setembro 17, 2021

Títulos Públicos: como investir? Confira nosso simulador  

Se você chegou a esse artigo, está buscando entender o que  são e como investir em títulos públicos, certo? 

Talvez uma das suas dúvidas (que vamos solucionar) seja “Qual a relação entre títulos públicos e Tesouro Direto? Eles significam a mesma coisa?” 

Mas antes de chegar a esse ponto, adiantamos que você vai se surpreender com a segurança e a rentabilidade, maiores que o da poupança, que os títulos públicos oferecem. 

Neste artigo, você vai encontrar:  

  • O que são os Títulos Públicos? 
  • Quais são os tipos de Títulos Públicos? 
  •  Como os Títulos Públicos funcionam? 
  • Como escolher o melhor Título Público? 
  • Como investir em Títulos Públicos?  
  • Quais são os Títulos Públicos disponíveis para compra? 
  • Qual a rentabilidade dos Títulos Públicos? [Simulador] 
  • Quais as vantagens de investir Títulos Públicos? 
  • Porque investir em Tesouro Direto? 

Além disso, ao longo do conteúdo incluímos alguns vídeos didáticos sobre títulos públicos do Tesouro Direto para você ficar por dentro do assunto e terminar essa leitura pronto para começar a investir hoje mesmo. 

Boa leitura!  


O Que São Títulos Públicos? 

Casal deitado na cama em frente ao notebook descobrindo o que são os títulos públicos com a Rico.

Os títulos públicos são ativos de renda fixa, emitidos pelo Governo Federal por meio do Tesouro Direto.  

Estes ativos captam recursos financeiros da dívida pública para o Tesouro Nacional e financiam atividades do Governo Federal. Por se tratar de uma iniciativa soberana, se destacam por serem considerados investimentos de baixo risco. 

Assim como os títulos públicos, todo e qualquer título de renda fixa (como também CDBLCI e LCA) têm as seguintes características: 

  • são emitidos por bancos/instituições financeiras/governo 
  • sua emissão tem o objetivo de captar recursos 
  • possuem condições de remuneração e prazo pré-estabelecidos 
  • no vencimento do título, o investidor recebe o dinheiro aplicado somado a rentabilidade acumulada 

Qual a relação dos Títulos Públicos com o Tesouro Direto?  

Os Títulos Públicos surgiram de um programa do Tesouro Nacional. Tem parceria com a BM&F Bovespa. Hoje, pessoas físicas podem acessá-los por meio de um programa chamado Tesouro Direto. 

O objetivo do programa é oferecer ao investidor, pessoa física, a oportunidade de adquirir títulos públicos online, diretamente ou nas plataformas das corretoras de valores, como a Rico. 

Ficou com alguma dúvida sobre o Tesouro Direto? Confira o nosso vídeo: 

Quais são os tipos de títulos públicos? 

No Tesouro Direto existem alguns tipos de títulos públicos, classificados por três modalidades: títulos prefixados, títulos pós-fixados e títulos híbridos. 

Títulos Prefixados  

Os Títulos Prefixados são aqueles que têm taxa de juros fixa, da qual o investidor possui conhecimento no momento da compra.  

Neste tipo de aplicação o investidor sabe exatamente o valor que receberá ao final da aplicação, que acontece na data de vencimento do título.   

Dentro desta modalidade existem duas opções disponíveis: Tesouro Prefixado LTN e  Tesouro Prefixado NTN-F.  

Tesouro Prefixado (LNT e NTN-F) 

Ambos possuem as mesmas características em relação à taxa de juros e à rentabilidade.  

E a principal diferença entre as opções é referente ao método de pagamento dos juros. 

  • Títulos LTN: o pagamento dos juros acontece na data do vencimento; 
  • Títulos NTN-F: neste caso, o pagamento dos juros acontece a cada seis meses;  

Esse tipo de aplicação é uma boa opção para investidores que procuram segurança, previsibilidade e segurança de uma rentabilidade já conhecida pensando em resgate no longo prazo.  

Título Pós-fixado 

Tesouro Selic (LFT)  

Neste tipo de modalidade a rentabilidade da aplicação acompanha a Taxa Selic, desde a aquisição do título até o seu vencimento.  

Ou seja, seu rendimento varia de acordo com o indicador de referência, que neste caso é a taxa básica de juros da economia, a Taxa Selic.  

Deste modo, os rendimentos recebidos pelo investidor equivalem a 100% da Taxa Selic. 

Vale lembrar que assim como todos os títulos públicos, o Tesouro Selic tem liquidez diária, pois o Governo garante a recompra no caso de resgate antecipado.  

Mas este é o título público mais indicado para quem busca investimentos para o curto prazo, porque está menos sujeito a efeitos da marcação a mercado.  

Assim, este tipo de investimento é uma boa opção para quem procura liquidez e em períodos de alta da Selic.

Títulos Híbridos 

Nesta modalidade a rentabilidade possui uma parte variável, que normalmente 

acompanha o IPCA , e uma parte fixa, determinada no momento da aplicação.

Tesouro IPCA+  com juros semestrais (NTN-B) 

Este título paga a taxa da inflação e mais uma taxa adicional. Dessa forma, a rentabilidade sempre será superior à inflação.  

Isso porque se ela cair, o juros prefixado garante a rentabilidade real. 

Tesouro IPCA+  com juros semestrais (NTN-B) oferece também pagamentos semestrais como uma antecipação dos rendimentos.  

Tesouro IPCA+  

Oferece ao investidor uma espécie de seguro contra a inflação, pois é composto por dois rendimentos: taxa de inflação no período e a prefixada. 

O dinheiro investido não perde o poder de compra porque acompanha a inflação e ainda remunera uma porcentagem fixa. 

O Tesouro IPCA+ é muito procurado para objetivos de longo prazo, como por exemplo: a aposentadoria ou compra de imóvel. 

O pagamento é feito no vencimento, sendo assim você recebe o dinheiro aplicado e mais toda a rentabilidade acumulada no final. 

Como os títulos públicos funcionam?  

O Tesouro Nacional faz a emissão de títulos públicos a fim de captar recursos para o financiamento de projetos de infraestrutura, educação, saneamento e etc. 

Na prática esse tipo de investimento funciona assim: você empresta dinheiro ao Governo Federal e, em troca, ele paga uma remuneração aos seus investidores.  

É como se o investidor fizesse um empréstimo para a União e na data do vencimento, o dinheiro é devolvido somado a um rendimento acordado na compra. 

Após a compra, os títulos ficam guardados (ou custodiados) na Bolsa de Valores e são registrados com o nome e o CPF do investidor. 

E o acompanhamento da aplicação é feito pela plataforma da corretora de valores, a Rico. 

Como funciona o vencimento dos Títulos Públicos: 

Qualquer título do Tesouro apresenta a data do vencimento e sua classificação.  

Observe o exemplo, abaixo, de um título do Tesouro Prefixado 2019 e de seu vencimento. 

Nesse caso, a segunda coluna apresenta a data do vencimento do título, que em 01/01/20219 – ou seja, a data em que o dinheiro aplicado será creditado na conta do investidor, com o acréscimo de 10,87% ao ano de rendimento. 

Saber a data do vencimento da sua aplicação é fundamental para ter um planejamento adequado com suas necessidades financeiras.   

É preciso aguardar o vencimento do título público para resgatar o dinheiro aplicado? 

A rentabilidade de um título é medida pelo seu período de aplicação.  
 
Ou seja, a rentabilidade do seu título vai depender do período que o seu dinheiro fica aplicado. 

Assim, se você quer garantir toda a rentabilidade do período da sua aplicação, é preciso aguardar o vencimento para resgatar o dinheiro aplicado no título. 

Mas, caso você precise retirar o dinheiro antes do prazo estabelecido, é possível colocar o título à venda para que o governo compre-o novamente.  

O Tesouro Nacional garante essa recompra, mas o preço vai depender de diversos aspectos – e pode representar prejuízo antes da data de vencimento. 

Dica da Rico: se sua intenção é fazer uma aplicação em um título que dê retorno em pouco tempo, nós sugerimos que invista no título Tesouro Selic

Ele oferece liquidez diária (você pode vender a qualquer momento) e ainda paga a rentabilidade acumulada até a data da retirada, para que o investidor não tenha prejuízo mesmo que precise do dinheiro antes do vencimento.  

A contrapartida é que esse título costuma render menos que os pares, e por isso os outros títulos do Tesouro são mais indicados para investir pensando no longo prazo. 

Liquidez dos Títulos Públicos 

Como já foi colocado, para quem precisa de um investimento com boa liquidez há um título em especial que atende a essa necessidade : o Tesouro Selic. 

Esse título pode ser vendido a qualquer momento e paga o valor investido mais a rentabilidade acumulada no período.  

Por esse motivo é tão buscado como alternativa de investimento no curto prazo. 

Já para os outros tipos de títulos públicos, recomenda-se manter até a data do vencimento. 

Isso porque o preço do título é atualizado de acordo com o que é negociado no mercado no momento em que se coloca à venda – dessa forma não há como garantir ganhos, podendo até gerar perdas. 

Custos dos Títulos Públicos 

Há custos para investir em títulos públicos, representados por: 

  • 0,25% ao ano, referente à taxa de custódia. 
  • Taxa de administração, dependendo da corretora (a Rico não cobra essa taxa) 

Para uma aplicação no Tesouro Direto no valor de R$500 essa taxa de 0,25% ao ano equivale a apenas R$1,25. Ou seja, a taxa cobrada é de apenas R$1,25 ao ano. 

A exceção são investimentos de até R$ 10 mil no Tesouro Selic, que são isentos de taxa de custódia.  

Lembrando que é possível aplicar em Tesouro Direto a partir de cerca de R $30

Tributação dos Títulos Públicos 

Nesse investimento, como em outros de renda fixa, há incidência de IR (imposto de renda) regressivo – quanto mais tempo se mantém a aplicação, menos imposto de renda se paga. 

O imposto é retido direto na fonte, sendo assim descontado pela instituição financeira.  

O investidor tem a comodidade de receber o valor líquido e não precisar realizar qualquer pagamento de imposto de renda à parte. 

Tabela regressiva do imposto de renda: 

% de IR sobre o rendimento  Período de aplicação 
22,5%Até 180 dias 
20%181 a 360 dias 
17,5%361 a 720 dias 
15%Acima de 720 dias 

Como escolher o melhor Título Público? 

Sugerimos escolher o melhor Título Público com base no tempo que o investidor pretende manter a aplicação: 

  • Para investimentos de curto prazo: até 3 anos ou sem data definida, a recomendação é o Tesouro Selic – por ser um título pós-fixado, conservador e que pode ser resgatado em qualquer dia com a rendimento acumulado 
  • Para investimentos a longo prazo: destacamos o Tesouro IPCA +. Como não é possível saber com antecedência a taxa da inflação dos próximos anos, esse título irá proteger o dinheiro de ser corroído por esse indicador. 
  • Para valores predeterminados, quando sua intenção é saber exatamente o quanto vai resgatar, ou quando a taxa de juros está alta e com tendência clara de queda, destacamos  

Nós sabemos que escolher em qual Título Público investir é um passo importante! 
 
Por isso, deixamos um vídeo do nosso time de especialistas para te ajudar nessa decisão.  

Confira abaixo: 

Como investir em Títulos Públicos? 

Mulher sentada no sofá em frente ao computador aprendendo como investir em títulos públicos com a Rico.

Agora que compreendemos o que são os títulos públicos, como eles funcionam e como escolher entre eles.  

Chegou a hora de descobrir como investir em Títulos Públicos. É muito simples: 

  1. Abra a conta em uma corretora de valores (como a Rico); 
  1. Transfira o dinheiro que quer investir da sua conta bancária para a sua conta na corretora; 
  1. Selecione a melhor opção na lista de títulos públicos e defina o valor; 
  1. Realize a compra e pronto! 

Passo a passo para comprar o título público na Rico: 

  1. Confira a lista de títulos em sua área logada em nosso site 
  1. Selecione o título, ou se preferir, siga a recomendação dos nossos analistas e clique em comprar 
  1. Efetue a compra e pronto! 
  1. O título aparecerá em sua carteira de investimentos em sua área logada no próximo dia útil. 

Quais são os Títulos Públicos disponíveis para compra? 

No site da corretora você confere todos os títulos disponíveis no Tesouro Direto na data da aplicação. 

Os tipos que explicamos acima estão disponíveis para compra, podendo ter mais de uma opção para compra.  

Mas não se esqueça que as opções variam de acordo com a data de vencimento na hora da aplicação.  

A quantidade de títulos é limitada e de tempos em tempos são emitidos outros títulos, com as mesmas características que falamos acima, mas com novas datas de vencimento. 

Qual a Rentabilidade dos Títulos Públicos? [Simulador] 

A rentabilidade dos títulos públicos pode ser prefixada ou pós-fixada como mencionamos acima.  

No momento da compra, você confere qual é o rendimento ou o índice que reflete a rentabilidade paga – nesse último caso se o título for  pós-fixado. 

A grande sacada para fazer o seu dinheiro render mais é buscar o investimento que seja adequado ao seu perfil e a partir daí conferir as rentabilidades oferecidas. 

E por fim, e não menos importante, que o rendimento pague, pelo menos, a inflação. 

A inflação é o que influencia diretamente o aumento dos preços dos produtos e serviços. 

Logo, com os mesmo R$100 que você tinha ano passado, com a inflação, não é possível comprar hoje as mesmas coisas que poderia comprar em janeiro do ano atual, entende?  

De uma forma bem básica, isso é o que chamamos de poder de compra. 

Uma aplicação em um título público IPCA, por exemplo, dá essa proteção contra o aumento da inflação, pois conserva seu poder de compra. 

Outra coisa a se fazer é comparar a rentabilidade de investimentos de uma mesma classificação como a renda fixa usando uma calculadora. 

Simulador de rentabilidade de Títulos Públicos 

Já pensou que é fácil saber quanto você irá receber do investimento em títulos públicos sem precisar fazer contas? Ou ter uma estimativa de quanto pode ganhar com os títulos pós-fixados? 

Aqui na Rico qualquer cliente pode usar essa calculadora muito prática e útil para a tomada de decisão. 

É só acessar o Simulador do Tesouro Direto na área logada e fazer as simulações como o exemplo abaixo: 

O simulador de Tesouro da Direto é uma ferramenta exclusiva para clientes da Rico!

Nessa simulação de R$10 mil em Tesouro Prefixado com rentabilidade de 10,85%, o valor total que o investidor ganharia no vencimento é de R$11.7770,68 já descontando o imposto de renda. 

Se você ainda não é cliente, comece usando o simulador de investimentos do nosso site. 

 Quais as vantagens de investir em Títulos Públicos?  

  • Investimentos seguros e garantidos pelo Tesouro Nacional 
  • Opções de  títulos para diferentes objetivos e prazos 
  • Rentabilidade melhor que a poupança com maior segurança 
  • Custo baixo 
  • É fácil investir por meio da plataforma de investimentos da corretora 
  • Investimentos acessível a partir de R$30,00 

Por que investir em Tesouro Direto com a Rico? 

  • Atendimento personalizado – te ajudamos a começar e sempre que precisar 
  • Recomendação de investimentos – nossos analistas avaliam as melhores oportunidades para você 
  • Plataforma de investimentos completa e simples de usar 
  • Diversidade de produtos – aqui você encontra opções que podem rentabilizar mais o seu dinheiro  
  • Conteúdo educacional gratuito: como o nosso blog, vídeos, palestras online ao vivo, e-Books, insights, relatório e o Rico Matinal. 

Conclusão 

Família aproveitando as férias após investir em títulos públicos com a Rico

Entender como funcionam os títulos públicos do Tesouro Direto não é nada complicado, concorda? 

Além disso é um investimento seguro, conservador, de baixo custo e voltado para qualquer perfil de investidor e objetivos. 

Você viu que há diferentes tipos de títulos públicos e, com certeza, um deles se encaixa perfeitamente para o que você precisa agora. 

Se você quer começar a investir em Títulos Públicos e ficou com dúvidas sobre qual título escolher, temos 4 dicas finais: 

  1. Abra sua conta na Rico 
  1. Use o nosso simulador de investimento para comparar os títulos 
  1. Siga as recomendações disponibilizadas no nosso site 
  1. Fale com a nossa equipe para te ajudar a tomar a melhor decisão 

Nós da Rico estamos comprometidos a te ajudar tanto com os melhores serviços quanto com as melhores dicas para que você tenha sucesso nos seus investimentos. 

O time de especialistas da Rico está sempre preparado e informando as mudanças no mercado financeiro.  

Ao abrir sua conta na Rico, disponibilizamos periodicamente relatórios e materiais exclusivos para que você se mantenha atualizado e invista com segurança.  

Então, se você quiser ver o seu dinheiro crescer e  começar a investir hoje, o primeiro passo é abrir a sua conta.  

Comece agora mesmo e acelere a realização dos seus sonhos! 

Agradecemos a leitura! 

cta