• O ano voou e faltam só 100 dias pra 2022 acabar
  • Com isso, queremos saber: como andam as metas que você fez lá em 31 de dezembro?
  • Se não estão bem, não desanime! Ainda dá tempo de cumprir algumas delas até o final de 2022
  • Veja aqui a diferença que 100 dias fazem para os investimentos (spoiler: comece agora!)

Sempre quando um novo ano se inicia, sentimos a oportunidade e a animação de um novo começo, a chance de um “quadro em branco”, que nos faz pensar em muitos planos e metas, não é mesmo?

Mas você sabia que 92% das metas estabelecidas na véspera de Ano Novo não são alcançadas? Pois é, de acordo com um estudo da Universidade de Scranton, APENAS 8% das metas estabelecidas na virada do ano são realmente atingidas.

Hoje, faltam 100 dias para acabar o ano de 2022. Passou rápido, né? E agora que estamos chegando segunda metade do ano, quantas das suas metas de ano novo você conseguiu cumprir ou avançar?

Se sua resposta for pouco animadora, não se desespere. Ainda dá tempo de correr atrás de algumas dessas metas, principalmente se forem financeiras.

O primeiro passo é revisar suas metas e decidir quais são as mais importantes para você dedicar seu esforço nessa reta final.

Passo a passo: como criar uma meta

Estabelecer metas, no ano novo ou em qualquer momento, não pode ser feito arbitrariamente na nossa cabeça e permanecer no abstrato. Boas metas devem ser materializadas e definidas com um alto grau de especificidade. Precisam ser planejadas e executadas conforme um plano de ação.

É muito comum criar metas genéricas do tipo “me exercitar mais” ou “guardar mais dinheiro”, sem grandes definições. Pode ser por isso que 34% das pessoas desistem de suas metas de Ano Novo após o primeiro mês e 54% após 6 meses.

Segundo o professor Vicente Falconi, grande referência em gestão de empresas no Brasil, “só ter sonho não adianta nada, a meta tem que ter objetivo, valor e prazo”.

Um exemplo de meta específica seria: “Quero juntar R$10.000,00 na minha conta da Rico até o dia 31/12/2022”. Isso, é claro, considerando esse valor está dentro de sua realidade financeira.

Além de metas mensuráveis, atingir qualquer objetivo requer autodisciplina. Envolve uma percepção consciente de nossas ações e a capacidade de superar alguns dos maus hábitos que podem estar nos impedindo. Incutir autodisciplina em nossas vidas não é uma tarefa fácil, mas estamos aqui para te ajudar, descomplicando muitas partes dessa equação!

“Ah, mas faltam só 100 dias…”

Depois que eu te contei que só faltam 100 dias para acabar o ano, você pode estar com um desejo de postergar suas metas financeiras para o próximo ano, então vou te ajudar com uma conta para te mostrar como esses 100 dias podem fazer muita diferença lá na frente.

Vamos supor que você já conseguiu fazer um “pé de meia” de R$10.000,00 para sua reserva de emergência, mas adiou seus investimentos para 01/01/2023 e vai começar a investir R$200,00 por mês todos os meses pelos próximos 30 anos a uma taxa (fictícia) de 1% ao mês. No final desse prazo, você terá R$1.058.489,24. É isso mesmo, você chegaria no seu primeiro milhão com apenas R$200,00 por mês bem investidos.

Agora, se você começar 100 dias antes, você terá R$36.304,47 a mais que no exemplo anterior, totalizando R$ 1.094.793,71.

Taxa de juros ao mês1%1%
Investimento inicialR$ 10.000R$ 10.000
Tempo investido30 anos30 anos + 100 dias
Aporte mensalR$ 200R$ 200
Valor finalR$ 1.058.489,24R$ 1.094.793,71

O que a gente vê nesse exemplo é justamente o poder dos juros compostos: o rendimento que você tem é calculado em cima do valor total dos aportes somado aos rendimentos passados, o que multiplica exponencialmente seus ganhos. É por isso que esses 100 dias a mais fazem tanta diferença — colocando isso de outra forma, decidir investir agora no lugar de adiar tudo para o ano que vem vai deixar seu “eu do futuro” bem contente.

Agora que você está motivado a começar a investir e parar de adiar seus planos, a próxima pergunta deve ser “mas onde eu invisto?”. Nossa dica é acompanhar nossos conteúdos na Riconnect, YouTube e Instagram, e ver as nossas sugestões de investimentos toda virada de mês. Aqui está a alocação recomendada para cada perfil de investidor em setembro.

Se você já é iniciado em investimentos ou acompanhou as notícias dos mercados nesse mês, pode estar pensando em como investir em um cenário de volatilidade aumentada como o de setembro, com inflação pressionada e Selic em ciclo de alta. Para isso, acesse nosso Guia da Rico para mercados voláteis, que explica como proteger sua carteira e quais são as melhores oportunidades de investimento agora, de ações à renda fixa.

Elaborado por:

Paula Zogbi, CNPI 2545

1) Este relatório de análise foi elaborado pela Rico Investimentos, que é uma marca da XP Investimentos CCTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM nº 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.

2) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor.

3) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico.

4) O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Resolução CVM nº 20/2021 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório.

5) Os analistas da Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP.

6) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor.

7) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes.

8) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.

9) SAC. 0800 774 0402. A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800-722-3730.

10) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Rico: https://www.rico.com.vc/custos. 11) A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 

12) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 

13) Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor.