Realize suas metas em 2024! Acesse o ebook "Da meta ao investimento" e conheça os melhores investimentos para realizar seus objetivos.

28/12/2023 08:00:00
14 minuto(s) de leitura


Reinvestimento automático: o que é e qual a vantagem?

O reinvestimento é a estratégia de pegar o lucro de um investimento e aplicar o dinheiro novamente em um ativo. Reinvestimento automático é uma especificidade dessa estratégia, uma vez que é realizado automaticamente.


Compartilhar:
Investidora olha despreocupada no notebook seu lucro sendo multiplicado pelo reinvestimento automático que sua corretora oferece.

Reinvestimento automático é uma das melhores funcionalidades de corretoras de valores para os investidores manterem a constância nas aplicações e aproveitarem oportunidades de rendimentos.

Assim que volta para sua conta, o dinheiro é automaticamente investido em outra aplicação, sem ficar parado na conta-corrente. Quer entender melhor como funciona o reinvestimento automático? Continue lendo este artigo!

Como funciona o reinvestimento?

O reinvestimento é a estratégia de pegar o lucro de um investimento e aplicar o dinheiro novamente em um ativo.

Essa estratégia funciona como uma forma de maximizar o crescimento do seu patrimônio ao longo do tempo e cria o efeito chamado “bola de neve” — quando o dinheiro passa a gerar mais dinheiro, que, por sua vez, será reaplicado e vai gerar mais dinheiro.

Quais são as vantagens de reinvestir?

Existem diversos motivos para o investidor escolher o reinvestimento automático do dinheiro, mas os três principais são:

  1. Efeito bola de neve
  2. Aumento do aporte
  3. Consistência

Efeito bola de neve

Luiz Barsi Filho, por exemplo, recebe o equivalente a R$ 1 milhão ao dia dos seus investimentos e Warren Buffett recebeu US$ 1,9 milhão ao dia apenas com as ações da Coca-Cola.

Esse foi o resultado de anos aportando e reinvestindo o dinheiro, o que criou o “efeito bola de neve” — a meta de qualquer investidor.

Você também pode fazer o mesmo com o reinvestimento, mesmo que seja em menor escala. Observe o que acontece se você investe R$ 1000 a uma taxa de 10% em um CDB e reinveste esse dinheiro ao longo do tempo:

TempoRetorno
1 anoR$1.100,00
5 anosR$1.610,51
10 anosR$2.593,74
*valores não consideram a incidência de impostos.

Pode não parecer muito, mas se você somar um aporte mensal de R$200. Por exemplo:

TempoRetorno
1 anoR$ 3.608,11
5 anosR$ 16.922,75
10 anosR$ 42.566,50
*valores não consideram a incidência de impostos.

Percebeu a diferença?

Aumento dos aportes

Quando você aporta R$200, por exemplo, e recebe juros de R$10 por mês, você aumenta o valor do seu aporte para R$210 por mês. Inicialmente, pode parecer pouco, mas depois pode virar R$220, R$250, R$300 e assim sucessivamente.

Essa é uma excelente alternativa para quem recebe um salário fixo e aporta o mesmo valor todos os meses, afinal, é uma possibilidade de crescer através do reinvestimento.

Consistência

Ao longo do tempo, surgem diversos desafios para atrapalhar a construção de patrimônio: problemas financeiros, desejos, fatores emocionais, entre outros.

Assim, se o dinheiro ficar disponível na conta, você pode utilizar para qualquer outra finalidade que desvia do seu objetivo principal, como compras desnecessárias.

Quando você reinveste logo dinheiro, é uma maneira de se manter no caminho certo.

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico!

O que é reinvestimento automático?

Reinvestimento automático é uma funcionalidade das corretoras de valores que investem o dinheiro proveniente dos resultados ou vencimento de um investimento em outra aplicação automaticamente.

Assim, o dinheiro não fica parado na conta e continua rendendo, mesmo que você não entre na conta. É uma forma de trazer mais praticidade e agilidade para o investidor.

O que é reinvestimento no CDB?

É uma opção de reinvestimento automático que aplica o valor investido em um CDB pré-fixado em um fundo de investimento com liquidez diária.

Por exemplo, vamos supor que você investiu R$1000 em um CDB com vencimento para dia 15/10. Quando chegar no dia 15, o seu dinheiro vai voltar automaticamente para sua conta e a corretora vai aplicar em um fundo de investimento com liquidez diária.

Desse modo, se você entrar na sua conta no dia 30/10, o seu dinheiro terá passado 15 dias rendendo ao invés de ficar parado. Se quiser deixar até encontrar outra opção de investimento, você pode. Do contrário, pode sacar na mesma hora e utilizar da forma que quiser.

Quais são as vantagens do reinvestimento automático?

Se a gente considerar o reinvestimento automático, ainda existem outras vantagens, como:

  1. Não depende de você — caso esteja sem tempo, o dinheiro é investido automaticamente.
  2. Aproveitamento de tempo — enquanto você não decide o que fazer com o dinheiro, ele fica reinvestido em uma aplicação, mantendo o retorno.
  3. Economia de tempo — você não precisa entrar na plataforma para reinvestir.

Qual a relação entre o reinvestimento e os juros compostos?

Juros compostos é quando ocorrem juros sobre juros, ou seja, à medida que os juros são calculados, eles são somados ao valor inicial, o que aumenta o seu montante de dinheiro total.

Por exemplo, se você tem R$100 e investe a uma taxa de 12% ao ano (1% ao mês), você vai ter R$101 ao final do primeiro mês. Nesse caso, aqueles mesmos 12% vão incidir sobre R$101 agora, gerando assim R$102,01.

O reinvestimento significa pegar justamente o montante após o pagamento de dividendos ou o vencimento de uma aplicação de renda fixa e aplicá-lo novamente no mesmo ativo ou em outros investimentos. É como se você apenas deixasse o efeito dos juros compostos agir.

No lugar de retirar aqueles R$101, por exemplo, você reinveste o dinheiro em uma nova aplicação para continuar rendendo.

Se fosse o caso de reinvestimento automático, o dinheiro já começaria a render imediatamente após chegar na sua conta — sem precisar entrar na conta e fazer manualmente.

O que é o risco de reinvestimento?

O risco de reinvestimento é a possibilidade da aplicação não gerar o retorno esperado ou igual ao anterior.

Por exemplo, se você pega R$1100 que estavam investidos na renda fixa, resolve aplicar em uma ação sem entender como funciona a renda variável e o ativo desvaloriza no mercado, você “perde” dinheiro nesse reinvestimento.

Contudo, é sempre bom ressaltar que:

  1. Você precisa conhecer seu perfil investidor: caso tenha baixa tolerância a riscos, o ideal é permanecer em aplicações mais conservadoras para evitar perder o que ganhou.
  2. É importante estudar antes de investir: dependendo da sua estratégia, a desvalorização não é necessariamente negativa por ser temporária, mas você precisa ter um bom conhecimento sobre o assunto para manter a sua decisão.
Investidor estuda em seu notebook os riscos de reinvestimento automático.

Clique aqui e acesse o Simulador de Investimentos da Rico. Descubra o rendimento das suas aplicações e invista do seu jeito. É 100% digital e gratuito!

Como calcular a taxa de reinvestimento?

A taxa de reinvestimento é o indicador que mede o potencial de ganhos que podem ser recebidos caso o dinheiro seja aplicado novamente em outro título ou ativo.

A fórmula básica para calcular a taxa de reinvestimento é bem simples:

taxa de investimento (sinal de porcentagem) é igual a quantidade reinvestida dividido por ganhos totais vezes cem

Vamos supor que você tenha investido em um CDB e, ao longo de um ano, tenha recebido R$ 500 de juros. Desses R$500, você decide investir R$200, ficando:

Taxa de investimento (sinal de porcentagem) é igual a 200 dividido por 500 vezes 100

Nesse caso, a taxa de reinvestimento é de 40%, indicando que 40% dos ganhos totais foram reinvestidos. Se fosse os R$500, a sua taxa de reinvestimento seria de 100%.

Com base nisso, se você investisse R$500 dos juros e acrescentasse R$500, gerando R$100, a metade desse valor seria proveniente de reinvestimentos.

Reinvestimento automático no App Rico

A Rico lançou uma nova funcionalidade no App para reinvestimento automático! Funciona

assim: ao comprar qualquer CDB, LCI ou LCA com vencimento de até 6 meses, você visualiza no aplicativo a opção de reinvestimento. Importante: a opção pelo reinvestimento automático ocorre logo no momento do investimento em um dos títulos mencionados.

Veja a seguir, como é a experiência no app:

Na prática, assim como explicamos no início deste post, quando chega a data de vencimento do CDB, ao invés do dinheiro ficar parado na sua conta de investimentos, ele é automaticamente aportado diretamente em um fundo de renda fixa com rentabilidade atrelada à taxa Selic.

E quais os benefícios do reinvestimento automático para você? Confira abaixo:

  • garantia de não deixar o dinheiro parado na conta, sem rendimento
  • o fundo de renda fixa tem taxa atrelada à Selic, que por ainda estar em patamares elevados, tem boa rentabilidade
  • o investimento tem liquidez diária, que permite o resgate a qualquer momento

Entendeu como funciona o reinvestimento automático? Baixe agora mesmo o aplicativo da Rico, comece a investir e veja seu dinheiro rendendo ainda mais com essa funcionalidade.

Clique e abra sua conta na Rico