Gol de CDB da Rico 250% do CDI: a cada fase que o Brasil avança na competição, você pode investir mais R$ 500 no produto

02/12/2022 13:00:00 • Atualizado em 02/12/2022 16:06:22
14 minuto(s) de leitura


COE: o que é Certificado de Operações Estruturadas? 

Conheça tudo sobre o Certificado de Operações Estruturadas (COE), um investimento com ótima relação de risco e rentabilidade. Confira!


Compartilhar:
Mulher com um notebook em seu colo, buscando entender o que é coe.

Você já ouviu falar no Certificado de Operações Estruturadas (COE)?  

Trata-se de um tipo de investimento que pode diversificar sua carteira e trazer mais rentabilidade para você. 

Graças a esse tipo de investimento, é possível combinar a proteção da renda fixa com a rentabilidade da renda variável

Neste conteúdo, você vai conhecer tudo sobre esse ativo que tem chamado a atenção de investidores que amam produtos com ótima relação risco e retorno. 

Quer saber o que é COE e quando investir em COE vale a pena? 

Siga com a gente! 

O que é o Certificado de Operações Estruturadas (COE)? 

Entender o que é COE é muito simples. Trata-se de um investimento com ótima rentabilidade e baixo risco. 

O Certificado de Operações Estruturadas possui um propósito semelhante ao CDB, LCI e LCA que conhecemos. Ou seja, é usado para captar dinheiro de investidores para os bancos. 

Em resumo, você estará emprestando dinheiro ao banco emissor. 

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.  

Assim, o COE funciona como títulos de investimento inspirados nas notas estruturadas, essas muito adquiridas na Europa e Estados Unidos. 

No Brasil, ele foi criado pela Lei 12.249, em 2010, a mesma usada na criação das letras financeiras.  

Depois, o COE foi regulamentado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em setembro de 2013 e passou a ser emitido dia 6 de janeiro de 2014. 

Já no ano de 2015, o Certificado de Operações Estruturadas ganhou regulamentação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) que possibilitou a distribuição por corretoras, como a Rico

Ou seja, ainda é um investimento relativamente novo. 

De forma prática, o COE permite que você faça investimentos mais complexos e lucrativos em ativos internacionais, ações, moedas, ETFs, índices e commodities. 

Tudo isso sem correr os riscos que um investidor de mercado futuro ou de opções corre: perder parte do seu capital inicial.  

O investidor que optar pelo COE atrelado à bolsa americana, terá a remuneração atrelada à variação dela. Assim como o investidor que optou pelo COE atrelado ao Dólar, não receberá em dólar, mas uma remuneração decorrente da variação do dólar.  

Em resumo, o COE reúne diversas características e possibilidades em um mesmo papel, permitindo que você invista com boas chances de ganho e sem risco de perder o seu capital, tendo em alguns casos até taxas fixas mínimas de retorno para aumentar a sua segurança. 

Sendo, então, o maior risco, perder a rentabilidade durante o processo e ficar no zero a zero, além do risco de crédito do banco emissor do COE. 

Como funciona o investimento em COE? 

Ao emitir o COE, o banco cria cenários para o desempenho de um ativo ou indexador. 

Assim, a rentabilidade do Certificado de Operações Estruturadas (COE) é atrelada sempre a uma cotação. 

Pode ser o Índice Ibovespa, variação cambial do dólar, commodities, índices de bolsas estrangeiras ou até mesmo ações de empresas internacionais. 

Hoje, 99% das estruturas tem capital protegido, ou até mesmo o capital protegido + taxa fixa no pior cenário, e ganho ilimitado. Ou seja, aplicando hoje, o cliente sabe qual o pior cenário (capital protegido) mas na maioria das estruturas, os ganhos são ilimitados. 

Por exemplo, você investiu em um COE indexado a bolsa americana com alta ilimitada. E, no vencimento a bolsa americana subiu seu valor em 80%.  

Nesse caso, você recebe todo o seu investimento inicial mais 80% de rentabilidade conforme combinado.  

Se a bolsa americana tivesse sofrido uma cotação negativa de -15%, você receberia o que investiu, sem perdas ou ganhos. 

Modalidades de investimento em COE 

O Certificado de Operações Estruturadas ocorre em duas modalidades. 

São elas: 

  • Valor Nominal Protegido: garante o valor principal investido. É a modalidade mais indicada para investidores que não querem arriscar o capital. 
  • Valor Nominal em Risco: possibilidade de perder até o limite do capital investido. Ou seja, perder todo o dinheiro investido, mas sem ficar com saldo negativo. 

A grande maioria dos COEs são emissões de Valor Nominal Protegido, ou seja, eles garantem a integralidade do seu dinheiro, mesmo em cenários de desempenho negativo. 

Tipos de ativos ou indexadores dos COEs 

Abaixo, listamos alguns tipos de ativos e/ou indicadores que podem acompanhar o rendimento do COE. 

  • Ações e Índices; 
  • Moedas; 
  • Commodities; 
  • Inflação
  • Juros; 
  • Ativos Internacionais; 
  • Metais (ouro e prata). 

Vale a pena investir em COE 

Mulher sentada olhando para um notebook, pesquisando sobre como investir em coe.

O investidor que optar pelo Certificado de Operações Estruturadas precisa ter um gosto moderado a riscos, pois o ativo pode dar um ótimo retorno, bem acima da renda fixa, mas também pode não render nada, em seu pior cenário possível. 

É aconselhável ter outros investimentos com boa liquidez e garantia de rentabilidade. 

Então, o COE é um ótimo investimento para investidores que buscam rentabilidade superior à renda fixa e diversificação. 

Para isso, é preciso entender qual o seu perfil de investidor para identificar quais os melhores tipos de investimentos são mais adequados para você. 

A melhor parte do Certificado de Operações Estruturadas é poder participar de novos mercados com oportunidades inéditas.  

Ou seja, uma ótima opção de variação para a sua carteira de investimentos. 

Ativos complexos e arriscados, até em cenários estrangeiros, são garantidos contra perda e simplificados dentro de um investimento de COE.  

Em vez de precisar acompanhar todo o mercado constantemente, basta olhar um indicador, pois o seu dinheiro estará sempre garantido contra indexadores negativos. 

A tranquilidade desse tipo de investimento de renda variável é uma ótima forma de começar a experimentar novos ativos e, quem sabe, seja a porta de entrada para novos investidores em mercados mais complexos. 

Nesse vídeo, explicamos um pouco mais sobre as vantagens de se investir em COE. 

Apesar das vantagens, não significa que o COE é um investimento que não possui riscos.  

Um dos principais riscos é o risco de crédito do banco emissor do COE. Dado o fato do produto não possuir proteção do Fundo Garantidor de Crédito, assim como os CDBs, por exemplo, na RICO distribuímos apenas COEs emitidos por bancos de primeira linha. 

Ou seja, outros títulos de renda fixa contam com a segurança e cobertura do FGC que assegura um valor de até R$ 250 mil por CPF ou CNPJ, por conjunto de depósitos e investimentos em cada instituição ou conglomerado financeiro, limitado ao teto de R$ 1 milhão, a cada período de 4 anos, para garantias pagas para cada CPF ou CNPJ. 

Quer investir com o máximo de segurança e rentabilidade? Abra sua conta na Rico!

Outro ponto que pode pesar negativamente no investimento é a já comentada baixa liquidez. 

Caso precise resgatar o valor aplicado com certa urgência, você encontrará dificuldade ou mesmo não conseguirá negociar o ativo. 

E se fizer isso antes do prazo de vencimento, correrá o risco de deságio, perdendo dinheiro. 

De maneira geral, o Certificado de Operações Estruturadas pode ser um ótimo investimento.  

No entanto, é preciso que se enquadre no seu perfil de investidor.  

Para isso, recomendamos que:  

  • Tenha investimentos de renda fixa; 
  • Possua um fundo de emergência; 
  • Seja um investidor de risco moderado. 

Assim, você garante uma rentabilidade mesmo com o pior cenário possível e alça voos mais altos com a característica de renda variável do COE.  

Mercados como o dólar e o de commodities são movidos por forças diferentes que o de renda fixa e até o de ações. 

Isso garante que, não importa para onde o mercado caminhe, você sempre estará ganhando. 

Esse é o maior benefício de não colocar todos os seus ovos na mesma cesta, não é mesmo? 

Isto é, a diversificação dos seus investimentos. 

Pronto para dar o próximo passo? 

É só abrir sua conta na Rico agora mesmo e dar o primeiro passo rumo à conquista dos seus sonhos! 

Agradecemos a leitura!