• Quando não conseguimos fazer algo que queremos por questões financeiras, ficamos desolados
  • Se esse “algo” em questão é o Lollapalooza, quem vai ficar sem ir esse ano está no grupo dos “Deslolados”
  • Confira como se preparar financeiramente para evitar essa sensação no ano que vem!

Acontece entre os dias 25 e 27 de março um dos maiores festivais de música do Brasil, o Lollapalooza, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Se você tem vontade de comparecer, mas não conseguiu se organizar para a edição desse ano, você pode ser considerado um “Deslolado” (uma simpática mistura entre “Lolla” e “desolado”, que é a descrição perfeita de como ficamos quando não conseguimos fazer uma coisa que queremos por causas financeiras).

Nossa missão nesse conteúdo é evitar que essa situação se repita no Lollapalooza 2023 — ou em qualquer outro evento que você tenha a intenção de ir no futuro.

Como se planejar?

O primeiro passo é entender de quanto dinheiro você vai precisar em qual período de tempo. Se você pretende comprar apenas um ingresso, em torno de R$ 700, ou o Lolla Pass, que neste ano chegou a R$ 5 mil, dependendo do lote, o planejamento fará diferença. Também vale colocar na conta um valor para alimentação no dia do festival (afinal, são muitas horas fora de casa), o transporte e, caso não more em São Paulo, a hospedagem.

A partir disso, você saberá quanto vai gastar e em quanto tempo. Pode ser que você gaste tudo de uma só vez daqui um ano, ou compre o ingresso com meses de antecedência, de forma parcelada… O importante é ter um mapeamento completo do valor necessário para esse objetivo.

Detalhando os gastos

Aqui, fizemos duas simulações, nas duas pontas do planejamento.

A primeira (cenário 1) é para aquelas pessoas que vão apenas em um dia do show, chegam ao Autódromo de transporte público e fazem duas refeições, almoço e jantar no local.

A outra (cenário 2) é a ponta oposta: uma pessoa que não mora em São Paulo e quer comparecer aos 3 dias de festival em 2022 (usando o valor mais alto que encontramos, ilustrativamente). Essa pessoa precisa de passagens, hospedagem e cerca de 6 refeições. Ela também não conhece muito bem a cidade e prefere ir aos shows de transporte particular (como Uber ou táxi).

Possivelmente o seu caso não será nem um, nem o outro (e sim algo no meio do caminho), mas a lógica do planejamento é a mesma.

Cenário 1 (R$) Cenário 2 (R$)
Ingresso 700 5.000
Alimentação 80 300
Transporte 20 200
Hospedagem 500
Passagem para São Paulo 1.000
Total 900 7.000
Quanto juntar por mês sem investir 75 585

E se eu investir?

Caso você possa investir agora pensando na compra do ingresso daqui um ano, o valor final vai ficar muito menos salgado.

Considerando a Selic em 11,75% ao ano, que é o valor atual, fizemos simulações dos valores necessários para alcançar o montante final nos dois cenários, já excluindo o imposto de renda do valor final.  Vale lembrar que a taxa básica de juros ainda tende a subir nas próximas reuniões, o que diminuiria a necessidade de aportes.

São dois cenários: no primeiro, você investe uma vez ao mês, a partir do mês que vem. No segundo, você investe tudo de uma vez agora, e deixa render até o momento de gastar, daqui um ano.

Cenário 1 (R$) Cenário 2 (R$)
Aplicações mensais 71,86 559
Investir hoje para chegar ao total em 12 meses 820,50 6.382

A moral da história aqui é: quanto mais planejamento e antecedência você tiver, melhor preparado vai estar para assistir ao seu artista favorito no próximo Lollapalooza ou festival de sua escolha!

Elaborado por:

Paula Zogbi, CNPI 2545

1) Este relatório de análise foi elaborado pela Rico Investimentos, que é uma marca da XP Investimentos CCTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM nº 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.

2) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor.

3) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico.

4) O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Resolução CVM nº 20/2021 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório.

5) Os analistas da Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP.

6) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor.

7) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes.

8) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.

9) SAC. 0800 774 0402. A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800-722-3730.

10) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Rico: https://www.rico.com.vc/custos. 11) A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 

12) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 

13) Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor.