agosto 25, 2021

Blockchain: a tecnologia dos Bitcoins de um jeito simples!  

Quando o assunto é Bitcoin e outras criptomoedas, surge um novo termo que pode ser estranho para muita gente: o blockchain!  

Esse é um termo relativamente novo, que surgiu junto com o Bitcoin e outras criptomoedas tem ganhado cada vez mais atenção no mercado financeiro. 

O blockchain, bem como os criptoativos, é a junção de dois universos: o da tecnologia com as finanças

Mas o que significa blockchain? Qual a sua relação com Bitcoin e outras criptomoedas? É seguro? Será que é importante? Nós te explicamos tudo! 

Para quem se interessa por investimentos, ter conhecimento sobre assuntos de tecnologia, principalmente quando relacionados a finanças, é essencial.  

Se o blockchain é o futuro, quem chega primeiro desfruta melhor dos seus benefícios

Quer saber mais sobre Bitcoin, criptomoedas, o que é blockchain e como isso tudo se relaciona? Pode começar por aqui!  Veja o que vamos abordar: 
 

  • O que é Blockchain? 
  • O que é Bitcoin? 
  • Blockchain e Bitcoin: qual a relação? 
  • Como surgiu o blockchain? 
  • A técnica por trás da blockchain 
  • Como funciona a tecnologia blockchain? 
  • Blockchain é importante? 
  • Blockchain é seguro? 
  • Vantagens do blockchain 
  • Blockchain além das criptomoedas e criptoativos: é possível? 

O que é Blockchain? 

O significado de Blockchain em sua tradução livre é cadeia de blocos.  

Na prática ele funciona como um registro público de movimentações e transações financeiras, um banco de dados que armazena informações de forma segura e transparente

A cadeia de blocos é comumente utilizada para registrar informações de transações, inclusive de criptomoedas como a Bitcoin, uma das mais famosas e negociadas no mundo. 

O que é Bitcoin? 

Com o avanço da tecnologia e a necessidade de criação de um sistema financeiro descentralizado, que não sofre tanto com as interferências políticas e crises financeiras dos países, surgiu a primeira moeda virtual do mundo, o Bitcoin. 

A partir do seu surgimento, o Bitcoin passou a ser visto como um ativo de muito valor, justamente pela transparência que o blockchain oferece em conjunto com a possibilidade da diversificação para um ativo descentralizado. 

Com o Bitcoin, é possível fazer transações de valor, como compras de imóveis, produtos e serviços em empresas que já aceitam a criptomoeda como forma de pagamento. 

Mas qual a relação direta entre estes dois termos? Nós te explicamos! 

Blockchain e bitcoin: qual a relação? 

Imagem de uma criptomoeda de bitcoin sobreposta a uma placa de dados, representando sua relação com a tecnologia blockchain.

De maneira geral, o que permite a circulação do Bitcoin na internet é a tecnologia do blockchain

É ele que permite que o sistema financeiro de criptomoedas seja seguro e transparente, possibilitando o crescimento de sua popularidade entre os investidores. 

Ninguém quer colocar dinheiro em algo duvidoso, não é mesmo?  

Por isso, dentro do blockchain é possível fazer registro de transações financeiras de criptoativos.

Além de informações como registro de propriedade e outras ocorrências. Esse registro é imutável, o que deixa a transação mais segura e até mesmo auditável. 

As informações descritas no blockchain são detalhadas.  

Se você compra um Bitcoin, por exemplo, o blockchain deixa registrado de quem você comprou, quando a transação foi feita, quantidade e todos os outros detalhes da negociação. 

Como o blockchain é formado por todos os computadores dentro da rede, sempre que alguma adição de informação é feita no livro registro, ela só é efetivada se todos aprovarem. 

Dentro do blockchain, o Bitcoin também serve como recompensa para computadores que conseguirem formar um bloco de transações validadas de acordo com as regras.  

Isso porque o Bitcoin é baseado em uma série de supercomputadores resolvendo problemas matemáticos como forma de garantir a compatibilidade entre os blocos que formam a blockchain.  

Os mineradores colocam essas super-máquinas para trabalhar incansavelmente até conseguir realizar essas operações matemáticas extremamente (e cada vez mais) difíceis com sucesso — em troca, recebem um pagamento em Bitcoins.  

Esse processo é chama Proof of Work. 

Como essa é uma tarefa extremamente difícil, apenas computadores superpotentes são capazes de realizá-la. E assim é feita a mineração de Bitcoin no blockchain!  

Como surgiu o Blockchain? 

O Blockchain surgiu em meados de 2008, junto com o Bitcoin. 

Ele nada mais é do que a solução para circulação do Bitcoin de maneira segura e transparente, pois a criptomoeda não teria a mesma credibilidade se houvesse a possibilidade de mudar e fraudar as informações de transação.  

Por isso, criou-se uma rede descentralizada capaz de registrar de forma aberta essas informações e com técnicas capazes de tornar todo o sistema muito seguro e transparente.  

Agora, se você quer dar uma aprofundada sobre o tema das criptomoedas, acompanhe nosso vídeo, a seguir:  

A técnica por trás do blockchain 

Alguns detalhes importantes da técnica do blockchain são: 

Livro registro distribuído: O banco de dados do blockchain não fica centralizado em um só lugar. Todos os computadores da rede são responsáveis por guardar e aprovar estas informações, tornando a alteração de dados uma tarefa praticamente impossível. 

Contratos inteligentes: contratos criptografados que podem ser registrados no blockchain são verificados, negociados e executados a partir de regras pré-definidas, deixando a operação automatizada para negócios escaláveis. 

Registros imutáveis: cada registro feito no blockchain é único e não pode ser alterado ou revisado.

A partir do momento que a informação é registrada, somente uma adição de informações pode ser feita.

Ainda assim, essa adição de informações deve ser aprovada pela rede que vai verificar os dados anteriores já registrados. 

Como funciona a tecnologia blockchain?

Pode-se dizer que existem três características importantes dentro do funcionamento do blockchain que fazem essa tecnologia ter muito valor: 

Transação: esse é o alimento do blockchain, a informação.

Cada transação validada é única e aguarda sua entrada no bloco dentro do pool (estrutura que armazena as transações a serem adicionadas no bloco). 

Rede de conexão: dentro da rede, os computadores validam as transações que ficarão no pool. Quando um computador consegue juntar uma quantidade de informações válidas, ele forma o bloco. 

Cadeia irreversível: uma vez que o bloco formado é adicionado à cadeia com outros blocos, (com um código que o liga ao bloco da frente, e um que o liga ao bloco de trás, formando uma corrente) não é possível fazer alterações nas informações e a transação ficará registrada para sempre.

Blockchain é importante?

Não podemos dizer que alterar o blockchain não é possível, mas o processo de alteração é tão complicado que beira o impossível.  

Entenda o porquê! 

Para que um bloco da cadeia seja alterado é preciso que, primeiramente, seja possível enganar toda uma rede de computadores, já que a cadeia é descentralizada e cada nova informação precisa ser aprovada por todos os participantes. 

Considerando que seja possível enganar toda a rede, seria necessário quebrar toda a criptografia do que já foi registrado.  

Nesse caso, vale lembrar que são códigos diferentes, o que consumiria uma parcela significativa de tempo e outros recursos. 

O passo a passo até aqui seria: encontrar o bloco a ser alterado, quebrar a criptografia (quase impossível) e encontrar no meio do bloco a transação que deseja alterar. 

Depois que o bloco foi alterado, ele não pode ser simplesmente reinserido na rede.

Como ele é diferente do que já foi validado, é preciso reescrever todos os blocos que vieram depois deste para que seja feita uma nova cadeia de blocos. 

Achou impossível até aí? 

Pois saiba que para finalizar essa alteração com sucesso ainda é preciso que a rede aprove todos os novos blocos (desconhecidos e estranhos) para que a cadeia seja validada.  

Em resumo, o indivíduo teria que conseguir enganar toda uma rede de máquinas conectadas para subir uma nova cadeia que é quase impossível de descriptografar para sequer ser alterada. 

E tudo isso sem que a rede descubra uma anormalidade acontecendo e trave em questão de segundos. 

Vantagens do blockchain

Eficiência: o blockchain foi desenvolvido de maneira automatizada, sem duplicidade de informações ou conflito.

Tudo é executado de acordo com as regras pré-estabelecidas e não há necessidade de algum órgão regulador para autenticar as informações. 

Segurança: Se alguma transação inserida não respeitar as regras da cadeia, ela automaticamente é descartada pela rede.

As transações registradas não podem ser mudadas e ficam armazenadas para sempre. 

Confiabilidade: todas as transações registradas são públicas e podem ser consultadas. Para que uma transação seja aprovada, todos os computadores da rede devem aceitar. 

Blockchain além do Bitcoin: é possível? 

O blockchain registra muito mais do que transações de Bitcoin e outros criptoativos. Com ele é possível fazer: 
 

  • Execução de contratos inteligentes; 
  • Registro de transações financeiras; 
  • Registro e comercialização de obras (músicas, desenhos, filmes, poemas, coleções, entre outras); 
  • Sistemas de votação sem fraudes. 

Ou seja, futuramente a tecnologia tem potencial de ser inserida em outros serviços e garantir maior segurança e confiança a outros sistemas. 

Conclusão 

Embora este seja um termo ainda pouco conhecido, o blockchain tem o seu valor e aos poucos deve estar mais presente no dia a dia das pessoas e empresas.  

A segurança, eficiência e transparência dessa tecnologia é uma grande vantagem e a tendência é que o blockchain cresça no mercado financeiro.  

Gostou de aprender sobre a função do blockchain?   

Então, saiba que a tecnologia pode vir com tudo para ajudar investidores e empresas que queiram mais segurança e transparência em seus negócios. 

Portanto, a nossa meta é que você se aprofunde mais nos estudos para saber quais são as boas oportunidades que a tecnologia pode trazer para os seus investimentos, principalmente no longo prazo. 

time de especialistas da Rico está sempre preparado e informando as mudanças no mercado financeiro acerca do universo das criptomoedas.  

Ao abrir sua conta na Rico, disponibilizamos periodicamente relatórios e materiais exclusivos para que você se mantenha atualizado e invista com segurança.  
 

Então, se você quiser ver o seu dinheiro crescer e  começar a investir hoje no em criptomoedas , o primeiro passo é abrir a sua conta na Rico.  

Comece agora mesmo e acelere a realização dos seus sonhos! 

Obrigado por ler até aqui!