• Empresas que não são capazes de se adaptar às mudanças tecnológicas podem virar verdadeiras âncoras para os investidores de longo prazo.
  • A chegada do conceito de Metaverso, com sua promessa de revolucionar o modo como vivemos hoje, só tende a fortalecer esse movimento.
  • Te conto aqui como investir nessa nova tendência, sem precisar comprar terrenos virtuais ou NFTs de macacos.
  • Conheça o Trend Metaverso, e as empresas que já estão por dentro desse novo mundo virtual.

A maravilha da adaptação

Uma das coisas que admiro muito em empresas de tecnologia é sua rápida capacidade de adaptação. Isso porque um dos meus lemas como investidor é “ser um investidor pelo resto da minha vida”.

Quando você pensa em ser um “investidor vitalício”, a principal preocupação é colocar seu suado dinheiro em ativos duradouros, que se provem no tempo e, no caso de empresas, que sejam capazes de se transformar caso necessário.

Por isso, histórias de empresas como a Kodak ou a Blockbuster, que negaram uma mudança no mercado e praticamente deixaram de existir, assombram os pesadelos de investidores de longo prazo (como eu).

Com a chegada da blockchain, dos criptoativos e do tão falado Metaverso, que prometem ser uma tecnologia tão revolucionária quanto a internet, muitas empresas já começam a se movimentar para não ser a “próxima Blockbuster” e ficar de fora da festa.

O que é o Metaverso?

O Metaverso é um ambiente de realidade virtual que representa o próximo passo da internet. Um ecossistema online povoado por avatares controlados por pessoas reais, e que oferece atividades ligadas à realidade física.

Em outras palavras, o Metaverso é uma evolução da internet. Hoje, muitos jogos já funcionam como um ambiente onde pessoas se encontram virtualmente não somente para jogar, mas também para interagir, como em muitas redes sociais.

Assim, o Metaverso estende essa experiência além dos jogos, criando literalmente uma realidade virtual para que pessoas possam treinar, aprender, testar e interagir sem a presença física.

Por seu potencial entendido como revolucionário, o tema tem atraído cada vez mais empresas ao redor do mundo, impulsionando investimentos de alguns milhares de dólares.

Grandes empresas de tecnologia já têm dado os primeiros passos para entrar nessa nova tendência, como é o caso do Facebook, que mudou o nome do seu grupo de empresas para “Meta” em referência ao Metaverso.

Outra gigante da tecnologia, a Microsoft, também entrou recentemente nessa corrida. Seu fundador, Bill Gates, afirmou acreditar que, em aproximadamente três anos, a maioria das reuniões de negócios ocorrerá no Metaverso.

E a empresa foi muito além das palavras. A Microsoft abocanhou a maior empresa do mercado de games – mercado hoje maior que o de música e cinema juntos -, a Activision Blizzard, por mais de US$ 69 bilhões. A empresa, além de criar jogos que servem como referência para o Metaverso, também está envolvida no desenvolvimento de criptoativos relacionados à games.

Como investir no Metaverso?

Para investir no Metaverso, você não precisa necessariamente comprar terrenos virtuais ou NFTs de macacos (como fez o Neymar).

O que é um NFT?

NFT (sigla para Token não fungível) é uma sequencia de caracteres única atrelada a um arquivo, que funciona como um selo de originalidade criptográfico e serve como prova de que o arquivo é original ou autêntico. Mais ou menos como acontece com uma marca d’água nas notas de real.

É possível atrelar um NFT a qualquer tipo de produção digital, de música à memes. Por sua originalidade confirmada, o NFT têm ganhado muita relevância no mercado de colecionáveis.

Uma das formas mais seguras de se expor a esse mercado é investir em empresas que estejam por trás do desenvolvimento dessas tecnologias, e que podem surfar essa tendência no mercado que já atuam no momento. Esse é o caso das “big techs” que citei ao longo desse texto, além de muitas outras.

Pensando nisso, criamos o fundo Trend Metaverso, disponível na plataforma da Rico. Com aplicação mínima de R$100,00, você pode investir em em aproximadamente 30 empresas ligadas ao tema de Metaverso. Seja pela criação de jogos, ambientes virtuais, infraestrutura tecnológica, óculos e outros aparelhos de realidade aumentada, etc.

Composição do Trend Metaverso

Diferente do que você pode estar pensando, para investir nessa nova tendência não é necessário arriscar em startups ou empresas pequenas. A maior parte das empresas que formam o fundo estão sediadas nos EUA, Japão e China (respectivamente), e são o que chamamos de Large caps – ou seja, grandes empresas, líderes de mercado. Essas empresas atuam nos setores de entretenimento, internet, fabricação de hardwares e softwares, entre outros.

Além de investir em empresas como Apple, Sony, Nvidia, Walt Disney, Tecent e muitas outras, o fundo também proteção contra a variação do dólar. Ou seja, investindo nesse fundo você têm um investimento hedgeado na sua carteira o que permite acompanhar melhor a valorização dos investimentos sem a interferência do câmbio.

Agora que você já entende tudo do mais novo tema do momento, que tal considerar uma parte da sua carteira na vanguarda do Metaverso?

O Fundo Trend Metaverso está disponível para aplicação na plataforma da Rico com investimento mínimo de entrada de R$100,00. Saiba mais!

Elaborado por:

Paula Zogbi, CNPI 2545

1) Este relatório de análise foi elaborado pela Rico Investimentos, que é uma marca da XP Investimentos CCTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM nº 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.

2) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor.

3) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico.

4) O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Resolução CVM nº 20/2021 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório.

5) Os analistas da Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP.

6) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor.

7) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes.

8) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.

9) SAC. 0800 774 0402. A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800-722-3730.

10) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Rico: https://www.rico.com.vc/custos. 11) A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 

12) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 

13) Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor.