Onde investir em julho? Comece a investir com a recomendação dos nossos analistas

29/11/2023 16:44:25 • Atualizado em 14/05/2024 09:00:39
18 minuto(s) de leitura


Small Caps: o que são, lista das melhores e dicas para investir

As Small Caps configuram uma grande oportunidade no mercado financeiro para traders e investidores. Entenda tudo sobre essa classe de ações agora!


Compartilhar:
gráfico do mercado de ações em referência a small caps

Na bolsa de valores, é muito comum que investidores e day traders deem uma maior atenção às blue chips, empresas com alto volume de negociações.

No entanto, existe uma outra classe de ações que possuem um volume de capitalização menor na bolsa de valores. Mas, que ao mesmo tempo costumam apresentar grande crescimento e rentabilidade no mercado de renda variável, as small caps.

No entanto, antes de investir ou realizar operações de day trading com essas ações, é fundamental ter um conhecimento desses papéis.

Acompanhe este artigo e entenda!

O que são small caps?

As Small Caps são uma classe de ações listadas na bolsa de valores e que possuem um valor menor de mercado. De forma geral, são empresas menores, que tem uma baixa capitalização no mercado.

No mercado financeiro, costuma-se estabelecer entre US$300 milhões a US$2 bilhões para denominar uma empresa como small caps.

Existem dois critérios nos quais as small caps costumam ser enquadradas. O primeiro é que seu IPO (oferta pública de ações) aconteceu recentemente. O segundo é que a ação passa por um momento de baixa atratividade na bolsa.

[Ebook] Guia completo para investir em Agronegócio

Saiba como investir em um dos setores destaques da economia brasileira no cenário nacional e internacional.

Preencha seus dados e faça o download!

Enviando...

Ao prosseguir, seus dados podem ser usados pelo Grupo XP Inc. para promover suas atividades, incluindo o envio de ofertas de produtos/serviços. Você pode se opor a tal recebimento a qualquer momento, por meio do próprio canal de recebimento. Acesse a Política de Privacidade para mais detalhe.

envio com sucesso

Agradecemos o download!

Aproveite as informações do material e descomplique a sua vida financeira com a Rico.

 

Download

Como funciona uma Small Caps?

Entender o funcionamento e as características das small caps é fundamental antes de começar a realizar trades ou investir nessas ações.

A maioria das casas de análises e corretoras consideram a baixa capitalização como condição determinante para determinar uma small caps. Outras análises também costumam levar em conta o faturamento da empresa, além de seu volume de negociação diária.

Por sua vez, todos esses três fatores de determinação também possuem faixas de valores diferentes de uma casa de análises para outra.

  • Volume de negociação diária: abaixo de US$50 milhões;
  • Faturamento da empresa: entre US$ 500 milhões e US$5 bilhões;
  • Valor de mercado: entre US$300 milhões a US$2 bilhões.

A fórmula de valor de mercado é um cálculo para determinar se uma empresa é ou não uma small cap. A fórmula é a seguinte:

VM (Valor de Mercado) = Nº de ações emitidas x Cotação da ação na bolsa.

Se o valor de mercado após o cálculo ficar entre US$300 milhões a US$2 bilhões, então podemos afirmar que a ação é uma small cap. Caso não se encontre dentro dessa faixa, a ação deve pertencer a outra classe.

Entenda a diferença entre Small Caps e Blue Chips

Podemos estabelecer a diferença entre small caps e as blue chips basicamente em seu volume de negociações e sua capitalização.

Empresas small caps tendem a possuir um grande potencial de crescimento e rentabilidade, e podem ser empresas famosas. No entanto, ainda possuem uma baixa capitalização e volume de negociações.

Já as blue chips são empresas de grande importância na bolsa de valores, que além de elevada capitalização, chegam a movimentar bilhões diariamente em seu volume de negociações.

Características das Small Caps

Mulher vestindo uma blusa preta com uma camisa branca por cima. Ela está sentada em uma cadeira de frente para um notebook com a mão no queixo de pensativa em relação as informações sobre as características das small caps.

As small caps possuem quatro características gerais que ajudam traders e investidores a encontrarem esses ativos na bolsa.

A seguir, compreenda melhor cada uma delas.

Menor liquidez

Uma vez que as ações small caps tem um volume menor de negociações diárias na bolsa de valores, naturalmente também terá uma menor liquidez.

Enquanto as blue chips podem ser vendidas em quantidades enormes com grande facilidade, o mesmo não acontece com as small caps.

Essa classificação de ações costuma apresentar dificuldades de liquidez quando se precisa encerrar uma grande posição. Ou seja, vender um volume alto de lotes de ações da empresa em questão.

Maior volatilidade

A segunda característica que mais destaca as ações small caps é a sua maior volatilidade no mercado financeiro.

Uma vez que possuem menor liquidez e são menos acompanhadas na bolsa, as small caps são mais suscetíveis a ter uma volatilidade maior na cotação — que sempre é causada por um movimento mais agressivo de venda ou de compra das ações, algo que passa ao volume médio de negociações.

Como são pouco acompanhadas na bolsa, se comparadas com as blue chips, as small caps são mais imprevisíveis.

Menor cobertura pelo mercado

Outra característica das small caps é sua menor cobertura no mercado financeiro. Em geral, as small caps não possuem grande participação nas carteiras de fundos, gestores e de grandes investidores institucionais. Isso acontece devido à sua maior imprevisibilidade na cotação e menor liquidez.

Esse fato faz com que casos de análise de risco e análise financeira não acompanhem tanto as ações small caps. Tanto em seus resultados, como nas perspectivas futuras para a evolução das ações. Isso acarreta uma menor quantidade de informações disponíveis para que os agentes da bolsa possam tomar decisões sobre esses papéis.

Menor de valor de mercado

Por fim, temos como principal característica das small caps a sua capitalização inferior no mercado de ações.

É importante ressaltar que esse menor valor de mercado não é algo imutável ao longo do tempo. Afinal, muitas small caps são empresas que acabaram de lançar seu IPO na bolsa e tem grande margem de crescimento.

Ainda assim, enquanto as ações não atingirem níveis que a configuram como uma blue chip, temos uma small cap.

Vantagens de investir em Small Caps

Embora algumas de suas características façam as small caps parecerem papéis menos desejáveis, as mesmas possuem grandes vantagens.

Confira algumas delas a seguir:

  • Grande potencial de crescimento: uma vez que small caps são empresas de menor porte, as mesmas tendem a apresentar grande crescimento e evolução na cotação dentro do seu segmento.
  • Chance dos ativos estarem mal precificados: algumas empresas dentro das small caps estão mal precificadas na bolsa, por falta do maior acompanhamento de corretoras e grandes investidores. Isso abre espaço para que o papel possa evoluir muito com o tempo.
  • Menor cobertura institucional: muitos fundos institucionais têm restrições para investir em Small Caps, o que pode resultar em menos competição para o investidor individual.
  • Potencial de multiplicação do investimento: com uma boa seleção, o investidor pode obter retornos expressivos, já que pequenas empresas têm maior capacidade de crescimento percentual.

Leia também: Guia da Melhor Carteira Recomendada de Investimentos – Riconnect

Lista de small caps brasileiras

Existem dezenas de empresas no Brasil que podem ser classificadas como small caps. Conheça algumas delas:

  • Locaweb (LWSA3)
  • Tegma (TGMA3)
  • Santos Brasil (STBP3)
  • Méliuz (CASH3)
  • Sinqia (SQIA3)
  • Unicasa (UCAS3)
  • Camil (CAML3)
  • Plano&Plano (PLPL3)
  • Unipar (UNIP6)
  • Hapvida (HAPV3)
  • B3 (B3SA3)
  • Ferbasa (FESA4)
  • Fras-le (FRAS3)
  • Ambipar (AMBP3)
  • Iochpe-Maxion (MYPK3)
  • Minerva (BEEF3)
  • Enjoei (ENJU3)
  • PetroRio (PRIO3)
  • Taurus (TASA4)
  • C&A (CEAB3)

Conheça as small caps mais famosas

Existem algumas small caps que são tão famosas quanto algumas blue chips na bolsa de valores.

Conheça abaixo dez das mais famosas small caps:

  1. Méliuz (CASH3) – Uma das maiores empresas de cashback do Brasil.
  2. Unidas (LCAM3) – Atua no mercado de locação de automóveis e gestão de frotas.
  3. Sinqia (SQIA3) – Oferece soluções de tecnologia para o mercado financeiro.
  4. Camil (CAML3) – Atua no segmento de alimentos, especialmente arroz e feijão.
  5. Hapvida (HAPV3) – Uma das maiores operadoras de planos de saúde do país.
  6. Minerva (BEEF3) – Uma das maiores empresas de carne bovina da América do Sul.
  7. Enjoei (ENJU3) – Plataforma de compra e venda de produtos usados.
  8. PetroRio (PRIO3) – Atua na exploração e produção de petróleo e gás natural.
  9. Taurus (TASA4) – Fabricante brasileira de armas de fogo.
  10. C&A (CEAB3) – Uma das maiores redes de varejo de moda do Brasil.

Conheça os riscos de investir em Small Caps

Assim como suas vantagens, investir em small caps também tem seus riscos, são eles:

  • Alta volatilidade: as small caps tendem a ser mais voláteis do que as grandes empresas, o que significa que seus preços podem flutuar de forma mais acentuada em curtos períodos.
  • Baixa liquidez: nem todas as small caps têm um grande volume de negociação no mercado, o que pode dificultar a compra ou venda de ações em grandes quantidades sem afetar o preço.
  • Menor cobertura analítica: muitas vezes, as small caps recebem menos atenção dos analistas financeiros, o que significa que pode haver menos informações disponíveis sobre elas.
  • Maior sensibilidade a eventos econômicos: por serem empresas menores, elas podem ser mais afetadas por mudanças na economia ou no setor em que atuam.
  • Possibilidade de falência: empresas pequenas têm uma taxa de mortalidade mais alta. Algumas podem não sobreviver a desafios financeiros ou concorrência acirrada.
  • Gestão ineficaz: algumas small caps podem ter gestão menos experiente ou eficiente, o que pode afetar o desempenho da empresa.
  • Setor de atuação específico: algumas small caps operam em setores muito específicos, o que as torna mais suscetíveis a mudanças nesse setor em particular.
  • Falta de diversificação: se você investe em apenas algumas small caps, seu portfólio pode estar menos diversificado do que se investisse em empresas maiores e mais variadas.

Como investir em Small Caps

Investir em small caps é muito mais simples do que parece. Primeiro, você precisa ter uma conta em uma instituição financeira como a Rico.

Depois, basta seguir o passo a passo abaixo:

  1. Faça o login na sua conta na corretora, em seguida entre no home broker de operações;
  2. Busque o ticker da ação small cap que deseja comprar;
  3. Caso queira, opte pelo ticker do índice SMAL11, que reúne as principais small caps da bolsa;
  4. Selecione os ativos que deseja comprar e realize sua ordem de compra, após sua conclusão, parabéns. Você acaba de investir em small caps.

Vale a pena investir em Small Caps?

Investir em Small Caps pode ser uma estratégia interessante para investidores que buscam maior potencial de crescimento.

Estas empresas têm espaço para expansão e, muitas vezes, estão fora do radar dos grandes investidores. Contudo, é essencial estar ciente dos riscos associados, como maior volatilidade e menor liquidez.

Diversificar o portfólio, incluindo outros tipos de investimentos de renda variável, é uma abordagem prudente. Nesse momento, cautela e compreensão do mercado são fundamentais ao considerar as Small Caps como parte de uma estratégia de investimento bem equilibrada.

Clique e abra sua conta na Rico