• Em mais um dia tomado pela “treta” regulatória na China, os mercados amanhecem em queda, também tomados pela cautela com a reunião do Fomc amanhã nos EUA
  • O principal índice de ações de tecnologia da bolsa de Hong Kong abre o maior desconto frente ao índice Nasdaq, que contém as maiores empresas de tecnologia americanas
  • Em paralelo, segue o impasse no Senado americano para aprovar mais um pacote de infraestrutura
  • No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro disse ontem que o novo programa Bolsa Família poderá ser feito através de uma proposta de emenda à Constituição (PEC)

Caros(as) 13 leitores(as), ontem no resumo do dia a Paula “Zogbuy” contextualizou vocês sobre a “treta regulatória” que está rolando na China. Bom, em mais um dia de pregão o mercado chinês ganha destaque por conta desta pressão e segue em movimento de queda, principalmente em Hong Kong, onde estão listadas as principais empresas de tecnologia da região.

Aliás, essa boca de jacaré é a maior da história: o principal índice de ações de tecnologia da bolsa de Hong Kong está negociando no maior desconto histórico se comparado ao índice Nasdaq, que contém as principais empresas de tecnologia listadas nos EUA. Isso aumenta o prêmio do risco dessas ações chinesas, ou seja, elas estão remunerando mais o investidor(a) pelo risco do investimento (por isso o nome prêmio).

Mas calma que tem mais discussão com a China envolvida. O segundo dia de reuniões entre diplomatas das duas maiores economias do mundo foi  marcado por troca de farpas e acusações. Autoridades chinesas relataram ter apresentado uma lista de demandas que permitiria a estabilização das relações, enquanto americanas disseram reiterar sua preocupação sobre ações da China que violam valores defendidos pelos EUA. Apesar do aumento da temperatura na disputa, não foi descartada a possibilidade de futuras reuniões entre autoridades ou até mesmo os presidentes dos países.

Acompanharemos os próximos capítulos aqui. Já que estamos falando em novela, em paralelo, segue o impasse no Senado americano sobre o pacote de infraestrutura americano. Republicanos rejeitaram nesta segunda-feira uma proposta democrata final sobre pontos de conflitos como financiamento para transporte público, estradas e a criação de um fundo de infraestrutura, colocando em cheque o calendário do líder democrata Chuck Schumer – que busca aprovar o projeto até o recesso parlamentar na segunda semana de agosto. A possibilidade de postergar o recesso também estaria sendo contemplada. Disputas entre parlamentares pela comissão que investiga os ataques ao Capitólio em janeiro pioram o ambiente.

Esses fatores constroem o clima dos mercados hoje, num mood mais cauteloso. Por isso, além das bolsas chinesas, os futuros americanos também começam o dia em queda de 0,3% e na Europa o mercado cai 0,5%. Ah, sem dizer que amanhã é dia de Fomc: sim, para completar a cautela, amanhã teremos decisão de política monetária nos EUA (Taxa de Juros), em reunião realizada pelo Fed (Banco Central americano).

No Brasil, o presidente Bolsonaro disse ontem que o novo programa Bolsa Família poderá ser feito através de uma proposta de emenda à Constituição (PEC). O mercado teme que, ao fazer via PEC, o governo abre espaço para o Congresso mudar o teto de gastos e permitir maiores gastos no ano eleitoral de 2022. Isso pode causar a percepção de risco fiscal (trajetória da dívida pública brasileira).

Na agenda do dia, os destaques hoje são os pedidos de bens duráveis ​​dos EUA de junho e o índice de Confiança do Consumidor do Conference Board de julho.

Elaborado por:

Paula Zogbi, CNPI 2545

1) Este relatório de análise foi elaborado pela Rico Investimentos, que é uma marca da XP Investimentos CCTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Resolução CVM nº 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.

2) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor.

3) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico.

4) O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Resolução CVM nº 20/2021 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório.

5) Os analistas da Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP.

6) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor.

7) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes.

8) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.

9) SAC. 0800 774 0402. A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800-722-3730.

10) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Rico: https://www.rico.com.vc/custos. 11) A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 

12) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. 

13) Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor.