Realize suas metas em 2024! Acesse o ebook "Da meta ao investimento" e conheça os melhores investimentos para realizar seus objetivos.

26/12/2023 08:00:00
11 minuto(s) de leitura


Tesouro Educa+: O melhor investimento para a educação

O Tesouro Educa+, um título público que proporciona vários benefícios para quem procura ter um futuro educacional garantido. Confira!


Compartilhar:
Imagem ilustrativa de moedas e ícones que representam dinheiro e pessoas, em referência ao tesouro renda mais.

Entre tantas alternativas e possibilidades de investimentos, uma das mais importantes é investir na educação, especialmente quando o assunto é o futuro profissional dos filhos. E é por isso que o Tesouro Educa+ aparece com uma solução para muitas pessoas.

Custear a educação dos filhos é uma das grandes preocupações dos pais, principalmente quando chega uma das etapas mais importantes, que é o Ensino Superior. Nesse contexto, o Tesouro Educa+ é a opção para quem quer montar uma reserva financeira destinada à educação.

Desse modo, se torna possível garantir o acesso dos filhos à faculdade, de forma segura e com um bom planejamento financeiro.

A seguir, abordaremos alguns tópicos relevantes acerca do tema, como o que é o Educa+, quais as características, taxas, riscos e vantagens que ele apresenta. Para saber mais, prossiga a leitura.

O que é o Educa+?

O Tesouro Educa+ consiste em um título público com o objetivo de ajudar famílias a investirem nos custos educacionais de seus filhos. É possível afirmar que o Tesouro Educa+ é uma reserva financeira, disponibilizando uma remuneração associada ao IPCA.

Isso quer dizer que ao investir nesse título público, você efetua uma espécie de “empréstimo” para o governo. E em troca, você recebe esse valor acrescido de juros.

Lançado em agosto de 2023, o Educa+ é uma parceria do Tesouro Nacional com a Bolsa de Valores (B3).

Na prática, o Educa+ possibilita que pais e responsáveis apliquem mensalmente um valor para auxiliar, posteriormente, o planejamento financeiro dos filhos por meio de uma renda capaz de custear os estudos.

Além disso, vale destacar que o dinheiro pode ser usado para vários propósitos. Sendo assim, será possível realizar o pagamento das parcelas de uma graduação, as despesas de um intercâmbio ou os gastos com materiais, por exemplo.

Invista no Tesouro Educa+ e planeje o furuto educacional dos seus filhos. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Como funciona o Tesouro Educa+?

O funcionamento do Tesouro Educa+ apresenta uma base semelhante ao do Tesouro RendA+. Enquanto o RendA+ é destinado para auxiliar na aposentadoria, o Educa+ é uma reserva financeira para ajudar estudantes.

Portanto, quem quer investir nesse ativo, vai investir basicamente na acumulação de títulos durante um determinado período de tempo.

Quando o filho atingir a idade para iniciar os estudos na universidade, ele passa a contar com os resultados desse investimento. Esses lucros são recebidos mensalmente, pelo período de 5 anos, que normalmente é o tempo que duram os cursos de graduação.

O Tesouro Educa+ permite um investimento inicial a partir de R$30 por mês, entre 3 a 18 anos. Também é importante lembrar que há a possibilidade de armazenar dinheiro desde o nascimento da criança ou durante o período em que eles estão no Ensino Fundamental, por exemplo.

Outro aspecto fundamental que permite a melhor compreensão sobre como funciona esse tipo de investimento, é conhecer dois elementos considerados essenciais.

Período de acumulação

Esse período consiste num determinado prazo em que o investidor realiza aportes mensalmente em um título a ser escolhido por ele. O objetivo com isso é constituir uma reserva financeira capaz de permitir que, futuramente, o investidor receba a renda mensal devidamente corrigida pela inflação.

Período de conversão

Nesse período, o investidor está apto a receber tudo o que investiu, incluindo juros. Os prazos para efetuar o investimento são menores e normalmente um período que pode ser de 3 a 18 anos.

Diante disso, durante o período de conversão, o investidor vai receber pagamentos mensais por 5 anos. Tal característica é diferente do Tesouro RendA+, que conta com um prazo para recebimento que abrange 20 anos.

Também é essencial destacar que os pagamentos iniciam sempre no mês de janeiro de cada ano, sempre durante a primeira quinzena. Além do mais, o título vencerá no dia 15 de dezembro do respectivo ano ao realizar o último pagamento mensal.

Devido a essas características, o Tesouro Educa+ surge como uma solução relevante para viabilizar o planejamento financeiro dos jovens.

Quais as taxas e custos do Tesouro Educa+?

O Tesouro Educa+ é constituído por uma taxa prefixada que denota variações conforme o prazo de aplicação. Ele também conta com a variação do IPCA, que significa o Índice de Preços ao Consumidor Amplo.

Vale ter em mente que o IPCA é considerado um dos indicadores econômicos mais importantes do país, pois o seu objetivo é mensurar a variação de preços de uma cesta de produtos e serviços consumida pela população, demonstrando com isso as variações mensais.

Uma das taxas do Educa+ é a taxa de custódia. Ela é cobrada sobre o serviço de registro de uma aplicação ou ativo financeiro. Quem efetua a cobrança dessa taxa pode ser uma instituição financeira ou a B3, a Bolsa de Valores brasileira.

Quando se fala em Tesouro Educa+, a taxa de custódia não será cobrada se o investidor manter os títulos até a data de vencimento.

Sobretudo, caso se deseje vender o título e retirar o investimento antes do prazo de vencimento, uma taxa de custódia regressiva será cobrada. Os valores de resgate variam dentro de períodos que vão de 0 a 7 anos, de 7 a 14 anos e até mesmo superior a 14 anos.

Também é importante destacar que o Educa+ possui Imposto de Renda sobre os investimentos. A lógica, nesse caso, é a mesma que ocorre com outros títulos públicos. Sendo assim, quanto mais tempo você investir em recursos, menor será o Imposto de Renda descontado no resgate.

Quais são as vantagens do Tesouro Educa+?

Imagem ilustrativa de moedas caindo, em referência ao tesouro renda mais e suas vantagens.

O Tesouro Educa+ é um investimento do Tesouro Direto,  que apresenta vários benefícios quando se trata de promover um planejamento financeiro capaz de facilitar o acesso ao ensino superior e os estudos dos jovens. Entre as principais vantagens, é possível mencionar as mais evidentes a seguir.

Segurança

Títulos públicos são considerados bastante seguros, inclusive, não são afetados pela presença da inflação. Entretanto, as chances do governo não honrar suas dívidas são mínimas e isso torna o ativo com um risco de investimento bastante baixo.

Custo acessível

O valor de início e os gastos mensais são relativamente baixos. Também é importante lembrar que a taxa de custódia pode ser inexistente, assim como não há taxa de corretagem.

Rentabilidade

É um investimento considerado bastante rentável, pois conta com uma renda mensal e também recursos importantes, como o período de conversão e o período de acumulação.

Facilidade

O processo de realização de investimento é bastante acessível, intuitivo e pode ser feito de modo digital, direto do aplicativo da Rico.

Invista no Tesouro Educa+ e planeje o futuro educacional dos seus filhos. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Liquidez

Caso se considere conveniente, é possível vender os títulos. Isso pode ser feito depois de 60 dias.

Variedade

Você pode optar por mais de dez títulos disponíveis com prazos de vencimento acessíveis, trazendo várias possibilidades e oportunidades.

Quais os riscos do Tesouro Educa+?

Apesar das vantagens evidentes, também não custa destacar que o Educa+ traz alguns riscos. Vamos entender quais são?

Risco de mercado

O Tesouro Educa+ apresenta o risco de alterações no valor do título antes mesmo do vencimento resultantes de oscilações nas condições de mercado. Sendo assim, se o risco de mercado sobe, as taxas também sobem. Com isso, o preço desvaloriza e vice-versa.

Portanto, é sempre bom saber que quanto mais longo o título, maior será a possibilidade dessas oscilações.

Risco de crédito

Consiste no risco do governo federal quebrar. Trata-se de um risco bastante mínimo.

Risco de liquidez

Também conhecido como o risco de não ter condições de liquidar, ou resgatar, um determinado ativo no prazo esperado.

Um ativo que possui alto risco de liquidez é aquele que pode demorar para serem vendidos. Ele apresenta uma data fixa para o resgate em um futuro distante ou que só pode ser vendido ou resgatado caso o investidor reduza o seu preço.

Esse risco de liquidez pode implicar em abrir mão de todo lucro ou boa parte dele envolvido.

Lançado em 2023, o Tesouro Educa+ consiste em um investimento que tem o objetivo de facilitar o acesso ao ensino superior, bem como viabilizar um melhor planejamento financeiro, pois permite aos pais investirem nos custos da educação dos filhos.

O Educa+ conta com o período de acumulação e o período de conversão, que são dois conceitos capazes de facilitar essa reserva financeira.

Assim como qualquer investimento, o Tesouro Educa+ apresenta alguns riscos e também vantagens. Porém, diante de um planejamento consistente, é possível minimizar esses riscos e se beneficiar das possibilidades que o Educa+ disponibiliza.

Clique e abra sua conta na Rico