outubro 7, 2020

Ibovespa: O que é, como funciona, dúvidas comuns [Guia]  

Você sabia que o Ibovespa é um bom termômetro do desempenho das suas ações?

O Ibovespa é um dos indicadores mais importantes para entender sobre o mercado financeiro.

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar que ele caiu ou subiu tantos pontos em um dia. Mas o que significam os pontos do Ibovespa?

Basicamente, a pontuação revela as expectativas dos investidores e representa o ânimo do mercado.

Então, para investir em renda variável, principalmente em ações, você precisa conhecer o índice a fundo.

Ao entender a dinâmica do Ibovespa, o mercado poderá se tornar o maior aliado para atingir os seus objetivos.

Assim, se você quer ter resultados consistentes na renda variável, aqui é o lugar certo!

Neste artigo, você vai aprender tudo sobre este índice e a melhor forma para começar a investir ainda hoje:

  • O que é o Ibovespa?
  • O que significam os pontos do Ibovespa?
  • Histórico do Ibovespa
  • Como acompanhar o Ibovespa em tempo real
  • Como comprar as ações do Ibovespa
  • Como agir diante das altas e baixas do Ibovespa
  • Dúvidas comuns sobre o Ibovespa

Se você tiver qualquer dúvida, deixe um comentário no final da página.

Boa leitura!

Clique e baixe o ebook sobre como investir em ações na prática

O Que é o Ibovespa? E o Índice Ibovespa?

O Ibovespa significa Índice da Bolsa de Valores de São Paulo. Ele é o principal indicador de desempenho médio das ações listadas.

Basicamente, esse índice é uma carteira teórica de ações que contém os ativos que movimentam os maiores volumes de negociação, algo em torno de 80% do total diário. 

Entre eles, estão Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e Ambev (ABEV3).

A carteira do Ibovespa é reavaliada a cada quatro meses. Assim, a composição tende a variar ao longo do tempo.

No mercado, ele é muito conhecido como o índice Bovespa ou IBOV. Por conta da sua representatividade, o Ibovespa é considerado o benchmark da renda variável.

Então, se você quer saber como está o seu desempenho, basta compará-lo ao IBOV.

Caso ele esteja maior ou igual, em termos de valorização, é sinal de que os seus investimentos estão indo bem. 

O Que Significam os Pontos do Ibovespa?

Dois executivos sentados no sofá, olhando para um tablet, em referência ao acompanhamento do ibovespa
Cada ponto equivale a R$ 1. Então, com 100 mil pontos, o IBOV soma R$ 100 mil

A carteira teórica do Ibovespa é baseada na liquidez dos ativos expostos em bolsa.

Para acompanhar o seu desempenho, a B3 (bolsa de valores brasileira) desenvolveu uma pontuação.

Cada ponto equivale a 1 real.

Em outras palavras, se ele está em em 100 mil pontos, representa um portfólio com valor de R$ 100 mil. Ou seja, é o preço exato da carteira teórica das ações mais líquidas da B3.

Então, quando a pontuação do Ibovespa sobe, isso quer dizer que, na média, as ações que a compõem se valorizaram. Se ela cair, significa que boa parte dos papéis fecharam o dia no vermelho.

Essas variações refletem a expectativa dos investidores em relação aos ativos e ao cenário interno e externo.

Por exemplo, no dia 13 de agosto de 2020, o índice fechou com baixa de 1,62% em razão de aspectos externos (relacionados à economia dos Estados Unidos) e também internos (como indefinições na situação fiscal do Brasil).

Quando o Ibovespa fecha o pregão em alta, esse é um bom sinal para os seus investidores e para o mercado financeiro. 

Histórico do Ibovespa

Historicamente, o Ibovespa iniciou em 1968, com 100 pontos-base. Ao longo dos anos, o número de papéis participantes aumentou, bem como a valorização deles.

Os critérios utilizados são: liquidez, volume de negociação e participação do ativo nos pregões dos últimos doze meses. Eles têm se mantido os mesmos desde a criação do índice.

Em 2014, a B3, então chamada de BM&FBovespa, modificou a metodologia de cálculo e deixou de lado as ações que custam apenas centavos.

Além disso, a composição passou a tomar como base o preço de mercado dos papéis (free float) e decidiu-se que a participação máxima é de 20% por companhia.

Hoje, o índice é composto por cerca de 60 empresas dos mais distintos ramos, como varejo, commodities e fabricantes de bens de consumo. Dentre as mais antigas, estão o Banco Itaú, as Lojas Americanas e a Vale.

Com o passar do tempo, as companhias se desenvolveram e o Ibovespa superou os 100 mil pontos.

Em razão da crise global provocada pela pandemia do novo coronavírus, em 2020, o índice caiu e chegou a retroceder a 60 mil pontos.

Com a retomada da economia, a marca dos 100 mil pontos foi novamente alcançada.

Esse é mais um episódio a marcar o tradicional sobe e desce no índice.

O seu melhor ano foi 1991, em que ele retornou 316,38%. Enquanto que em 1990 foi a maior queda, que ficou em 74,11%. Essas grandes oscilações foram causadas pela alta inflação da época.

Nos últimos três anos, o Ibovespa tem vivido em uma verdadeira montanha-russa. Desde a crise econômica, ele já subiu mais de 165%. No geral, os resultados têm sido positivos para grande parte das ações.

Como o Índice Ibovespa é Calculado? 

O cálculo do Ibovespa é feito a partir do peso que a ação tem na carteira teórica e o valor de sua cotação no dia. 

É preciso multiplicar o peso da ação pela cotação para encontrar a contribuição daquele ativos, em pontos, para a formação do índice. 

Ao realizar essa operação com todas as ações da carteira, você vai encontrar o número de pontos do Ibovespa.

Vale destacar que as cotações das ações são acompanhadas a todo momento e o cálculo é feito automaticamente a partir dos novos valores.

Por isso, o Ibovespa oscila o tempo todo durante o funcionamento do mercado. 

Veja, na imagem abaixo, como essa oscilação se deu no dia 14 de agosto de 2020, quando o índice variou entre 100.469,44 (valor de abertura) e 101.353,45 pontos (fechamento), tendo a máxima do dia em 101.695,49.

ibovespa-rico-2020
Evolução do Ibovespa em um dia. Tela capturada em 14/08/2020.

Como a Carteira da Ibovespa é Composta? 

A carteira do Ibovespa é composta por ações escolhidas segundo critérios de representatividade do ativo no mercado. 

Apenas são elegíveis ações negociadas regularmente. Nesse caso, os papéis precisam estar presentes em pelo menos 95% dos pregões do último ano. 

Além disso, o volume financeiro dessas ações deve ser de, no mínimo, 0,1% do volume negociado no período. 

Ações de empresas em recuperação judicial e também as chamadas penny stocks (com cotação abaixo de R$ 1) não são elegíveis para a carteira do Ibovespa. 

As empresas que cumprem os requisitos são ordenadas segundo o índice de negociabilidade (IN), que considera a quantidade de negócios realizados, além do volume financeiro gerado a partir deles.

A carteira inclui as ações que representam, de maneira cumulativa, 85% das negociações efetuadas no período.

O peso que cada ação tem na carteira é definido pelo valor de mercado de todas as suas ações. 

Vale ressaltar que a metodologia do Ibovespa não permite que uma ação tenha participação maior do que 20% na carteira. 

Além disso, a carteira é revisada quadrimestralmente. 

Portanto, há três carteiras por ano. Uma com validade de janeiro a abril, outra de maio a agosto e, uma última, de setembro a dezembro. 

Ao final do período de vigência de cada carteira, os critérios para inclusão são revisados, bem como a participação e o peso de cada ação. 

Você pode consultar a carteira do Ibovespa na página da Bolsa de Valores

Quais Ações Compõem o Ibovespa

Como destacamos antes, atualmente o Ibovespa é composto por mais de 60 ações, entre ordinárias e preferenciais.

Entre elas, estão as seguintes:

  • B3SA3 – ação ordinária da B3
  • ITUB4 – ação preferencial do Itaú Unibanco
  • PETR4 – ação preferencial do Petrobras
  • BBDC4 – ação preferencial do Bradesco
  • PETR3 – ação ordinária do Petrobras
  • ABEV3 – ação ordinária da Ambev
  • MGLU3 – ação ordinária da Magazine Luiza
  • WEGE3 -ação ordinária da Weg 
  • BBAS3 – ação ordinária do Banco do Brasil
  • ITSA4 – ação preferencial do Itaú Investimentos
  • VALE3 – ação ordinária da Vale
  • JBSS3 – ação ordinária da JBS.

Essas são as ações com maior participação na carteira do Ibovespa. 

Para conhecer todos ativos e o peso de cada um, acesse a página da B3.

O Ibovespa como parâmetro do Desempenho da Renda Variável 

Ter um parâmetro para comparação pode ajudar a definir se um investimento tende a ser positivo ou não. 

No caso da renda fixa, o principal benchmark é o CDI. Assim, qualquer investimento do tipo, para ser considerado bom, deve gerar um retorno maior do que essa taxa. 

No caso da renda variável, o Ibovespa é o principal benchmark. 

O índice serve de parâmetro para muitos investidores que possuem carteira de ações e querem saber se a performance do seu investimento foi boa. 

Por isso, muitas vezes, você vai ouvir pessoas comparando sua carteira de investimentos com o desempenho do Ibovespa. 

Em geral, se a sua carteira ofereceu um retorno maior do que o Ibovespa no mesmo período, então, o resultado foi bom.

Clique e baixe o guia para aprender tudo sobre a bolsa de valores

Como Acompanhar o Ibovespa em Tempo Real

Zoom na bolsa de valores, em referência ao ibovespa
Na InvesTV, você verifica o ritmo do índice e ainda aprende sobre o mercado de ações

O pregão da bolsa de valores é totalmente online.

Então, você pode acompanhar o seu desempenho ao vivo. A atualização do Ibovespa ocorre a cada 30 segundos.

Para acessá-lo, você precisa ter uma conta em uma corretora de valores, como a Rico. O índice é visto pelo Home Broker.

Mas, se você é iniciante ou ainda tem pouca experiência, as oscilações do Ibovespa podem parecer confusas.

Nesse caso, a ajuda de profissionais faria toda a diferença, concorda?

Na Rico, temos a solução.

Através da Investv, você acompanha o comportamento do índice juntamente com os nossos analistas.

Eles possuem vasto conhecimento sobre o mercado e vão ajudá-lo a entender sobre a sua dinâmica.

Além disso, você vai aprender como identificar as melhores oportunidades para investir cada vez melhor. Para isso, você só precisa abrir a sua conta de graça agora mesmo! 

Ações em Tempo Real

Como o Ibovespa é uma carteira de ações, você deve ter em mente que os papéis possuem comportamentos independentes.

Mesmo que o índice caia, alguns ativos podem registrar alta.

Então, além de acompanhar o benchmark da renda variável, o ideal é ficar de olho no andamento dos ativos desejados.

Para isso, basta acessar o Home Broker durante o pregão da bolsa de valores. Diariamente, ele ocorre das 10h às 18h, nos dias úteis.

Durante esse período, você pode fazer qualquer tipo de negociação, como comprar ou vender ações

A cada 30 segundos, as cotações são atualizadas e você saberá o quanto um ativo valorizou ou não no dia.

Nova call to action

Como Comprar Ações Online

O Ibovespa é um índice, mas você também pode adquirir as suas ações.

Essa é uma das formas utilizadas pelos investidores para acompanhar o mercado.

Veja o passo a passo para você comprar ações agora mesmo:

1. Escolha uma corretora

Para investir na bolsa de valores, você precisa ter uma conta em uma corretora de valores.

Antes de qualquer coisa, verifique se a instituição está autorizada para intermediar esse tipo de investimento.

Além disso, priorize as que já possuem reconhecimento no mercado, como a Rico.

2. Abra a sua conta

Preencha o cadastro com os seus dados pessoais. Depois disso, crie um login e senha.

3. Transfira valores

Agora, transfira da sua conta bancária para a conta da corretora o valor necessário para a compra das ações do Ibovespa.

Considere também as taxas e custos de operação.

4. Acesse a sua plataforma

A negociação de ações ocorre via Home Broker.

Então, entre na sua plataforma de investimentos e escolha a opção “Home Broker”.

Aqui, você encontra todos os ativos disponíveis, os respectivos preços e gráficos com históricos.

5. Negocie

Já sabe onde investir?

Então, digite o código ou sigla da ação, especifique a quantidade e o preço de compra.

Caso a quantidade seja menor que o lote padrão, que é de 100 ações, você será obrigado a comprar pelo lote fracionário, que permite compras abaixo de 100 papéis.

Depois disso, é só aguardar até que a sua ordem seja executada.

Pronto! Você acaba se tornar um investidor e acionista do Ibovespa.

Agora, o seu dinheiro começa a trabalhar para você!

Altas e Baixas da B3 – Como Agir?

Uma moça sentada à mesa mexendo no notebook, em referência à pesquisa sobre ibovespa
O controle emocional e o conhecimento são fundamentais para obter bons resultados

Muitas pessoas sonham em investir em ações.

Ao mesmo tempo, muitos investidores desistem do mercado financeiro no primeiro ano de investimento.

Mas, por que isso acontece? 

A resposta está nas oscilações diárias e na falta de conhecimento.

Assim como todas os ativos financeiros, as ações possuem riscos e são mais indicadas para alguns perfis. 

Se você quer investir na bolsa de valores, a primeira coisa que você deve fazer é conhecer o seu perfil de investidor.

Caso você seja moderado ou arrojado, esses papéis podem ser uma boa alternativa. Do contrário, o ideal é focar nos produtos da renda fixa

Ao definir que vai investir em ações, você precisa saber que elas estão sujeitas às oscilações diárias. Então, é fundamental preparar o seu lado emocional.

Tenha em mente que, nos momentos de altas ou quedas abruptas, o melhor a fazer é aguardar os próximos movimentos.

Nessas horas, comprar ou vender ativos não costuma ser uma atitude assertiva, até porque o mercado é cíclico e as respostas são bastante rápidas.

Ou seja, mesmo que o Ibovespa tenha fechado hoje no vermelho, em poucos dias, ele tende a se recuperar. 

Uma dica para passar por essas fases é evitar ficar o dia todo em frente ao Home Broker.

Utilize esse tempo para acompanhar notícias sobre as empresas emissoras das ações da sua carteira. 

Assim, você poderá definir o melhor momento para tomar qualquer atitude e obter bons resultados. 

Outra dica para agir bem diante de altas ou baixas é investir em conhecimento. Ao entender sobre as técnicas de análise e estratégias, é possível obter ganhos acima do mercado. 

Lembre-se de que os grandes investidores, como Warren Buffett e Luiz Barsi, chegaram lá porque estudaram sobre a bolsa de valores e entenderam a fundo sobre a sua dinâmica. 

Aqui na Rico, você conta com diversos meios para aprender mais.

Investv, o nosso canal do Youtube e este blog estão repletos de conteúdo para você começar com o pé direito. 

Operando o Índice Bovespa

Como dissemos, o Ibovespa é um indicador que mede o desempenho médio das principais ações da Bolsa de Valores. Nesse sentido, não é possível investir diretamente nele. 

Além disso, tentar replicar sua carteira pode ser bastante complicado e caro, inviabilizando essa alternativa.

Mas isso não quer dizer que você não pode aproveitar as movimentação do Índice Bovespa para ganhar dinheiro

Existem opções que você pode usar se o que deseja é acompanhar o desempenho do Ibov.

As principais são:

Vamos falar mais detalhadamente de cada uma dessas opções. 

Contratos 

Os contratos de índice futuros permitem que os investidores negociem expectativas para o futuro do Ibovespa, sem ter que comprar toda a carteira de ação do índice. 

Eles são negociados com data de vencimento futura predeterminada e são baseados no Ibovespa. 

Os lotes contêm cinco contratos e o seu preço é proporcional aos pontos do Ibovespa. Para cada R$ 1, um ponto.

Minicontratos

Os minicontratos são outra forma de investir no Ibovespa sem que seja necessário comprar toda carteira do índice. 

Essa opção funciona da mesma forma que os contratos, porém, cada minicontrato equivale a 20% do contrato cheio. 

Nesse caso, a proporção é de R$ 0,20 para cada 1 ponto. 

ETF

Os ETFs (Exchange Traded Funds) são fundos de índice que têm como objetivo seguir o seu benchmark. 

No caso do Índice Bovespa, por exemplo, temos no mercado o BOVA11, um dos principais fundos de índice do Brasil. 

Como o benchmark do BOVA11 é o Ibovespa, o objetivo principal do fundo é acompanhar de perto o desempenho do índice. 

Para fazer isso, o gestor do fundo tenta montar uma carteira bem parecida com a do índice de referência, respeitando, inclusive, o peso das ações na carteira. 

Fundos de Ações

Os fundos de investimento são outra maneira de diversificar sua carteira sem que seja necessário fazer muitas aplicações individuais.

Essa é umas principais vantagens desse tipo de investimento. 

Nesse caso, entretanto, o objetivo não é seguir o Ibovespa. 

Porém, dependendo do perfil e da estratégia do gestor, ele pode escolher muitas ações do índice para compor a carteira do fundo.

De qualquer maneira, ao contrário do que acontece nos ETFs, o gestor tem maior liberdade para definir onde vai aplicar o dinheiro. E é ele quem define a estratégia do fundo. 

Como esse tipo de fundo não segue nenhuma carteira, demanda maior trabalho do gestor e, por isso, as taxas de administração costumam ser mais altas.

5 ações mais negociadas na B3

O Ibovespa, como vimos, é um índice composto pelas principais ações negociadas na Bolsa de Valores brasileira.

Apesar de haver variações entre as empresas listadas, algumas companhias sempre figuram entre aquelas que têm mais transações.

Grandes indústrias do segmento de energia, finanças, minérios, aviação e tecnologia se destacam na bolsa.

Conheça, então, alguns dos ativos mais comprados e vendidos na B3:

PETR4

O PETR4 é um papel emitido pela companhia Petróleo Brasileiro S.A. – a Petrobras.

A empresa do setor de minerais energéticos tem significativa representação na B3.

A ação é preferencial e, dessa forma, o acionista recebe os dividendos antes dos demais investidores da empresa.

BBAS3

Quer investir em uma das instituições bancárias mais importantes do mundo?

Então, você deve comprar ações do Banco do Brasil.

O BB emite diferentes papéis e, entre eles, o BBAS3 é um dos ativos mais comercializados na B3.

A ação é ordinária e faz pagamentos recorrentes de dividendos aos acionistas.

VALE3

A Vale é uma das empresas mais valiosas da América Latina.

Atuando no setor de minérios não energéticos, a companhia também tem grande importância no mercado de investimentos.

Assim, a VALE3, ação ordinária, é outra alternativa para quem deseja investir em ativos participantes do índice Ibovespa.

GOLL4

O segmento de aviação também é representado no IBOV.

Além de Azul, Embraer e outras, a Gol Linhas Aéreas Inteligentes é uma das companhias de transporte que fazem parte do índice.

Dentre os papéis, destaque para a ação preferencial GOLL4.

TOTS3

Já o setor de tecnologia brasileira tem como uma das representantes a empresa Totvs.

A gigante de softwares também figura entre as emissoras de ações mais negociadas na bolsa de valores brasileira.

A TOTS3, ação ordinária, tem grande volume de compras e vendas na B3 e pode ser uma opção atrativa para seus investimentos.

Qual foi o impacto do coronavírus no Ibovespa

É inegável que a pandemia de coronavírus, em 2020, impactou o mundo inteiro.

Com os índices das principais bolsas de valores mundiais, não seria diferente – e o resultado foi o chamado “corona crash”.

No Brasil, o Ibovespa sentiu os efeitos econômicos da crise sanitária.

Algumas ações chegaram a ter queda de quase 70% na cotação, enquanto as maiores variações positivas não ultrapassaram a marca de 18% durante o período.

O destaque de alta ficou para a B2W Digital, de comércio eletrônico.

Assim como em outros lugares do mundo, as compras virtuais dispararam, levando ao aumento do preço de papéis como o BTOW3.

Mas, em contrapartida, várias outras companhias viram suas cotações despencarem.

Gigantes brasileiras como Azul, Embraer, CVC, Usiminas e Cielo amargaram quedas acentuadas durante a crise do coronavírus.

Em março de 2020, a B3 paralisou suas operações por 4 vezes devido às quedas acentuadas dos preços dos ativos.

Os chamados circuit breakers assustaram os mercados, mas, gradativamente, a bolsa de valores brasileira vem retomando a sua normalidade.

Dúvidas Comuns Sobre a B3 Online

O mercado de ações é cercado por dúvidas.

Muitas pessoas têm em mente que o Ibovespa é muito complexo e acessível apenas para os grandes investidores. 

Isso costuma gerar medo ou muita insegurança aos recém-chegados ao mercado.

Se você quer começar, mas está desencorajado, vamos mostrar que há diversos mitos sobre as ações e a sua realidade.

Acompanhe: 

Qual é o valor mínimo para investir em ações? 

Não há um valor mínimo estipulado. Ao mesmo tempo que alguns papéis custam muito, outros valem apenas centavos. 

Se você quer investir em ações, é preciso pesquisar o preço atual das cotações e considerar os custos do investimento, como taxa de corretagem, emolumentos e de custódia. 

Como eu faço para encontrar as ações das empresas desejadas? 

As ações são identificadas por siglas, por exemplo, ITSA4 é o ativo de Itaúsa.

Então, basta procurá-los na internet e digitar a mesma sigla no seu Home Broker. 

Quem pode investir em ações do Ibovespa? 

Todas pessoas podem negociar na bolsa de valores.

Para isso, basta ter uma conta em uma corretora de valores, como a Rico.

Assim, você terá acesso ao Home Broker e já consegue lançar as suas ofertas.

Clique e baixe o guia sobre a bolsa de valores

Qual é o momento certo para começar a investir na bolsa de valores? 

Não há um momento específico para você começar.

Na verdade, isso é algo específico de cada investidor, ou seja, você mesmo deve definir esse período. 

Uma dica é analisar a sua vida financeira e/ou carteira de investimentos e verificar se o desempenho atual das ações pode ser um aliado para atingir os seus objetivos.

Se a resposta for sim, comece aos poucos e aumente a exposição à medida que adquirir experiência. 

Para saber mais, assista também a este vídeo:

O que é mini índice?

Mini índice é um contrato futuro que representa uma parcela de um índice “inteiro”, sendo a menor compra possível.

No caso do Minicontrato Futuro de Ibovespa ou Futuro Mini de Ibovespa, ele equivale a uma parte do IBOV.

O mini índice funciona da mesma forma que os contratos padrões futuros. Porém, equivale a apenas do 20% valor cheio.

Essa é uma maneira de investir nesse tipo de mercado utilizando menos recursos.

Qual a diferença entre Ibovespa e Ibovespa futuro?

Ibovespa e Ibovespa futuro são conceitos diferentes.

O Ibovespa, como vimos, é um índice com as principais ações negociadas na Bolsa de Valores brasileira. 

Já o Ibovespa futuro é um tipo de contrato futuro que negocia ações do índice da B3.

Ou seja, você compra e vende o ativo, que está diretamente atrelado ao IBOV.

Qual o código do Ibovespa futuro?

O código do Ibovespa futuro é formado por letras e números, começando por WIN + mês de vencimento + ano e vencimento da categoria. 

Assim, você deve observar a formação do código, que utiliza as seguintes letras para os meses do ano:

  • Fevereiro: G
  • Abril: J
  • Junho: M
  • Agosto: Q
  • Outubro: V
  • Dezembro: Z

Por exemplo, o minicontrato WINV20 vence em outubro de 2020.

Qual o site oficial da Bovespa?

Você pode acompanhar todas as cotações, informações e notícias sobre ações, índices, contratos futuros e outros sobre investimentos no site da B3, que é o www.b3.com.br.

Por ele, você terá acesso a dados atualizados e oficiais.

Além disso, ainda encontra oferta de cursos e valiosas dicas para investir em ativos de renda fixa e renda variável.

Conclusão

Um homem e uma mulher sentados no chão. Ele segura um bebê.
Invista nos ativos deste índice e acompanhe o andamento do mercado financeiro

O Ibovespa é o principal parâmetro do desempenho da renda variável no Brasil.

Atualmente, ele é composto pelas ações mais negociadas da bolsa de valores. 

Para as empresas que fazem parte do índice, esse é um sinal de grande reconhecimento e responsabilidade para com os seus acionistas.

Já para o investidor, esses papéis podem oferecer um sinal de prudência com o mercado. 

Continue aprendendo sobre investimentos com estes outros artigos do nosso blog:

Nos últimos anos, o Ibovespa tem dado muitas alegrias – sua pontuação passa dos 100 mil pontos.

Então, este pode ser o momento certo para você começar a investir na bolsa de valores. 

Porém, avalie se a renda variável é indicada para o seu perfil de investidor.

Considere também aspectos como os seus objetivos e prazo de investimento.

Lembre que todas as negociações ocorrem no Home Broker. Então, para começar a investir e ter acesso às ações do Ibovespa, você só precisa abrir a sua conta na Rico agora mesmo! 

Este artigo foi útil para você? Então, deixe um comentário com sugestões. 

Obrigado por ler até aqui! 

Nova call to action