Você já parou para pensar na importância de planejar o futuro educacional dos seus filhos? Essencial, não é mesmo? Pois o Tesouro Direto, programa de venda de títulos públicos pela internet, está preparando uma grande novidade que pode transformar a forma como as famílias encaram esse desafio.

Hoje, dia 01 de agosto, foi lançado um título específico para o custeio da educação, permitindo que os pais construam uma reserva financeira customizada para garantir o acesso dos filhos à universidade privada. Vamos conhecer mais sobre essa inovadora ferramenta e investimento?

Tesouro Educa+: Planejamento financeiro para o sucesso acadêmico

O novo título, conhecido como “Tesouro Educação”, ou Tesouro Educa+, traz uma proposta revolucionária para o planejamento educacional dos filhos. A ideia é simples, porém poderosa: os pais podem comprar esses títulos ao longo de 3 a 18 anos, como uma poupança pensada exclusivamente para o pagamento da universidade privada dos pequenos.

Imagine ter uma reserva financeira especial, pronta para garantir o ciclo universitário dos seus filhos desde o momento do nascimento deles!

Essa possibilidade é uma aposta no sucesso acadêmico das futuras gerações. O objetivo é oferecer às famílias uma forma inteligente de investir no futuro, com segurança e planejamento. Através do Tesouro Educa+, o caminho para uma formação acadêmica sólida e promissora fica mais claro e acessível.

Conceitos básicos

  • Período de Acumulação: investidor poderá acumular títulos respeitando a limitação de compra mensal de 1 milhão de reais por CPF no Tesouro Direto.
  • Período de Conversão: é o período pós-data de conversão (data escolhida para recebimento da renda extra) em que o investidor receberá rendas mensais futura, que será iniciado na data escolhida pelo investidor, a partir do dia 15 de janeiro do ano escolhido pelo investidor.
    Com a escolha de um título pela data de conversão (Ex. TD Educa+ 2040), o investidor fará a compra das quantidades, acumulando recursos neste título para recebimento de fluxos mensais a partir de 15 de janeiro de 2040.
  • Vencimento: data de vencimento do título, data após a qual não haverá mais pagamentos a serem feitos para o investidor.

IMPORTANTE: Os aportes podem ser realizados até um dia antes da data de conversão.

Como funcionará o Tesouro Educa+?

O investidor que decidir aplicar no Tesouro Educa+ terá duas fases: a primeira, de acumulação, quando fará aportes específicos no título com uma determinada data de conversão do título, para quando os filhos chegarem na data de entrar na Universidade.
Depois, na data de conversão, o investidor receberá o dinheiro aplicado mais o rendimento de forma mensal, em até 60 vezes, a partir de 15 de janeiro do ano de sua data de conversão. Essa fase, quando os títulos passam a ser amortizados, será chamada de Período de Conversão.

Veja no gráfico abaixo um exemplo de Título com data de conversão em 2040:

Note no gráfico que o Período de Acumulação vai de 2023 até 2039, sendo a Data de Conversão 15 de janeiro de 2040. A partir dessa data, nos próximos 60 meses (5 anos) será o Período de Conversão, onde o investidor receberá o valor que investiu + a rentabilidade em todo o período.
Após 60 meses, será a data de vencimento do título. Ou seja, não haverá mais pagamentos ao investidor relacionados ao título. Por isso, ao escolher seu título, atente-se para não confundir a data de conversão com a data de vencimento.

O Tesouro Educa+ será um título de rendimento híbrido: ele terá uma taxa fixa de remuneração, mais a variação da inflação (IPCA) do período. Com isso, ele tende a ter rendimento superior ao da poupança, além de ser uma excelente alternativa para a preservação do patrimônio no longo prazo contra a inflação.

Características básicas do produto

Proteção aos efeitos da inflação: poder de compra garantido ao longo do tempo, dando muito mais segurança para você planejar seu futuro.

Liquidez: os títulos do Tesouro Educa+ possuem carência de 60 dias, após esse período, caso precise, você poderá vender seus títulos ao preço de mercado, para se replanejar financeiramente. Mas vale destacar que essa venda pode incorrer em prejuízo, a depender de movimentos de mercado. Por isso, planeje-se de acordo com seus objetivos!

Fácil de investir: com a calculadora do Tesouro Educação você pode simular quanto vai precisar investir, e por quanto tempo, para atingir sua meta de renda extra no futuro.

Variedade: existem dezesseis títulos diferentes do Tesouro Educação, assim fica fácil para o investidor escolher o que mais se encaixa nos seus planos.

Quais são os riscos e impostos envolvidos?

Por ser um título público, o Tesouro Educa+ é de baixo risco. Afinal, as chances de um governo não arcar com suas dívidas são mínimas, tornando os títulos públicos uma opção com menor risco de investimento.
Quanto aos impostos, o Tesouro Educa+ seguirá a tabela regressiva de Imposto de Renda (IR), com cobrança de alíquotas decrescentes conforme o tempo de investimento.
Importante também destacar que não haverá taxa de custódia para quem receber até quatro salários mínimos nos pagamentos mensais futuros ou manter o título até o vencimento. Acima disso, será cobrada uma taxa de 0,10% ao ano sobre o excedente.

Benefícios além da educação: garantias para aluguel e financiamentos

Mas as novidades não param por aí! O Tesouro Direto também estuda utilizar esses títulos como garantias para aluguel de imóveis e financiamentos, incluindo a aquisição de automóveis. Isso significa que as instituições financeiras terão mais segurança ao oferecer linhas de crédito, o que pode se traduzir em juros mais baixos para os clientes.

Para quem está alugando um imóvel, essa mudança pode trazer facilidades significativas. Os títulos poderão cobrir o depósito-caução, tornando o processo mais ágil e seguro. Afinal, muitas vezes, depositar três aluguéis para o locador ou buscar um fiador pode ser um desafio. Com essa inovação, a questão financeira do aluguel pode se tornar mais fluida e acessível.

Empresas também entram na jogada: benefícios para funcionários

Outra perspectiva interessante é que as empresas poderão contribuir com o investimento no Tesouro Educa+, oferecendo esse título como benefício para os filhos de seus funcionários. O funcionamento será similar aos fundos de pensão fechados, em que tanto a empresa quanto o funcionário fazem depósitos para garantir o futuro educacional das crianças.

Essa parceria empresa-funcionário cria uma rede de apoio e suporte para as famílias, permitindo que o ciclo universitário seja uma realidade para os jovens talentos do país.
É uma forma de valorizar os colaboradores e incentivar a educação financeira e o planejamento futuro.

Com todos esses benefícios e oportunidades, o Tesouro Educa+ é uma excelente oportunidade de garantir um futuro brilhante para seus filhos!



Elaborado por:

Bruna Sene, CNPI-T 1847

1) Este relatório de análise foi elaborado pela Rico Investimentos, que é uma marca da XP Investimentos CCTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM nº 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.

2) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor.

3) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico.

4) O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Resolução CVM nº 20/2021 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório.

5) Os analistas da Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP.

6) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor.

7) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes.

8) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.

9) SAC. 0800 774 0402. A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800-722-3730.

10) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Rico: https://www.rico.com.vc/custos. 11) A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 

12) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 

13) Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor.