser muito vantajoso para quem quer diversificar sua carteira de investimentos. Além disso, investir em um fundo imobiliário apresenta muito mais benefícios do que investir em um imóvel.

Dessa forma, você pode conferir as vantagens de aprender como investir em fundos imobiliários a seguir:

Facilidade

Comprar e vender uma cota de Fundo Imobiliário é bastante simples. Tudo o que você precisa fazer é acessar o site da sua corretora e, em poucos cliques, está feito.

Assim, você se livra dos anúncios, corretores e trâmites burocráticos de um imóvel.

Liquidez

Os FIIs possuem liquidez maior do que um imóvel. Com eles, você tem a liberdade de vender as suas cotas no momento que quiser.

Assim, basta entrar no seu home broker e realizar a sua oferta. Com um imóvel físico, isso pode acabar não sendo tão fácil assim, podendo demorar meses ou até anos para que a sua venda seja concluída. 

Custos de compra e venda

Uma das vantagens de aprender como comprar um fundo imobiliários, é saber que seus custos são basicamente os de corretagem cobrado pela corretora.

Porém, aqui na Rico, você não paga a taxa de corretagem para investir em fundos imobiliários. Então, você pode começar a investir em FIIs agora mesmo sem custos.

Em contrapartida, os imóveis físicos possuem a comissão da imobiliária, além dos gastos com cartório e tributos. 

Diversificação

Os FIIs são ótimos ativos para quem quer diversificar. Isso acontece porque o próprio setor de atuação é diferenciado quando comparado com outros tipos de ativos. 

Além disso, em sua composição pode haver mais de um imóvel ou diversos papéis. Dessa forma, com apenas uma cota, você tem acesso a um portfólio completo.

Maior rentabilidade

A rentabilidade dos Fundos Imobiliários costuma ser maior do que a de um imóvel físico. Normalmente, um fundo é composto por empreendimentos usados por grandes empresas e shoppings de grandes cidades. 

O potencial de valorização é bastante alto e também existe o recebimento dos aluguéis mensais. Em um imóvel, por outro lado, se o inquilino sair, você acaba não tendo retornos em um determinado período. 

Isenção de Imposto de Renda

Ao contrário do que acontece com os aluguéis recebidos em um imóvel, a renda recebida dos FIIs é isenta de Imposto de Renda para pessoas físicas. Ou seja, é mais dinheiro no seu bolso. 


Como Investir em Fundos Imobiliários em 7 Passos Simples

Uma mulher sorridente, com camisa social, pesquisa sobre como investir em fundos imobiliários em seu notebook. Ao lado, na mesa, há papéis, uma xícara de chá e um celular.

Investir em FIIs pode ser ainda mais fácil se você for cliente Rico

Aprender como investir em fundos imobiliários não é difícil, muito pelo contrário. Principalmente se você o fizer em uma corretora de confiança e 100% digital, como a Rico

Passo 1: Escolha uma corretora de valores de confiança

O primeiro passo é pesquisar por uma corretora de valores de confiança, como a Rico. Aqui, seu cadastro é gratuito e pode ser feito em menos de 10 minutos. Dessa forma, você conta com diversos benefícios, como:

  • Acesso à plataforma de investimentos Rico
  • Simulador de investimentos Rico
  • Acesso a uma carteira recomendada somente de Fundos Imobiliários
  • InvesTV (salas de aulas ao vivo com especialistas para tirar dúvidas sobre investimentos)
  • Acesso aos melhores investimentos do mercado em renda fixa, variável e fundos de investimento

Para isso, você precisa acessar a página de cadastro e seguir o passo a passo:

cadastro-rico.png

Tudo o que você precisa é ter um CPF válido e um e-mail, a fim de ter uma conta de investimentos sem taxas, com a segurança de um internet banking.

Dessa forma, você também poderá visualizar seus investimentos e realizar suas aplicações pelo computador ou pelo celular.

Passo 2: Defina suas metas e prazos

Antes de investir de fato, você precisa saber quais são seus objetivos e prazos.

Você precisará do dinheiro a curto, médio ou longo prazo? Busca mais rentabilidade para crescer o seu patrimônio ou quer apenas proteger o seu capital, mas sem deixá-lo parado?

Com essas respostas você conseguirá direcionar a sua escolha de forma mais assertiva e rentável.

Passo 3: Escolha o fundo imobiliário mais adequado para seus objetivos

Depois de definir quais são os seus objetivos financeiros, você deve escolher o fundo imobiliário mais adequado para alcançá-los.

Para isso, é só ficar atento aos detalhes de cada fundo imobiliário, como as taxas, histórico de rendimento e prospecto (onde é descrito o portfólio do fundo).

Passo 4: Simule diferentes fundos imobiliários

Antes de investir em fundos imobiliários, é interessante que você simule seus resultados. 

Assim, fica mais fácil ter uma ideia da rentabilidade pretendida em cada um deles, sem que você precise investir de fato para conhecer esses possíveis resultados. Contudo, trata-se de um investimento em Renda Variável, ou seja, rentabilidade passada não garante o retorno futuro.

Passo 4: Simule diferentes fundos imobiliários

Investir em um ativo é como comprar alguma coisa. Você precisará de dinheiro para adquirir as cotas do fundo imobiliário. Então, faça um TED de mesma titularidade da sua conta corrente para a sua conta na Rico.

Para saber os seus dados (banco, agência e conta), faça login na Rico e visualize-os no canto superior direito.

Transfira o valor que você deseja investir. Se desejar realizar aplicações mensais, é recomendado que você configure a sua conta corrente do banco para transferir mensalmente um valor para sua conta de investimentos.

O dinheiro deve entrar no mesmo instante que você fizer o TED. 

Passo 6: Envie a ordem

Essa é uma das partes mais fáceis. Com poucos cliques, você digita o código do fundo em seu Home Broker, digite o número de cotas a serem compradas e envia a sua ordem de compra ao mercado.

Pronto! Agora você é um investidor!

Passo 7: Não retire o dinheiro antes de cumprir o seu objetivo

É muito importante que você tenha autocontrole após realizar o seu investimento. Algumas pessoas cometem o grande erro de investir em FIIs para vender as cotas logo depois.

Por isso, é importante que você tenha uma reserva financeira de emergência, a fim de usá-la em situações mais imediatas. O seu dinheiro aplicado deve permanecer investido até que ele chegue no momento certo para o resgate, aquele que foi previsto em seu planejamento de investimento.


O Que Você Precisa Saber Antes de Investir em FIIs

Uma moça de óculos, em uma sala, sentada no sofá e mexendo em um notebook, que está sobre uma mesa de madeira, em referência a como investir em fundos imobiliários.

Nunca faça um investimento sem entender todos seus detalhes

Antes de investir em um fundo imobiliário, é importante que você conheça algumas de suas características, como as taxas que são cobradas. 

Confira-as a seguir:

Taxa de administração

O tempo que você vai economizar ao colocar seu investimento nas mãos dos gestores de um fundo tem um preço. Ele é representado pelas taxas de administração e de performance. Essa é a recompensa do gestor de qualquer fundo de investimento.

Isso também é bom para o seu dinheiro, pois vai estimular o gestor a apresentar resultados cada vez melhores.

Alguns fundos não possuem a taxa de performance. Então, para conhecer as taxas do fundo preterido antes de investir, conheça as suas características. 

Rendimento

A rentabilidade dos Fundos Imobiliários varia bastante. Isso acontece porque os lucros dependem de vários fatores, como situação do setor, da composição do patrimônio e do valor das cotas. 

Normalmente, os FIIs que possuem imóveis bem localizados costumam gerar retornos mais atrativos do que aqueles que estão em regiões mais afastadas, por exemplo. 

Neste caso, o funcionamento se dá como o próprio bem físico. Então, se você tem uma sala comercial em um ponto de alta circulação de pessoas, por exemplo, a valorização é maior do que para a mesma sala em um local menos movimentado.

Além do rendimento das cotas em si, os Fundos Imobiliários pagam aluguéis mensais. No entanto, eles também estão sujeitos a oscilações.

Neste ponto, entra o conceito de vacância. Esta consiste no preenchimento das unidades disponíveis.

Assim, quando um determinado imóvel está totalmente alugado, os rendimentos são mais altos do que em épocas em que os inquilinos saem. 

Quando o assunto é o fundo de papel, os aluguéis também estão relacionados ao comportamento de alguns indexadores como, o CDIIGP-M e a taxa Selic. Dessa forma, se eles sobem, os dividendos também aumentam. 

Taxa de corretagem

Aqui na Rico,  você não paga taxa de corretagem para investir em fundos imobiliários. É isso mesmo! Com a gente você conta com uma taxa ZERO para realizar suas aplicações nesse tipo de investimento.

IOF e Imposto de Renda

Ao contrário do que acontece com os aluguéis recebidos de uma propriedade direta, a renda recebida dos Fundos Imobiliários é totalmente isenta de Imposto de Renda para pessoas físicas. Ou seja, isso significa mais dinheiro no seu bolso!

Liquidez

Os Fundos Imobiliários possuem alta liquidez. Assim, você pode vender as suas cotas a qualquer momento. 

Também é importante que você não se preocupe muito com o valor da cota, pois um fundo caro nem sempre é um mau negócio.

Isso acontece porque sempre há um motivo para os investidores entrarem em um fundo mesmo acima do preço, que pode ser por uma boa liquidez ou alta rentabilidade.

Ainda está em dúvida sobre investir em fundos imobiliários baratos? Então, confira este vídeo que compartilhamos em nosso canal recentemente, com o analista-chefe, Roberto Indeech:


Conclusão

Três pilhas de moedas do mesmo tamanho com brotos de plantas nascendo no topo. Há uma miniatura de casinha atrás, em referência a como investir fundos imbomiliários.

Pronto para investir em fundos imobiliários de qualidade?

Investir em fundos imobiliários pode ser uma boa alternativa para os investidores que possuem algum tipo de interesse nesta área e estão em busca de uma renda mensal. 

Com eles, você poderá obter lucros com as valorizações das cotas e também com o recebimento dos aluguéis. 

Além da taxa zero de corretagem, aqui na Rico você encontra a seleção de FII´s recomendadas pela nossa equipe de análises. Afinal, não basta ter custo ZERO, é importante saber onde investir. 

Dessa forma, saber como investir em fundos imobiliários é uma etapa essencial para ter sucesso com esse tipo de ativo.

Para escolher o fundo mais apropriado para a sua carteira, você precisa analisar a sua composição, os seus gestores, a lucratividade e os riscos oferecidos. 

Além disso, considerar o seu perfil de investidor é fundamental para fazer uma boa aquisição. 

Aqui na Rico, nossos especialistas estão sempre à disposição para auxiliar na sua escolha. Além disso, você também pode contar com a nossa carteira recomendada de FIIs. Então, aproveite e invista o seu dinheiro agora mesmo!

Gostou deste artigo? Então deixe o seu comentário com sugestões. 

Continue a aprender sobre investimentos através destes outros artigos do nosso blog: