Sim, os caros estão caros! Em um país onde o salário mínimo é de R$1.412,00 e os modelos mais baratos custam por volta de R$70.000,00 é difícil argumentar que o “carro zero” seja uma opção realmente “popular”.

Entretanto, será que a nova geração de compradores está pagando mais caro que as anteriores? Em termos nominais, a resposta é clara. Afinal, a maioria dos carros novos superam os 6 dígitos na hora de fechar o negócio. Mas e quando consideramos a inflação e o poder de compra do trabalhador que recebe o mínimo: será que pagamos muito mais que na década passada?

Nós fizemos as contas!

2010 ou 2024: quem paga mais caro pelo carro zero?

Realizamos um estudo comparativo entre os valores de carros e o salário mínimo nos anos de 2010 e 2024, utilizando como exemplo o icônico Gol 1.0, um veículo que conquistou seu espaço no mercado brasileiro.

No ano de 2010, o Gol 1.0 era comercializado por aproximadamente R$27.800, período em que o salário mínimo alcançava a cifra de R$510,00.

Dessa maneira, para poder adquirir esse veículo, o comprador necessitaria de 54,5 meses para acumular esse patrimônio sem investir, guardando integralmente seu salário.

Trazendo esses valores ajustados pela inflação, conforme a evolução do IPCA (entre 02/2010 e 02/2024), o preço do carro equivaleria hoje a cerca de R$67.712,12 – enquanto o salário mínimo seria equivalente à R$1.150,47 (caso fosse corrigido também apenas pela inflação no período).

Já no ano de 2024, observamos que o mesmo Gol 1.0 (2023, zero km — última versão disponível) estava sendo comercializado por aproximadamente R$78.160 reais, ante o salário mínimo de R$1.412 reais. Realizando o mesmo cálculo para medir essa relação, temos 55,3 meses.

20102024
Valor Gol 1.0 R$ 27.800 R$ 78.160,00
Salário MínimoR$510,00R$1.412,00
Relação (Carro/Salário)54,555,3

Ou seja, a relação entre o preço do carro e o salário mínimo permaneceu praticamente constante em ambos os anos.

Mas essa ainda não é uma comparação justa

Apesar da leve vantagem da relação da compra em 2010 em comparação a compra em 2024, é importante ressaltar que, atualmente, os carros oferecem um nível de tecnologia e segurança significativamente superior, em resposta à evolução das demandas e expectativas dos consumidores.

Atualmente, vidros elétricos, travas elétricas, Air bags e outros opcionais dos carros em 2010 já se tornaram obrigatórios para atender a legislação e demanda dos consumidores atuais.

Essa melhoria substancial no produto implica em um custo de produção mais elevado, o que naturalmente se reflete nos preços finais praticados no mercado automobilístico.

Portanto, ao considerar a aquisição de um veículo hoje, é importante reconhecer que o comprador está investindo em um produto consideravelmente mais avançado e sofisticado em comparação com anos anteriores, justificando em parte o aumento nos preços dos carros.

Quem investe, conquista mais cedo

Mas melhor do que guardar o total necessário para comprar um carro é investir, por meio de aportes mensais, para que os juros compostos te ajudem nesse jornada.

Na tabela a seguir, fizemos a simulação de quanto tempo seria necessário investir para alcançar o mesmo valor, acumulando o suficiente para comprar o clássico “Golzinho”, considerando um investimento que renda o total da taxa básica de juros atual – como o Tesouro Selic.

 Sem investirInvestindo
(10,75% ao ano)
Aporte R$    1.412,00 R$               1.412,00
Meses55,445,5
Valor final R$ 78.200,00 R$             78.200,00

Isso significa que, investir mensalmente aceleraria a realização desse objetivo em 10 meses.

Na Rico, você pode contar com a ferramenta “Meus Objetivos” que te ajuda a se planejar e investir para alcançar objetivos como a compra do seu primeiro carro novo.

Simulador: comprar ou alugar um carro?

Enviando...

Ao prosseguir, você autoriza que a Rico colete seus dados pessoais de acordo com nossa Política de Privacidade.

envio com sucesso

Agradecemos o download!

 

Baixar

Elaborado por:

Júlia Aquino, CNPI 3607

1) Este relatório de análise foi elaborado pela Rico Investimentos, que é uma marca da XP Investimentos CCTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM nº 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.

2) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor.

3) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico.

4) O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Resolução CVM nº 20/2021 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório.

5) Os analistas da Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP.

6) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor.

7) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes.

8) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.

9) SAC. 0800 774 0402. A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800-722-3730.

10) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Rico: https://www.rico.com.vc/custos. 11) A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 

12) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 

13) Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor.