5 investimentos para ter RENDA PASSIVA | Escola de Investidores

Quem não gostaria de ver rendimentos caindo constantemente na sua conta da Rico? Dinheiro suficiente para pagar todas as contas e viver de renda passiva. Ou, como diria aquele velho ditado popular: “colocar o seu dinheiro para trabalhar para você”. Um sonho, não é mesmo?!

Abaixo, separamos 5 tipos de investimentos acessíveis para você que busca renda passiva dos seus investimentos.

Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs)

Os famosos FIIs são fundos de investimento compostos por investimentos no setor imobiliário, como hospitais, shoppings, prédios comerciais, etc.

Ao investir no setor imobiliário por meio desse tipo de fundo, você adquire pequenas partes destes imóveis, se tornando cotista dessa propriedade e, dessa forma, tendo direito a parte dos lucros destes negócios imobiliários.

Dado o fluxo normalmente previsível de receita desses negócios, os fundos de investimento imobiliário são famosos por seus pagamentos mensais e isentos de imposto de renda para a pessoa física, em sua grande maioria.

Se você quer saber em quais FIIs investir, atualizamos nossas recomendações para a carteira de fundos imobiliários mensalmente que você pode conferir gratuitamente aqui.

Além disso, para aprender mais sobre os FIIs, confira nossa playlist educacional abaixo.

Fundos de investimento em debêntures incentivadas com amortização compulsória

Recentemente, um novo fundo de investimento surgiu no mercado com uma proposta inovadora: oferecer rendimentos mensais com isenção de Imposto de Renda.

Não, nós não estamos falando de fundos de investimentos imobiliários (FIIs); mas sim, de um fundo de debêntures incentivadas.

Com “nome de príncipe”, esse novo tipo de fundo de investimento tem como alvo investidores pessoa física que buscam a possibilidade de receber ganhos mensais por meio da distribuição de rendimentos. Ou seja, oferecer uma renda passiva mensal ao investidor –  algo novo para um fundo não listado em bolsa.

No que seu dinheiro estará investido?

No caso, o fundo precisa investir ao menos 85% do seu patrimônio em debêntures incentivadas, que são títulos de dívidas emitidos por empresas privadas . Essas dívidas precisam ser relacionadas a algum projeto de interesse da infraestrutura do país, como aeroportos, rodovias e outros.

Criado em 2011, as debêntures incentivadas recebem o incentivo de isenção do imposto de renda para o investidor pessoa física, por tratarem de atração de capital para uma área considerada prioritária para o governo.  

Assim, os rendimentos pagos compulsoriamente na conta do investidor também serão isentos de imposto de renda.

Confira aqui mais detalhes desse tipo de fundo.

Tesouro com Juros Semestrais

O velho conhecido do investidor brasileiro, o Tesouro Direto, também oferece investimentos com pagamento de renda recorrente.

Ao investir em títulos do Tesouro, a pessoa investidora está emprestando seu dinheiro ao governo, em troca de juros em um determinado prazo. Vale lembrar que o Tesouro Nacional oferece o menor risco de mercado em renda fixa no Brasil, dado que se trata de uma emissão do governo – no caso, títulos soberanos.

Os títulos do Tesouro com Juros semestrais podem ter sua rentabilidade Prefixada – com retorno na data de vencimento já determinado no momento da compra – ou IPCA+ (ou seja, atrelada à inflação medida pelo IPCA). Esse investimento, realiza o pagamento de seus juros semestralmente e em sua data de vencimento, devolve o valor principal aplicado. Você pode entender melhor essa dinâmica nesse link.

Apesar de realizar pagamentos apenas duas vezes por ano, títulos do Tesouro com juros semestrais podem ser outro boa alternativa para compor a carteira de quem busca renda passiva.

Além do Tesouro IPCA+ com juros semestrais e o Tesouro Prefixado com Juros semestrais, o tesouro também conta com dois novos títulos com a proposta de pagamentos de renda recorrente: O Tesouro Renda+ e Educa+.

Diferente de seus “primos”, que realizam pagamentos semestrais, o Renda+ e Educa+ são títulos onde o investidor irá acumular o seu investimento por um determinado período (corrigidos por uma taxa, somada à inflação do período), até a data de conversão. A partir dessa data, o investidor passará a receber uma renda mensal.

Esses títulos são voltados aqueles que buscam complementar sua renda de aposentadoria (Renda+) e para custeios com educação (Educa+).

Confira mais detalhes desses títulos no vídeo abaixo.

Ações boas pagadoras de dividendos

Ao investir em ações, a pessoa está se tornando acionista (sócia) de uma empresa, possuindo assim a participação nos lucros dessa empresa.

Os dividendos são uma parcela do lucro líquido de uma empresa, distribuída periodicamente aos acionistas, proporcionalmente ao número de ações que eles possuem, como forma de remuneração. O objetivo de realizar esses pagamentos é recompensar os acionistas e atrair novos investidores.

A periodicidade desses pagamentos varia de empresa para empresa, podendo ser mensal, trimestral, quadrimestral, semestral ou anual. Algumas empresas também pagam dividendos sem uma regularidade muito clara.

Com isso, essa renda variável também pode compor uma carteira de investimentos voltada ao investidor que deseja rendimentos recorrentes em sua conta. Porém, vale destacar que é uma alternativa de maior risco relativo, ao tratar-se de ações.

Mensalmente, publicamos nossa carteira de empresas boas pagadoras de dividendos que você pode conferir aqui.

Se quiser aprender mais sobre ações, confira nossa playlist educacional abaixo.

Investimentos pós-fixados com Liquidez diária

O último investimento de nossa lista não é exatamente um pagador de renda passiva, mas pode ser um verdadeiro “coringa” na carteira de qualquer perfil de investidor.

Investimentos pós-fixados de baixo risco com resgate em D+0 ou D+1, ou seja, liquidez em menos de 1 dia útil, podem promover uma renda linear e de fácil acesso ao investidor. Entre os principais estão o Tesouro Selic, Fundos DI Simples e CDBs emitidos por bancos sólidos e que ofereçam  liquidez diária.

Esse tipo de investimento é uma excelente alternativa para aqueles custos que você sabe que vai ter no curto prazo, mas para os quais não quer deixar o dinheiro parado na conta.

Dito isso, esses investimentos também podem servir como uma renda recorrente que ficará aplicada, fazendo com que os juros compostos trabalhem ao seu favor no longo prazo, sem a necessidade de reinvestir o dinheiro (que seguirá aplicado até a sua solicitação).

Isso não é tudo

Vale lembrar que esses não são os únicos investimentos que podem proporcionar uma renda recorrente ao investidor, mas uma lista daqueles mais acessíveis disponíveis em nossa plataforma da Rico

Além disso, dependendo de seu objetivo, outras estratégias podem ser mais adequadas do que optar por investimentos de renda passiva. Seja qual for o seu perfil de investidor, a Rico tem o seu. Abra sua conta gratuitamente aqui.

Elaborado por:

Júlia Aquino, CNPI 3607

1) Este relatório de análise foi elaborado pela Rico Investimentos, que é uma marca da XP Investimentos CCTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM nº 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.

2) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor.

3) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico.

4) O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Resolução CVM nº 20/2021 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório.

5) Os analistas da Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP.

6) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor.

7) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes.

8) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.

9) SAC. 0800 774 0402. A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800-722-3730.

10) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Rico: https://www.rico.com.vc/custos. 11) A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 

12) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 

13) Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor.