outubro 27, 2021

Qual é o rendimento da poupança mensal e como calcular!  

Você sabe quanto é o rendimento mensal da poupança?

Segundo dados da Anbima, em 2019, 85% dos investidores brasileiros ainda deixavam o dinheiro na poupança, o que representa mais de 62,5 milhões de pessoas.

Apesar de muito popular, o rendimento da poupança mensal pode ser facilmente superado pelo rendimento de outros investimentos, como você verá nesse artigo.

Continue a leitura para conferir:

  • Qual o rendimento da poupança mensal
  • Como calcular o rendimento da poupança mensal
  • Funcionamento da Taxa de Juros Mensal da Poupança
  • Simulador de Rendimento da Poupança
  • Investimentos Melhores do Que a Poupança Para Começar a Investir

Qual o Rendimento da Poupança Mensal?

Antes de tudo: você sabe como funciona o rendimento da poupança?

O rendimento da poupança está relacionado à Taxa Selic e à Taxa Referencial. O cálculo é o seguinte: sempre que a Taxa Selic estiver abaixo de 8,5%, a correção da caderneta de poupança é equivalente a 70% desse valor; e, quando a Selic for maior que 8,5%, o rendimento da poupança será de 0,5% ao mês + a TR.

Observe alguns números históricos:

Rendimento Poupança: 2021

Em maio de 2021, a taxa de juros Selic estava a 3,5% ao ano + a TR (que não apresenta variação desde 2017) e, dessa forma, a poupança renderia cerca de 0,2% ao ano.

Rendimento Poupança: 2020

Em 2020, a taxa de juros Selic foi de apenas 2,11%, de modo que o rendimento da poupança mensal em 2020 ficou em 0,12%.

Rendimento Poupança:  2019

No cenário com a taxa de juros Selic a 6%, a taxa de juros da poupança foi de 70% do valor da Selic mais a TR, sendo de 4,20% ao ano e aproximadamente 0,34% ao mês (lembrando que os juros são compostos e portanto esse valor é aproximado).

A poupança não oferece rendimento diário. Isso significa que os ganhos são baseados nas taxas mensais e anuais. Então, se você retirar o dinheiro antes da data do aniversário da poupança, você pode perder rentabilidade.

Rendimento Poupança:  2018

Em 2018, não houve variação na taxa Selic ou na TR (Taxa Referencial), o que fez com que o cálculo de rendimento da poupança tenha ficado em 4,55% ao ano.

Como Calcular o Rendimento da Poupança Mensal

Uma mão adiciona uma moeda em um jarro de vidro. Ao lado, mais moedas empilhadas e, ao fundo, outra mão mexendo em uma calculadora, em referência ao rendimento mensal da poupança.
É muito simples calcular o rendimento da poupança

Em primeiro lugar, não se esqueça de verificar os números da Taxa Selic e da Taxa Referencial do ano em que estamos. Eles influenciam diretamente no rendimento da poupança.

Agora, para exemplificar os cálculos do rendimento da poupança mensal, vamos começar considerando a taxa Selic abaixo de 8,5%.

Nesse caso, se você escolher colocar R$100 na poupança no dia 11 de dezembro de 2018 (Selic a 6,5%), por exemplo, ela só rendeu nos dias 11 de cada mês.

Uma dica: a melhor estratégia é fazer seus depósitos na poupança antes dos dias 29, 30 e 31, já que o aniversário dessas datas ocorrem apenas no dia 01.

Então, a sua poupança renderá mensalmente 0,379% do valor investido.

Como calcular o rendimento da poupança anual?

Como você já aprendeu, o rendimento da poupança anual depende da taxa Selic e da TR (Taxa Referencial). Assim, para calcular o rendimento anual da poupança, é preciso ficar atento a essas duas taxas.

Índice da Poupança Anual

Caso a Selic esteja abaixo de 8,5%, o rendimento anual da poupança é de 70% em cima da taxa, ou seja, 4,55% ao ano, como já mencionamos. Mas também é preciso calcular o rendimento considerando o valor da inflação que precisará ser descontada do seu rendimento total com a poupança.

Isso é importante para manter o seu poder de compra. Em 2015, por exemplo, a poupança rendeu menos do que a inflação.

Compreender como funciona a taxa de juros mensal da poupança ajudará você a avaliar melhor a rentabilidade dessa aplicação.

Para entender o funcionamento da taxa de juros de forma mais fácil, é possível simular o investimento na caderneta de poupança.

Investimentos melhores do que a poupança para começar a investir

Agora que você sabe como funciona a caderneta de poupança e conhece a sua rentabilidade, iremos apresentar alguns investimentos alternativos à ela que possuem maiores taxas de rendimento.

Quem sabe um dos investimentos abaixo seja exatamente o que você estava procurando?

CDB

O Certificado de Depósito Bancário, conhecido como CDB, pode ser uma alternativa muito boa para sair da poupança.

O CDB é um título de renda fixa privada: nele você empresta dinheiro para o banco, que vai te devolver com correção de juros, a sua rentabilidade.

A taxa de juros varia de acordo com diversos fatores como: valor aplicado, prazo, entre outros. Tudo isso é definido no ato de compra do CDB.

A rentabilidade do CDB é definida na hora da contratação, mas existem dois tipos de CDB que oferecem rentabilidades diferentes.

Existem os CDBs pós-fixados, atrelados ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário), no qual os rendimentos são percentuais à variação do CDI no período e os CDBs indexados à inflação, ligados a índice de preços, como o IPCA e acrescidos de juros prefixados.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é uma das opções mais procuradas por investidores que estão começando agora.

Ele funciona de forma semelhante ao CDB, porém, nesse caso, o dinheiro é emprestado para o Governo Federal. Na hora de realizar o resgate, o Tesouro Nacional devolverá seu dinheiro com correção.

Investir no Tesouro Direto é bastante simples e você pode fazer de forma rápida e prática. Basta abrir uma conta em uma corretora, como a Rico escolher as melhores opções para você.

Você pode adquirir títulos em três modalidades diferentes, confira quais são e para quem são mais indicadas:

Tesouro Selic

O Tesouro Selic é indicado para quem busca mais segurança e alta liquidez. Isso significa que você pode resgatar o seu investimento a qualquer momento sem perdas de rentabilidade.

É o título do Tesouro Direto mais recomendado para quem está saindo da poupança. Também é indicado para formar a sua reserva de emergência, que é um fundo preparado para situações como uma perda de renda ou contas inesperadas.

A rentabilidade desse título rende aproximadamente o valor da taxa Selic.

Tesouro IPCA

O Tesouro IPCA é uma alternativa para quem busca rendimentos a médio e longo prazo. Ele é vinculado à inflação, ou seja, é considerado um investimento híbrido. O rendimento dele depende da combinação de um índice prefixado mais a inflação.

Trata-se de um ótimo investimento para quem deseja manter o seu poder de compra acima da inflação e pode esperar prazos mais longos.

Resgatar esse investimento antes do prazo de vencimento pode acarretar perdas ou ganhos, já que a venda do título depende da precificação do mercado no momento.

Tesouro Prefixado

O Tesouro Prefixado tem rentabilidade fixa e é ideal para os investidores que desejam saber exatamente qual será o rendimento final.

A rentabilidade do Tesouro Prefixado vai depender do tipo e prazo escolhido pelo investidor.

O Tesouro Prefixado 2025, por exemplo, é um título com taxa equivalente à 9,65% ao ano. Bem maior que o rendimento da poupança anual, não é mesmo? A única diferença é a cobrança de IR e a taxa de custódia, que não incidem sobre rendimentos da caderneta.

+ Abra sua Conta e comece a investir no Tesouro Direto

LCI E LCA

Outras duas opções para quem está procurando um investimento alternativo à poupança são os LCI e LCA.

A LCI é a Letra de Crédito Imobiliário. É um título de crédito remunerado pelo mercado imobiliário.

A emissão da LCI é feita por uma instituição financeira privada e a rentabilidade é geralmente próxima a 100% do CDI.

A LCI é um investimento de renda fixa. Por isso, oferece estabilidade para quem está buscando objetivos a longo prazo.

Além disso, a Letra de Crédito Imobiliário é uma aplicação de fácil resgate e com baixo risco.

A LCA é a Letra de Crédito do Agronegócio, um título de crédito emitido por instituições que podem ser públicas ou privadas. Esse capital será utilizado para o financiamento do Agronegócio.

Ao comprar uma LCA, você estará emprestando dinheiro para o setor agrícola e terá rendimentos variáveis, de acordo com o valor e o prazo escolhidos.

A LCA pode ter rentabilidade pré e pós-fixada e é isenta de IR e IOF.

Além disso, a LCA, assim como a LCI, oferece segurança para o investidor, sendo assegurada pelo Fundo Garantidor de Crédito.

Esses são alguns investimentos que você pode ter maiores rendimentos do que a poupança. Comece agora a investir nas melhores opções com a Rico.

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre rendimento da poupança mensal, sobre sua liquidez e quais os investimentos podem substituir a famosa caderneta, é hora de estudar e avaliar qual deles é a melhor oportunidade para você investir.

Se você está começando a investir, aqui na Riconnect você encontra todas as informações que precisa para fazer boas escolhas financeiras!

Como vimos, colocar dinheiro na poupança é seguro. No entanto, o rendimento é bastante reduzido em relação aos outros tipos de investimentos, como os apresentados acima.

Aplicar na poupança pode significar que você está perdendo oportunidades de fazer seu dinheiro render mais ao longo do tempo.

Quer começar a investir? Trocou a poupança por algum investimento mais rentável?

Nova call to action