Ganhar nos jogos de azar? Se fosse fácil, seriam chamados de “jogos de sorte”. A probabilidade de perder é esmagadoramente maior, mas a invasão de novas modalidades online, como “jogo do tigrinho” e “jogo do foguetinho”, tem sido avassaladora.

Os jogos de aposta online, uma febre moderna de diversão digital, proporcionam um universo envolvente que transcende a tela. No entanto, essa imersão virtual também traz consigo desafios que podem comprometer outras áreas da nossa vida.

Num mundo onde a conectividade é a norma, a dependência de jogos online emerge como um ponto crítico. O fácil acesso e a complexidade desses jogos podem prender os jogadores em ciclos viciantes, substituindo o calor das interações cara a cara por um isolamento digital prejudicial.

Esses jogos, envolvidos em marketing multimilionário com celebridades e megainfluenciadores, vão além do entretenimento. Relatos alarmantes destacam pessoas perdendo todo o seu salário, inclusive vendendo bens para apostar.

Os jogos de azar, embora não sejam novidade, atingem uma escala sem precedentes, incluindo crianças e jovens. O desafio não é apenas financeiro, mas uma batalha interna entre prazer, adrenalina e o desejo de vitória.

A complexa dança na busca pela sorte

A complexidade do cérebro humano durante as apostas é fascinante. Quando perdemos, a tentação de mudar a sorte ativa partes específicas do cérebro, criando um ciclo vicioso de apego às apostas. Estudos da psicologia comportamental mostram que a redução no atraso entre risco e recompensa, característicos das apostas de jogos ao vivo, provoca aumento na velocidade e frequência do apostar.

Além das perdas financeiras, o impacto negativo atinge qualidade de vida, produtividade, relacionamentos e saúde mental e física. Ao contrário de vícios mais evidentes, o jogo silencioso se torna uma batalha devastadora.

À medida que mergulhamos nesse reino virtual, os riscos à saúde mental tornam-se evidentes. A pressão para alcançar metas fictícias, a constante competição e a exposição a conteúdos potencialmente prejudiciais contribuem para a ansiedade e a depressão.

Os impactos físicos também se fazem sentir. O sedentarismo resultante de longas sessões de jogo pode desencadear uma série de problemas de saúde, desde dores musculares até o fantasma da obesidade. O corpo, muitas vezes negligenciado nesse universo digital, paga o preço dessa imersão prolongada.

De acordo com a OMS, em 2016, as perdas globais dos apostadores atingiram US$ 400 bilhões!

A armadilha psicológica: Falácia do Jogador

Conhecida como falácia de Monte Carlo, essa ilusão se baseia na distorção de padrões e na aversão à aleatoriedade. Ancorada em vieses cognitivos como representatividade e aversão à incerteza, essa crença errônea influencia eventos futuros independentes.

A falácia do jogador, um fenômeno psicológico explorado por Tversky e Kahneman, destaca como eventos passados erroneamente influenciam escolhas. Essa complexidade transcende os jogos de azar, influenciando decisões financeiras e padrões cognitivos.

Quando é preocupante?

Fique atento se você ou alguém conhecido apresenta alguns padrões comportamentais específicos. Eles podem ser um indicativo de um possível diagnóstico de jogo patológico.
Se (1) a atividade de jogo ocupa significativa parte dos pensamentos da pessoa, (2) há uma constante necessidade de aumentar apostas para obter a mesma satisfação, (3) alterações de humor surgem ao tentar reduzir o jogo, (4) o jogo é utilizado como escape emocional, (5) há uma frequente volta ao jogo na tentativa de recuperar perdas, (6) há mentiras para encobrir o envolvimento e, ainda, (7) endividamento ou envolvimento em atos ilegais em busca de mais jogo, esses são indícios inquietantes de um possível quadro de jogo patológico.

4 Etapas para escapar dos problemas com jogos online:

  1. Autoconsciência: Reconheça o impacto negativo dos jogos em sua vida.
  2. Estabeleça limites: Se não consegue deixar de jogar, ao menos defina limites claros para gastos e tempo dedicado aos jogos.
  3. Busque apoio: Compartilhe seus desafios com amigos, familiares ou profissionais.
  4. Desconexão gradual: Reduza gradualmente o envolvimento com jogos online, substituindo por atividades saudáveis.

Os jogos de apostas online podem parecer inofensivos, principalmente por serem embalados de formas coloridas, divertidas e com apoio de grandes celebridades. Mas por trás dessa casca colorida, há uma grande nuvem cinza de problemas graves: alto endividamento, perda de patrimônio, declínio na saúde mental e física, problemas nos relacionamentos e no trabalho.

Para além disso, essa epidemia dos jogos está chegando intensamente entre as crianças e jovens, o que agrava ainda mais a situação. oferecem um vasto mundo de entretenimento, mas não sem seus próprios desafios. A supervisão parental cuidadosa e educação sobre o uso responsável da tecnologia são passos cruciais para evitar que a diversão digital se transforme em uma jornada arriscada para a saúde e o bem-estar.

É essencial entender o mecanismo de recompensa por trás das apostas online. Esse é o primeiro passo para a efetiva mudança. A responsabilidade para mudarmos esse cenário é de todos nós.

Elaborado por:

Júlia Aquino, CNPI 3607

1) Este relatório de análise foi elaborado pela Rico Investimentos, que é uma marca da XP Investimentos CCTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM nº 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.

2) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor.

3) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico.

4) O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Resolução CVM nº 20/2021 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório.

5) Os analistas da Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP.

6) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor.

7) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes.

8) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.

9) SAC. 0800 774 0402. A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800-722-3730.

10) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Rico: https://www.rico.com.vc/custos. 11) A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 

12) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 

13) Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor.