Realize suas metas em 2024! Acesse o ebook "Da meta ao investimento" e conheça os melhores investimentos para realizar seus objetivos.

19/07/2023 13:26:29 • Atualizado em 20/02/2024 10:07:31
15 minuto(s) de leitura


Tesouro Direto ou LCI? Qual vale mais a pena?

Escolher entre Tesouro Direto ou LCI pode gerar muitas dúvidas, mas escolher o melhor investimento pode ser um processo descomplicado com a Rico! Descubra qual é a aplicação mais adequada para os seus objetivos e como investir no nosso guia sobre o tema.


Compartilhar:
Mulher busca informações em seu notebook sobre o que é melhor: Tesouro Direto ou LCI.

Você sabia que o Tesouro Direto e a LCI podem ser excelentes investimentos para os iniciantes?

Escolher entre Tesouro Direto ou LCI costuma ser uma das dúvidas mais comuns quando o assunto é renda fixa.

Afinal de contas, os dois investimentos são muito conhecidos pelo rendimento e segurança.

No momento atual do mercado financeiro, investir na aplicação certa pode fazer toda a diferença para conquistar os seus objetivos.

Tenha em mente que mesmo que ambos sejam investimentos de renda fixa, há uma série de características distintas, como as taxas e tributos. Assim, é preciso ficar atento e escolher a mais adequada para a sua carteira.

Diante disso, preparamos um artigo completo com tudo o que você deve saber antes de investir em LCI ou Tesouro Direto para trazer os rendimentos esperados sem abrir mão da segurança.

Investir em Tesouro Direto ou LCI? Entenda as diferenças!

Investir em Tesouro Direto ou LCI não é a mesma coisa. Basicamente, a semelhança delas é que são investimentos de renda fixa.

[Ebook] Guia completo sobre investimentos

Quer aprender como fazer seu dinheiro render e trabalhar para você? Aprenda tudo neste guia completo da Rico sobre investimentos.

Preencha seus dados e faça o download!

Enviando...

Ao prosseguir, você autoriza que a Rico colete seus dados pessoais de acordo com nossa Política de Privacidade. 

envio com sucesso

Agradecemos o download!

Aproveite as informações do material e descomplique a sua vida financeira com a Rico.

 

Download

Então, na tomada de decisão, você precisa saber sobre as diferenças de cada uma delas. Para ajudá-lo, vamos detalhar ponto a ponto. Confira:

Características da Letra do Crédito Imobiliário

A LCI é um título emitido pelos bancos. O seu funcionamento é semelhante a um empréstimo, ou seja, você o compra e empresta o seu dinheiro ao emissor.

Em troca, você receberá uma taxa de rendimento anual, que é a definida no momento da compra. Ela pode ser ofertada sob dois tipos: prefixada ou pós-fixada.

A primeira consiste em uma rentabilidade fixa, por exemplo, 12% ao ano. Assim, na aquisição você já sabe exatamente o quanto será resgatado na data do vencimento.

No pós-fixado, a métrica consiste em uma taxa de rendimento atrelada a um indexador da economia, como 97% do CDI ou 5% + IPCA. Desta forma, você terá apenas uma previsão do montante futuro.

Uma das características de destaque da LCI é a isenção de taxas, ou seja, este é um investimento totalmente livre de taxas e impostos.

Em relação à segurança, o seu perfil de risco é baixo, pois conta com a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Então, caso o emissor quebre, você não perde o que investiu.

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Características do Tesouro Direto

A imagem mostra algumas moedas empilhadas e ícones em referência aos investimentos em tesouro direto.

O Tesouro Direto também funciona como um empréstimo. Neste caso, você emprestará o seu dinheiro para o governo.

Como o Estado é a máxima instituição financeira do país, este investimento é considerado como o mais seguro do mercado financeiro. Ele supera, inclusive, a tão estimada poupança.

O Tesouro Direto é ofertado sob três tipos:

  • Prefixado: possui taxa de rentabilidade fixa, por exemplo, 9% ao ano. Ele é subdividido em dois tipos: Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais.
  • Atrelados à inflação: este título possui taxa de rendimento híbrida, ou seja, há uma parte fixa e outra variável, por exemplo, 4,5% + IPCA. Ele pode ser ofertado nas seguintes siglas: Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais.
  • Indexado à taxa Selic: é o ativo mais conhecido do Tesouro Direto. O seu rendimento é exatamente a taxa Selic em vigor. Portanto, ele é ofertado como Tesouro Selic.

Assim como na LCI, o Tesouro Direto também possui uma data de vencimento que é definida no momento da compra. Mas, ela pode ser mais longa, por exemplo, resgate no ano de 2035 ou em 2050.

Um dos pontos de destaque dos títulos públicos está na sua acessibilidade. Com valores a partir de R$ 30,00, você já se torna um investidor.

Qual o rendimento da LCI?

Investir em LCI vale a pena hoje em dia?

O rendimento da LCI varia de acordo com o seu emissor. Geralmente, ela é ofertada com uma taxa pós-fixada em torno de 80% a 110% do CDI.

De acordo com os especialistas, um investimento com rentabilidade justa deve pagar, ao menos, 100% do CDI. Mas, como esta aplicação é isenta de tributos, o seu retorno líquido, mesmo abaixo deste limite, costuma ser vantajoso.

Assim, o ideal é que a LCI ofereça taxas acima de 95% deste indexador. Nos próximos tópicos, vamos mostrar como ela pode ser atrativa quando comparada a outros títulos da renda fixa que possuem taxas.

Qual o rendimento do Tesouro Direto?

O rendimento do Tesouro Direto depende, necessariamente, do tipo de título escolhido. Basicamente, todos eles têm performance próxima de 100% do CDI, ou seja, pagam rentabilidades justas ao investidor.

Outro fator que determina o retorno deste investimento é o juro futuro. Ele representa a expectativa do mercado em relação à taxa Selic no curto, médio e longo prazos.

De acordo com o cenário interno e externo, os investidores precificam esses juros, que por sua vez, refletem na taxa de rentabilidade oferecida nos títulos disponíveis para a compra.

Por isso, tanto o rendimento, quanto o valor nominal dos papéis mudam diariamente. Quando a expectativa é de que a Selic vai subir no futuro, o preço dos ativos caem e o rendimento aumenta. O cenário contrário também acontece.

Este equilíbrio se deve ao risco do investimento. Mas, após a compra do seu título do Tesouro Direto nada muda, ou seja, se você o mantiver na carteira até a data do vencimento, a taxa de rentabilidade continua a mesma que foi acertada na aquisição.

As oscilações são importantes apenas na operação de venda antecipada. Neste caso, o rendimento líquido é calculado sobre o preço de mercado da data em que o ativo foi vendido.

Todos os dias, a Plataforma Rico traz o melhor da Renda Fixa com as Rentabilíssimas. Abra a sua conta e conheça!

Como investir em Tesouro Direto e LCI

Homem busca informações em seu tablet sobre o que é melhor: Tesouro Direto ou LCI.

Comece a fazer mais pelo seu dinheiro agora mesmo em apenas 6 passos:

Assim, montamos um passo a passo descomplicado para você fazer a melhor escolha ainda hoje. Veja:

  1. Escolha uma instituição financeira como a Rico: para investir em Tesouro Direto ou LCI, você precisa ter uma conta em uma instituição financeira de confiança. Priorize sempre as que já possuem anos de mercado, como a Rico.
  1. Abra a sua conta: insira os seus dados pessoais, crie um login e senha. Agora, é só aguardar o nosso retorno por e-mail.

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

  1. Transfira: faça a transferência dos recursos que serão utilizados para investir em Tesouro Direto ou LCI, da sua conta do banco para a conta da corretora através de TED de mesma titularidade.
  1. Entre na sua plataforma: ao entrar na sua conta, escolha a opção “Renda Fixa” para “LCI” ou “Tesouro Direto” para os títulos públicos. Aqui, você encontrará todas as aplicações disponíveis para você investir agora mesmo.
  1. Invista: para escolher entre o mais atrativo Tesouro Direto ou a melhor LCI, uma dica é utilizar os conhecimentos deste artigo e também o nosso Simulador de Investimentos. Assim, você já poderá ter uma previsão de quanto o seu dinheiro irá render até a data do vencimento.
  1. Compre: já sabe em qual investir, Tesouro Direto ou LCI? Então, clique em “Comprar”. Em seguida, informe a quantia que será aplicada, a sua assinatura eletrônica e clique novamente em “Comprar”.

Pronto! Você acaba de se tornar um investidor de um excelente investimento de renda fixa. Agora, você está mais próximo de alcançar os seus maiores objetivos!

Em síntese, investir em Tesouro Direto ou LCI é uma dúvida muito comum entre os investidores da renda fixa. Afinal, ambos oferecem bons rendimentos e segurança.

Então, para definir a sua escolha, faça o levantamento dos seus objetivos, por exemplo, comprar um imóvel ou fazer um intercâmbio.

Desta forma, você poderá avaliar se a liquidez é mais importante do que a rentabilidade ou se você quer investir sem pagar taxas.

Para investir sempre com segurança e rentabilidade, continue aprendendo sobre investimentos com estes outros artigos do nosso blog e no nosso canal do YouTube!

Clique e abra sua conta na Rico