Filhos são caros? Depende. Sem planejamento eles vão sair muito mais caro do que você pode pensar.

À medida que um casal embarca na jornada da parentalidade, o entusiasmo e a antecipação são frequentemente acompanhados por uma série de perguntas:

  • Como a chegada de um novo membro da família afetará nosso orçamento?
  • Estamos preparados financeiramente para o compromisso de longo prazo que é criar um filho?
  • Qual é o custo de vida de uma criança em diferentes fases do seu desenvolvimento?

Nesse texto vamos trazer 3 etapas sobre o que planejar quando vocês estão esperando um filho. Vamos lá?

Primeira Parte: A Base do Planejamento Financeiro

No primeiro trimestre da gravidez, é crucial começar a organizar as finanças. Casais que estão esperando devem primeiro focar em eliminar dívidas, particularmente aquelas com altas taxas de juros, como os cartões de crédito. É uma boa hora para perguntar: vocês realmente precisam de todos esses cartões? Poderiam potencialmente se beneficiar de taxas de juros mais baixas ou de um único cartão com melhores benefícios?

Além disso, é o momento de começar a acompanhar cada despesa meticulosamente. Você já considerou como pequenas compras podem acumular rapidamente e afetar seu orçamento? Uma planilha detalhada de receitas e despesas é uma ferramenta valiosa que deve ser revisada semanalmente, tornando-se parte de sua rotina financeira.

Segunda Parte: Entendendo e Adaptando o Orçamento Familiar

Com o início do segundo trimestre, os casais devem avaliar seu progresso. Este é um bom momento para perguntar: vocês conseguiram economizar pelo menos 10% da renda?

O comprometimento financeiro com uma criança pode variar, mas em geral, pode-se esperar que entre 20% a 30% do orçamento familiar seja direcionado para o novo membro nos primeiros anos, cobrindo necessidades básicas como alimentação, vestuário, transporte e cuidados infantis.

Outro passo importante é a investigação de direitos e benefícios relacionados à paternidade no local de trabalho. As leis e políticas variam amplamente, e é fundamental compreender o que se aplica ao seu caso. Você já checou se sua empresa oferece licença-maternidade ou licença-paternidade estendida?

Terceira Parte: Preparação para a Chegada do Bebê

À medida que entram no terceiro trimestre, os casais devem ter um orçamento claro para os custos iminentes. Para trabalhadores autônomos, o planejamento deve considerar uma possível queda de renda após o nascimento do bebê.

É importante questionar: Como podemos ajustar nossos gastos para garantir a estabilidade nos meses seguintes ao parto?

Além disso, começa o planejamento de longo prazo, incluindo a criação de uma reserva financeira para a criança. Imagine o impacto que um investimento consistente pode ter ao longo do tempo, especialmente com o poder dos juros compostos. Você sabia que um investimento mensal relativamente modesto pode se transformar em uma quantia substancial que pode custear a educação universitária de seu filho?

Conclusão: Harmonia Financeira e Preparação para o Futuro

Um casal que organiza suas finanças traz harmonia para o lar e evita estresses desnecessários. Uma criança que cresce em um ambiente onde os pais são financeiramente conscientes e preparados é mais propensa a adotar esses hábitos e se tornar um adulto financeiramente responsável.

A parentalidade transforma vidas de maneiras inimagináveis. A responsabilidade de cuidar de um novo ser, que depende completamente dos pais, realça a importância do planejamento financeiro. A partir do momento que você descobre que um bebê está a caminho, cada decisão financeira se torna um ato de amor, uma fundação para um futuro seguro e feliz!

Elaborado por:

Júlia Aquino, CNPI 3607

1) Este relatório de análise foi elaborado pela Rico Investimentos, que é uma marca da XP Investimentos CCTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM nº 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.

2) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor.

3) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico.

4) O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Resolução CVM nº 20/2021 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório.

5) Os analistas da Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP.

6) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor.

7) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes.

8) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.

9) SAC. 0800 774 0402. A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800-722-3730.

10) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Rico: https://www.rico.com.vc/custos. 11) A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 

12) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 

13) Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor.