março 29, 2022

Você também pode ser um investidor

Abra sua conta na Rico agora, é grátis

O que é PIB? 

Compartilhar:  

O PIB ou Produto Interno Bruto é um indicador econômico que corresponde à soma de todos os bens e serviços produzidos em um território em um determinado período de tempo.  

Este período geralmente é anual ou trimestral e o território analisado pode ser um país, estado ou município. 

Entender o que é PIB é essencial para analisar o cenário econômico do país até mesmo para tomar decisões de negócios e investimentos.  

Este é um indicador econômico muito relevante e você provavelmente já ouviu alguma notícia sobre ele no jornal, mas pode não ter conseguido interpretar ao certo o que estava sendo divulgado.  

Pensando nisso, trouxemos um conteúdo bem explicativo e simples para que você possa entender o que significa PIB, qual a sua importância, além de outros detalhes que podem te ajudar a entender mais sobre o cenário econômico e financeiro. 

Neste conteúdo você vai ver: 
 

  • Para que serve o PIB?  
  • Como funciona o PIB?  
  • Como é calculado o PIB?  
  • Como o PIB se relaciona com a economia do país?  
  • E o PIB brasileiro?  
  • O que é PIB nominal e PIB real? Quais as diferenças?  
  • O que é PIB per capita?  
  • Dúvidas frequentes sobre PIB  

Boa leitura!

Para que serve o PIB?  

A função do PIB é ser um indicador que mede a atividade econômica do país.  

Por meio da variação do PIB de determinado país (ou estado, cidade ou qualquer localidade), é possível entender se a economia está crescendo – se há mais investimentos, mais consumo, mais exportações ou importações, e assim por diante.  

Por isso, ele é um dos indicadores mais importantes da economia. O PIB pode ser visto como uma espécie de termômetro, que ajuda a entender o que está se passando em um país, estado ou município, e pode ajudar no desenho de políticas públicas para impulsionar o crescimento de determinados setores, por exemplo.  

Por ser um indicador de atividade econômica, ele também é bastante utilizado por analistas de mercado financeiro. Entender para onde vai a economia ajuda no desenvolvimento de projeções de performance de empresas – e assim, ações – por exemplo.  

Quer entender um pouco sobre como funciona o PIB e como ele é calculado? Nós te contamos nos próximos tópicos! 

Como funciona o PIB? 

De maneira geral, é muito simples entender como funciona o PIB, pois ele representa a soma de tudo o que é produzido de bens e serviços em determinado período, em determinado território. Assim, é possível: 
 

  • Reconhecer se a área analisada teve aumento no fluxo econômico; 
  • Comparar a economia com outras áreas; 
  • Utilizar os dados para o cálculo do PIB per capita (ou seja, o PIB por pessoa); 
  • Analisar políticas públicas já implementadas, ou planejadas para uma economia.  

Para entender melhor como funciona o PIB, uma demonstração prática de como ele é calculado pode ajudar. Vamos aprender? 

Como é calculado o PIB? 

O cálculo do PIB é feito pela soma do volume de produção de bens e serviços da área analisada por um determinado período, como o consumo das famílias os gastos do governo (com saúde, educação, previdência, salários de servidores, etc) e investimentos.  

Ou seja, o PIB representa o fluxo de tudo o que produzimos na economia de bens e serviços.  

Falamos em fluxo, porque o PIB mede a riqueza de determinada economia em um espaço de tempo. Ou seja, ao longo de um período – como um ano, um semestre, um trimestre ou um mês. 

Para ficar mais fácil entender, imagine a seguinte situação: 

E um ano, um determinado estado produziu R$100 milhões em camisetas de algodão, R$50 milhões em calça jeans, R$40 milhões em eventos, R$20 milhões em Turismo e outros R$140 milhões em serviços gerais (como manicures e restaurantes), e isso é tudo.  

Isso quer dizer que o seu PIB, no ano, será a soma destes valores, ou seja, R$350 milhões. 

Aqui, vale destacar um ponto importante. Nada é contabilizado duas vezes no PIB. 

Assim, na produção de um carro, o cálculo final do PIB não incluirá a roda, o motor e cada porta, separadamente, para depois contabiliza-los de novo quando o carro estiver finalizado.  

E sim, cada item produzido será contabilizado apenas uma vez para se ter a variação do PIB de um período para o outro (por exemplo, de um ano para o outro).  

Como o PIB se relaciona com a economia do país? 

Pessoa mexendo em um computador com alguns objetos de escritório ao lado.

A economia de um país se relaciona diretamente com o PIB. O cálculo do crescimento econômico de uma nação nada mais é do que a variação do PIB de um período para o outro.  

Se o valor for negativo, significa que a economia encolheu. Já se houve um percentual positivo, significa que a economia do país cresceu naquele período. 

Isso porque, como o PIB representa o fluxo de tudo o que produzimos na economia de bens e serviços, ele é medida mais próxima que temos de riqueza de um país. 

Assim, quando olhamos a variação do PIB, estamos olhando para a variação da riqueza de um país em certo período. 

Vale lembrar, entretanto, que o PIB também não contabiliza questões como desigualdade social e de oportunidades, de cunho ambiental ou social. Por isso, o PIB nunca deve ser usado como único fator de comparação entre países, ou de nível de desenvolvimento econômico de um país.   

E o PIB brasileiro? 

O PIB brasileiro é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os resultados são publicados trimestral e anualmente, mostrando o atual resultado do PIB brasileiro e a variação em relação aos períodos anteriores.  

No ano de 2021, por exemplo, o PIB brasileiro cresceu 4,6% em relação ao ano imediatamente anterior – 2020. Isso significa que a soma de todos os bens e serviços produzidos no país em 2021 foi 4,6% maior do que o fluxo registrado em 2020.  

Enquanto isso, o ano de 2020 registrou uma queda de 3,9% no PIB em relação ao de 2019, especialmente por conta dos efeitos da pandemia da covid-19 na economia do país.  

Na Riconnect, você encontra análises detalhadas de resultados do PIB a cada três meses, além das projeções do nosso time de análise sobre o que esperar para o PIB para frente.  

O que é PIB nominal e PIB real? Quais as diferenças? 

O PIB Nominal tem seu valor calculado de acordo com os preços e quantidades de bens e serviços no momento em que foram produzidos. Assim, caso a inflação suba, o PIB nominal pode subir só por conta do aumento dos preços – sem necessariamente um aumento no total produzido.   

O PIB Real, por sua vez, é utilizado para comparar apenas a variação de volume entre determinados períodos. Assim, ele desconta o efeito da inflação no período em questão, para retirar o “efeito preço” do resultado final.   

Outro conceito relacionado ao PIB é o PIB per capita. Vamos entender um pouco sobre o que se trata? 

O que é PIB per capita?  

O PIB per capita é a medida do resultado do PIB, dividida pela população atual do território analisado. Ele ajuda a avaliar o crescimento do padrão de vida da população por meio de uma análise do crescimento de renda por pessoa. 

Assim, se o PIB real registrar uma alta menor que o crescimento da população, o PIB per capita será menor, o que vai indicar que a renda por pessoa diminuiu.  

Portanto, o PIB per capita é outro dado importante para entender sobre o PIB de forma completa.  

Por isso, o PIB per capita é muito importante para a definição de políticas públicas, como aquelas que tem o objetivo de reduzir a pobreza e a desigualdade. 

Mulher sentada em frente a um computador e um caderno, com uma caneta apoiada em seu rosto.

O que aumenta ou derruba o PIB?  

Ter resultados positivos de variação do PIB, ou seja, fazer a economia crescer de um período para o outro, dependerá de inúmeros fatores.  

Fatores que influenciam o PIB incluem a economia internacional, as condições climáticas, o controle da inflação, políticas de educação, estabilidade política, investimentos públicos e privados, consumo das famílias, e muitos outros.  

Da mesma forma, quando o PIB cai, isso pode ser reflexo de uma série de questões. Inflação alta, crises globais, e instabilidade política podem influenciar na queda do PIB de um país.  

Assim, a pergunta sobre “como aumentar o PIB” está entre as principais de muitos governantes ao redor do mundo.  

Como o PIB impacta os investimentos?  

De maneira simplificada, com a economia crescendo, empresas poderão ter mais oportunidades para crescer também, aumentando investimentos, contratando mais funcionários, contribuindo para mover a economia e levar a mais crescimento econômico – e assim por diante, em um ciclo positivo.  

Assim, normalmente, maior crescimento leva a maiores retornos ao investidor. 

Além disso, uma performance positiva da economia também acaba impactando outros mercados de maneira indireta. Isso porque o crescimento da economia impacta a avaliação de risco de investidores sobre um país.   

Assim, quando há perspectivas positivas de crescimento, investidores poderão ver menores riscos em investir seu dinheiro.  

Isso acaba impactando fatores importantes para investimentos como os juros, a taxa de câmbio e o mercado de renda fixa

Conclusão 

A imagem contém um cofre de moedas em formato de porco.

O PIB é um termômetro econômico muito importante. Quem se interessa em conhecer sobre este assunto acaba saindo na frente na hora de tomar suas decisões sobre investimentos, negócios e de vida.  

Tudo isso é fundamental para desenvolver um senso crítico e entender melhor sobre as notícias da economia.  

A partir daí, fica mais fácil entender também os conceitos do mundo dos investimentos para ir cada vez mais fundo e se tornar um investidor bem informado.  

Uma das grandes vantagens do bom investidor é o seu conhecimento. Então, nunca pare de aprender! 

Fique por dentro de tudo que você precisa estar atento em economia! Nesse texto, nossa chefe de economia Rachel de Sá explica 5 conceitos de economia que você precisa saber para investir.  

E neste vídeo, ela conta tudo o que a gente precisa saber para esse ano.  

 
Se você deseja conhecer mais sobre economia e investimentos, continue acompanhando os conteúdos no blog da Rico e veja também o canal da Rico no YouTube para aprender de maneira mais dinâmica sobre alguns assuntos importantes da área.