Onde investir em junho? Faça o download gratuito do relatório com as recomendações do Time Rico.

28/09/2020 04:15:00 • Atualizado em 06/02/2024 08:54:21
20 minuto(s) de leitura


Mercado fracionário: o que é e como vender ações fracionadas?

Pouco dinheiro para investir? No mercado comum de compra e venda de ações, elas são negociadas em lotes e cada um contém 100 ações. No entanto, no mercado fracionário as ações podem ser negociadas sem a obrigatoriedade de um lote mínimo.


Compartilhar:
Imagem de tela de mercado de ações com valores em alta e em baixa.

Você conhece o mercado fracionário?

Se você investe ou está pensando em investir seu dinheiro, provavelmente já ouviu falar em investir em ações.

Esse tipo de investimento é de renda variável, ou seja, são ativos financeiros que possuem retornos não previsíveis: você não tem como ter certeza do quanto o dinheiro irá render ao longo do tempo.

Embora o risco seja grande, a possibilidade de conseguir maior rentabilidade também é maior se comparada a outros tipos de investimento, como os de renda fixa.

Muitas pessoas pensam que investir em ações é apenas para quem tem muito dinheiro para investir.

E é aí que está o erro.

Existe uma opção exatamente para quem não tem tanto dinheiro assim, mas quer investir em ações. É o mercado fracionário.

Nele você não precisa comprar o lote mínimo padrão, que são 100 ações por lote. No mercado fracionário você pode comprar apenas parte do lote, uma fração dele. E, portanto, não precisa de um grande capital para investir.

Acompanhe neste post como funciona o mercado fracionário, para quem ele é indicado e como investir em ações por ele.

O que é mercado fracionário?

O mercado fracionário é onde as ações podem ser negociadas sem a obrigatoriedade de um lote mínimo. Como falamos, no mercado comum de compra e venda de ações, elas são negociadas em lotes. E cada um contém 100 ações.

Ou seja, você consegue apenas comprar 100, 200, 300, 400… ações, e por aí vai. Isso demanda do investidor mais capital para investir.

Já no mercado fracionário é possível comprar apenas uma parte desse lote. Por exemplo, é possível comprar 5, 15, 30 ações. Ou quantas o investidor quiser entre 1 e 99.

É uma ótima opção para quem quer investir em ações, mas não tem uma grande reserva de capital. Ou para quem está iniciando os investimentos em renda variável e quer fazer pequenos testes antes de investir mais dinheiro.

Qual a diferença do mercado fracionário para o mercado integral?

A principal diferença entre o mercado fracionário e o mercado integral é a quantidade de ações que podem ser negociadas em uma transação.

Enquanto no fracionário é possível comprar qualquer quantidade entre 1 e 99 ações, no integral, é preciso comprar lotes inteiros.

Um lote tem 100 ações, então, se o investidor quiser investir mais do que isso no mercado integral, a próxima opção é investir em 200 ações – perceba que a diferença entre os passos é muito grande.

Além disso, é importante saber que, embora nos dois mercados os ativos negociados sejam os mesmos, eles são independentes um do outro.

Portanto, as cotas e a liquidez das ações são diferentes tanto no mercado fracionário quanto no mercado integral.

No mercado fracionário, ainda, a liquidez costuma ser mais baixa, pois há menor volume de oferta e compra.

Por isso, fique atento a esse ponto: se você quer investir em curto prazo, o mercado fracionário pode não ser uma boa opção, já que tem liquidez mais baixa.

Ações fracionadas pagam dividendos?

As ações do mercado fracionário têm o mesmo valor que aquelas negociadas dentro de um lote.

Assim, quando o assunto é dividendos, o investidor pode ficar tranquilo, pois o mercado fracionário também oferece essa remuneração – de forma proporcional à sua quantidade de ações, é claro.

Ou seja, se você tem na carteira ações que pagam dividendos, ainda que em um número pequeno, terá direito ao provento quando ele for pago.

Para quem é o mercado fracionário?

Qualquer investimento em ações é indicado para o investidor arrojado.

É muito importante saber qual é o seu tipo de investidor antes de escolher onde investir. Chamamos isso de suitability no mundo dos investimentos.

É de acordo com o seu tipo de investidor que você deve guiar a composição da sua carteira. Existem três tipos: conservador, moderado e arrojado. E o mercado fracionário é indicado para o investidor arrojado.

O suitability é definido de acordo com a aceitação ao risco do investidor. E como o mercado de ações é um tipo de investimento que tem risco alto, ele é indicado para quem tem mais tolerância ao risco: o investidor arrojado.

Investidor iniciante busca comprar ações no mercado fracionário em seu notebook enquanto toma um café.

Como investir com pouco dinheiro no mercado fracionário?

Além disso, o mercado fracionário é indicado para quem não tem muito dinheiro para investir, mas quer se arriscar no mundo das ações. Assim, você não precisa ter dinheiro para comprar o lote inteiro de ações: você pode comprar apenas parte do lote.

Como começar a investir com ações fracionadas?

Esse mercado também é indicado para quem está começando a investir em ações. Isso pois investimentos demandam aprendizados. No processo de investir, você vai errar e acertar, até entender como aquele investimento se comporta dentro da sua carteira.

Por isso, para quem está começando a investir em ações, não é indicado começar com grandes investimentos. E o mercado fracionário é ideal para isso: você consegue investir menos e testar seus conhecimentos sem comprometer sua renda.

Assim, não precisa aprender testando em um lote inteiro de ações – que pode ter um valor alto. Você pode, por exemplo, fazer testes comprando 10, 20 ações e ver como o investimento se comporta.

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.

Como funciona o mercado fracionário de ações?

Na B3, o mercado de ações abre seu pregão às 10h e vai até às 17h.

Além disso, todo o processo é informatizado e a compra e venda de ações é feita pela internet, em plataformas digitais oferecidas por corretoras.

É melhor comprar ações fracionadas?

A resposta é: depende. Como qualquer outro tipo de investimento, primeiro você precisa definir quais são seus objetivos com ele.

Investir em ações possui alto risco. É importante que você não invista todo o seu dinheiro em uma mesma ação. A palavra chave para sua carteira é: diversificação.

Se você montar uma carteira diversificada de acordo com seus objetivos e tolerância ao risco, evitará surpresas negativas.

Então, o mercado fracionário pode ser uma ótima opção para o investidor arrojado diversificar a carteira.

Por exemplo, se você quer investir em uma empresa nova, que ainda não se sabe o desempenho, pode recorrer ao mercado fracionário e comprar algumas ações da empresa, sem arriscar muito capital comprando um lote inteiro.

Ou se você apenas não tem o dinheiro para comprar um lote inteiro, mas quer investir em ações, o mercado fracionário é a melhor saída.

Em diferentes situações as ações fracionadas podem valer a pena. O importante é avaliar se esse tipo de investimento faz sentido:

  • Com o seu tipo de investidor;
  • Com os objetivos que você quer alcançar;
  • Com quanto você tem para investir;
  • E quanto tempo você quer deixar o dinheiro alocado nele.

Como comprar ações no mercado fracionário?

Se você tem interesse em investir no mercado fracionário, basta seguir o processo normal de como investir em ações.

Primeiramente, você precisa abrir uma conta em uma corretora de valores, como a Rico. Na sua conta, acesse o Home Broker. É no Home Broker que as ações são negociadas, seja no mercado integral ou fracionário. Procure pelo código da ação na qual você quer investir.

Por exemplo, se você quer investir na Vale, procure por VALE3. Quando selecionar a ação, acrescente no fim dela a letra “F”. Nesse caso, ficaria VALE3F. O F indica que é uma transação no mercado fracionário.

Pronto! Depois, basta indicar quantas ações você deseja comprar e finalizar a transação.

Então, não esqueça: para operar no mercado fracionário basta acrescentar a letra “F” no fim da ação.

Alguns exemplos de como fica o ticker da ação no mercado fracionário:

  • SANB11F – Santander
  • BBDC4F – Bradesco
  • PETR4F – Petrobras
  • ITUB4F – Itaú
  • MGLU3F – Magazine Luiza
Investidora iniciante avalia as opções do mercado fracionário em seu notebook enquanto toma um café.

Qual o momento certo para vender ações no mercado fracionário?

A escolha do momento certo para vender ações no mercado fracionário depende do contexto econômico e também das necessidades do investidor no momento.

No cenário ideal, você compra uma ação na baixa e a vende na alta.

É preciso ter cuidado com o “efeito manada”, que costuma contaminar quem mantém ativos na bolsa sempre que uma forte desvalorização é percebida.

Tudo depende da estratégia e da própria observação, analisando as ações e projeções do mercado.

Em situações de crise, se os seus papéis caem de valor, a venda até pode reduzir seu prejuízo, mas também pode concretizar a perda – que tende a não ocorrer para quem mira o longo prazo e mantém o investimento.

Como investir no mercado fracionário?

Se você vai investir em ações pelo mercado fracionário, separamos alguns pontos em que você deve ficar de olho.

Quais os custos operacionais?

Como você pode comprar apenas parte de um lote de ações, pode ser que o custo operacional fique muito alto em relação ao preço da ação.

Por exemplo, se você comprar apenas 10 ações de uma empresa, e o custo delas for R$ 15,00 e a taxa de corretagem for R$ 12,00 o valor pela transação será quase o mesmo das ações em si.

É importante ter isso em mente quando for comprar ações no mercado fracionário.

Qual a liquidez das ações no mercado fracionário?

Como já falamos, a liquidez das ações no mercado fracionário é menor do que no regular. Isso porque o volume de compra e venda nele também é menor.

E isso pode impactar diretamente nos seus investimentos, já que pode ser mais difícil e levar mais tempo para vender suas ações.

O ideal é pensar em investir nesse mercado a longo prazo. Assim, você não possui urgência de comprar e vender suas ações, e consegue montar uma carteira de acordo com as condições desse tipo de investimento.

É cliente da Rico e não sabe onde investir? Confira nossas recomendações para saber por onde começar.

Diversificação da carteira

Quando falamos em riscos de investimentos, nenhuma estratégia é tão eficiente para proteger o investidor quanto à diversificação.

Ao dividir seu capital em ativos de maior e menor risco, o investidor garante segurança – com aplicações na renda fixa, por exemplo – e potencial de rentabilidade por meio do mercado fracionário.

Pagamento de proventos

Por último, a dica é ficar atento no pagamento dos proventos – a remuneração oferecida por empresas de capital aberto para seus investidores.

Os dividendos são a forma mais comum de pagamento, e representam a fatia de lucros paga proporcionalmente para cada investidor de acordo com sua quantidade de ações.

Avalie também as outras formas de remuneração possíveis, como juros sobre capital, bonificação e o direito de subscrição.

Como escolher a melhor corretora para operar no mercado fracionário?

A escolha de uma corretora para começar a operar no mercado fracionário é fundamental. É importante procurar uma empresa com boa reputação e tradição no mercado.

Com quase uma década atuando no setor de investimentos, a Rico é hoje uma das maiores corretoras do país em volume de negociação.

Além de uma plataforma intuitiva e segura, a empresa conta com uma área de aprendizado exclusiva para seus clientes aprenderem tudo que precisam para investir com boa rentabilidade.

Para começar no mercado acionário, saiba qual a melhor corretora de valores para investir ainda este ano!

Como comprar ações fracionárias na Rico?

A operação no mercado fracionário na Rico segue o mesmo caminho de qualquer outra corretora.

No Brasil, a compra de ações é padronizada dentro de um sistema desenvolvido pela bolsa de valores brasileira, a B3.

Para investir, tudo que o cliente precisa é acessar o home broker pela plataforma da corretora e seguir o passo a passo que apresentamos acima.

Conclusão

O mercado fracionário é ideal para quem quer começar a investir em ações, tem pouco dinheiro para investir ou para quem quer investir em ações, mas sem comprometer grande parte do capital.

Permitir a compra fracionada de ações, ou seja, sem precisar comprar o lote inteiro é uma boa alternativa para diversificar sua carteira.

Se você quer investir no mercado fracionário, vai precisar de uma conta em uma corretora de valores. Ainda não tem? Conte com a Rico!

Na Rico, você pode investir no mercado fracionário e no mercado integral de ações. Além disso, pode optar por diversos outros tipos de investimento para diversificar sua carteira.

Se tiver dúvidas durante o processo, confira nosso post sobre como abrir conta na Rico.

Bons investimentos!

Clique e abra sua conta na Rico