janeiro 19, 2022

Qual a diferença entre TED e DOC?

Compartilhar:  

Nem todo mundo sabe a diferença entre TED e DOC, as duas formas bastante utilizadas para fazer uma transferência de dinheiro, seja de maneira online ou no caixa eletrônico.  

Muitas vezes, o TED ou DOC são as únicas formas de fazer algum pagamento ou depósito (quando o PIX não está disponível, por exemplo, o TED ou DOC são o que resta para efetuar uma transferência).   

Mas por que existem essas duas modalidades de transferência de dinheiro? Qual a diferença entre TED e DOC? 

É importante que as pessoas que consomem produtos bancários saibam como tudo isso funciona. Assim dá pra escolher qual é a opção mais vantajosa para o momento

Pensando em tudo isso, nós vamos explicar, neste conteúdo, um pouco sobre como funcionam esses tipos de operações, e abordaremos os seguintes tópicos: 

  • A diferença entre TED e DOC 
  • O que é transferência TED 
  • O que é transferência DOC 
  • Quais as taxas para TED e DOC
  • TED ou DOC: qual a melhor alternativa? 

Vamos lá? 

A diferença entre TED e DOC 

Uma das principais dúvidas dos usuários é: quanto tempo demora para um TED cair na conta depois de feita a transação?  

Essa pergunta nos leva a uma das principais diferenças entre TED e DOC: no caso, o TED cai no mesmo dia e permite transferências com valores acima de R$5.000. 

Por outro lado, as transferências em DOC só caem no próximo dia útil e possuem o limite máximo de R$4.999,99

Vale lembrar também que a transferência em TED cai no mesmo dia somente se for realizada até às 17h.  

Após este horário, elas só vão ser creditadas na conta de destino no próximo dia útil — ou seja, no mesmo horário em que cairia um DOC.  

Outra diferença entre TED e DOC é o valor mínimo para as transações.  

Na prática, não existe um valor mínimo definido pelo Banco Central para que sejam feitas essas transferências, mas o próprio banco pode determinar algum valor para efetivar uma transferência de TED ou DOC

As tarifas para os dois serviços também podem ter valores diferentes, e são definidas pela instituição financeira. 

Uma mão de uma pessoa segurando um celular.
A principal diferença entre TED e DOC está no tempo necessário para que a transação seja concluída. 

Como funcionam as transferências? 

Na prática, para realizar uma transação, não existe diferença entre TED e DOC. 

Ambaos vão necessitar de uma conta de origem (de onde o dinheiro irá sair) e uma conta de destino (onde o dinheiro vai chegar).  

Na conta de origem, para que seja possível efetuar a transferência, é preciso que haja o valor a ser transferido ou algum limite oferecido pelo banco. 

A transferência pode ser feita pelo aplicativo do celular, pelo internet banking ou através dos caixas eletrônicos disponibilizados pelo banco. O cliente também precisará ter informações de segurança para ter acesso a sua conta.  

A partir daí, basta que o interessado preencha os dados da conta de destino, escolha a opção de TED ou DOC, tenha dinheiro disponível para a transferência e eventuais taxas e confirme a transferência.  

Quer saber quais informações serão necessárias? Nós te contamos! 

Quais as informações necessárias para realizar TED e DOC? 

Os dois tipos de transações pedem as mesmas informações para que as transferências sejam concluídas com sucesso, ou seja, não há diferença entre TED e DOC quando o assunto são os dados solicitados pelo banco. 

Caso não sejam preenchidos corretamente, a sua transferência (seja TED ou DOC), não será efetivada e o dinheiro voltará para a conta de origem.  

Mas não se preocupe: em caso de qualquer problema na transferência, o banco faz o estorno do seu dinheiro.  

Para que isso não seja necessário, você precisará saber as seguintes informações da conta de destino: 

  • Nome completo do titular da conta; 
  • CPF ou CNPJ do titular da conta; 
  • Valor a ser transferido; 
  • Tipo de transferência (TED ou DOC); 
  • Tipo de conta (corrente, poupança ou pagamento); 
  • Dados bancários (agência, número da conta e código do banco). 

O próprio aplicativo do banco já oferece o código de todos os bancos, bastando você pesquisar pelo nome do banco de destino. 

Caso isso não seja possível, você pode encontrar todos os códigos no site do Banco Central. 

Para os códigos dos bancos, vale a atenção na hora de pesquisar, pois algumas instituições possuem mais de um registro no Banco Central devido às diferentes frentes de negócio e serviços oferecidos

Vamos conhecer agora as particularidades de cada uma dessas transferências? Assim é possível entender melhor a diferença entre TED e DOC! 

O que é a transferência TED? 

A transferência TED é a sigla para Transferência Eletrônica Disponível, criada em 2002 pelo Banco Central.  

O TED pode ser considerado mais vantajoso que o DOC por conseguir ser creditado na conta de destino em poucos minutos. 

No entanto, como você sabe, o TED cai no mesmo dia somente se for feito antes das 17h. Por isso, é importante estar atento aos horários antes de fazer a sua transferência.  

Mas porque isso é importante?  

Muitas vezes, a transferência TED pode ser cobrada ou ter um valor de taxa mais alto do que a DOC, contudo, se você realizá-la após às 17h, as duas terão o mesmo efeito. Ou seja, nesse caso, não vale a pena pagar a mais pelo mesmo resultado. 

Portanto, é importante saber esses detalhes para economizar em taxas e obter as melhores vantagens. 

Outro ponto importante sobre o TED é que, até 2016, ele tinha um valor mínimo de R$500, mas o Banco Central eliminou essa exigência, embora alguns bancos mais tradicionais ainda tenham limites mínimos para realizar essas transferências

O que é a transferência DOC? 

DOC é a sigla para Documento de Ordem de Crédito e sua principal característica é ser uma transferência que é creditada somente no próximo dia útil à transação.  

Como você sabe, outra diferença entre TED e DOC é que, no caso do DOC, as transferências têm um limite máximo, que não pode ultrapassar R$4.999,99.  

Assim como no TED, o DOC não possui um valor mínimo estipulado pelo Banco Central para transferências, mas possui uma característica interessante: enquanto o TED só aceita transações até às 17h, o DOC consegue efetuar transferências a tempo, caso elas sejam feitas até as 22h do dia anterior.  

Por isso, caso alguém tenha perdido o prazo de fazer um TED, ainda é possível realizar um DOC no mesmo dia para ser creditado no próximo dia útil.  

Como você pode perceber, existem semelhanças e diferenças entre os dois tipos de transação.  

Seja TED ou DOC, os dois podem ser vantajosos, dependendo do momento. 

E mais uma diferença na relação entre esses dois tipos de transação são as taxas que podem ser cobradas.  

 Homem sorrindo e mexendo no celular.
Fique de olho na diferença entre TED e DOC e escolha de acordo com a sua necessidade!

Quais as taxas para TED e DOC? 

A maioria dos bancos cobra taxas para esses tipos de transferência, principalmente no caso do TED, que é uma transação mais instantânea e vantajosa.  

Ainda assim, esse valor pode variar de instituição para instituição, até mesmo de acordo com o perfil e pacote de serviços de cada cliente, então é importante ficar de olho no seu pacote com o banco. 

Conhecer sobre as taxas de TED e DOC no seu banco te dá uma perspectiva maior para entender qual a melhor opção para cada situação.  

Pode ser que, em muitos casos, não seja necessário que você pague uma taxa, então, fique atento ao que o seu banco te oferece!  

Existem alguns bancos que fornecem uma quantidade de TEDs ou DOCs gratuitos mensalmente e só passam a cobrar caso o cliente extrapole esse limite.  

Em outros casos, é possível que somente o TED seja cobrado, mas é preciso que você tenha noção de quais são os limites e valores do seu banco, pois essas taxas podem ser altas, até mesmo competindo com o valor da sua transferência. 

Mesmo com todas as possibilidades de taxas, é interessante que você saiba que é possível evitá-las. Abaixo nós vamos discutir um pouco sobre como você pode economizar com taxas de TED e DOC: 

Como evitar as taxas de TED e DOC? 

A digitalização do setor bancário tornou mais fácil a criação de outros meios de transferência.  

O PIX, que começou a funcionar em novembro de 2020, já se tornou o meio de transferência mais popular do país.  

+ Você sabe o que é open banking? 

E é fácil entender os motivos: ele é um método de pagamento instantâneo, sem taxas e pode ser realizado a qualquer momento, sem restrições de horário! 

Além disso, é possível negociar com o gerente do seu banco a possibilidade de melhorar o seu pacote de serviços para que suas transferências de TED e DOC passem a ser gratuitas. 

Caso nenhuma dessas esteja disponível, você também pode tentar o TEF, que é a Transferência Eletrônica Financeira feita entre contas de um mesmo banco. Elas geralmente não são cobradas e podem ser uma ótima opção. 

TED ou DOC, qual a melhor alternativa? 

Se você precisa que o dinheiro seja transferido para a outra conta rapidamente, a melhor alternativa é o TED.  

Porém, se já tiver passado das 17h, o TED só será creditado no próximo dia útil. Ou seja, igual ao DOC.  

Agora, se você quer a transferência mais barata, geralmente o DOC tem tarifas menores nos bancos, embora isso possa variar.  

Conclusão 

Mulher utilizando um caixa eletrônico.

As transferências TED e DOC possuem semelhanças e diferenças. Por isso, é preciso analisar suas necessidades para escolher a melhor opção. 

Agora que você sabe qual a diferença entre TED e DOC, que tal conferir outros conteúdos do nosso blog? 

Veja algumas sugestões de leitura: 

Comece a investir hoje com a Rico   

Saber qual tipo de transferência vale mais a pena em cada momento pode ser um passo importante para economizar e uma ótima forma de ajudar a realizar suas metas financeiras. 

Uma outra maneira de alcançar suas metas é investir seu dinheiro.  

Abra sua conta na Rico e aproveite todas as vantagens de ser nosso cliente.   

Com a gente, você pode investir em muitos diversos tipos de produtos de renda fixa e variável.   

Comece agora!   

Conte com o time da Rico para te contar tudo o que acontece no mercado financeiro.  

Agradecemos a leitura!