Gol de CDB da Rico 250% do CDI: a cada fase que o Brasil avança na competição, você pode investir mais R$ 500 no produto

21/11/2022 07:45:00 • Atualizado em 02/12/2022 13:51:57
16 minuto(s) de leitura


LCI e LCA: o que são, rentabilidade e como investir!

LCI e LCA são investimentos de renda fixa rentáveis e isentos de IR. Saiba como escolher o melhor título para a sua carteira!


Compartilhar:
Homem sentado em frente a uma mesa, com um notebook a sua frente, segurando um celular e pesquisando sobre lci e lca.

Você conhece as LCIs e LCAs? São investimentos livres de taxas e tributos. 

Esses títulos estão, cada vez mais, no radar dos investidores. Principalmente porque, nos últimos anos, as letras de crédito têm se tornado cada vez mais acessíveis. 

Nesse conteúdo vamos falar sobre como investir em LCI e LCA com rentabilidade e segurança. 

Se você ficou interessado nesse tipo de investimento, siga com a gente! 

O que são as LCIs e LCAs? 

LCI 

A LCI, ou Letra de Crédito Imobiliário, é um investimento de renda fixa emitido por bancos que, nos últimos anos, tornou-se cada vez mais acessível. 

Os recursos captados por esse tipo de aplicação são direcionados para financiar empreendimentos e atividades do setor imobiliário. 

Ao investir em uma LCI, você estará oferecendo um empréstimo ao banco em troca de uma rentabilidade que pode ser pré-fixada, pós-fixada ou híbrida. 

Como as letras de crédito têm sempre uma data de vencimento, previamente estabelecida, quem investe nessa modalidade consegue ter uma boa ideia de quanto o dinheiro vai render até o fim do prazo. 

Como o setor imobiliário é considerado estratégico, há isenção de Imposto de Renda para o investimento. 

Para investir em LCI, basta ter uma conta ativa em uma corretora de valores de confiança, devidamente regulamentada e autorizada para negociar na bolsa, como a Rico

A partir daí, você consegue acessar os produtos, seus mecanismos de correção (como a taxa CDI) e o prazo para resgate e entender qual melhor se adapta aos seus planos e objetivos. 

As letras de crédito são reguladas no país por regras estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), órgão máximo do sistema financeiro do Brasil. 

Por esse motivo, quem investe em LCIs e LCAs deve ficar de olho nas resoluções do CMN. 

Dentre as regulações determinadas pelo Conselho, está o prazo mínimo de 90 dias para carência das aplicações. 

LCA 

Já a LCA é a Letra de Crédito do Agronegócio. Ela também é um título de renda fixa emitido pelos bancos. 

A diferença da LCA para a LCI é o foco de investimento.  

Neste caso, a captação é direcionada para financiar as atividades do setor do agronegócio.  

Assim como a LCI, a taxa de rentabilidade e a data de vencimento da LCA também são definidas no momento da compra. 

Na LCA também é possível encontrar rentabilidades pré-fixadas, pós-fixadas ou híbridas. 

Tipos de LCIs e LCAs 

A imagem mostra as mãos de uma pessoa, em cima de uma mesa, pesquisando sobre investimento em lci e lca, com alguns objetos ao seu lado, como celular, calculadora, cédulas de dinheiro e papéis.

Pré-fixada 

Quando se investe em LCIs e LCAs com rentabilidade pré-fixada, é possível saber com antecedência qual o retorno do investimento, pois a taxa é divulgada já no momento da compra. 

Por esse motivo, é comum que essa seja considerada a opção mais segura, já que o investidor não precisa se preocupar com oscilações na economia interferindo em seu investimento. 

Ao fim do contrato, ele não tem surpresas para fazer o resgate integral do valor investido acrescido da rentabilidade acordada. 

Pós-fixada 

As LCIs e LCAs pós-fixadas funcionam como indica o nome: a rentabilidade é fixada em um momento posterior à compra – mais especificamente, no resgate. 

Nesses casos, a taxa pode ser aquela praticada pelos Certificados de Depósito Interbancário (CDI), empréstimos de curtíssimo prazo praticados entre bancos. 

Também é possível que as LCIs e LCAs sejam corrigidas pelo IPCA, que é o indicador oficial da inflação no país. 

Nos dois casos, o valor varia diariamente e isso faz com que as LCIs e LCAs pós-fixadas estejam mais sujeitas às oscilações do mercado. 

Híbrida 

As LCIs e LCAs híbridas são a terceira e última categoria para investimento em Letras de Crédito Imobiliário ou do Agronegócio e funcionam de maneira a combinar características dos dois tipos anteriores. 

Ou seja, paga um percentual fixo e outro atrelado a algum indicador. 

A taxa pré-fixada tem o objetivo de garantir a reposição das perdas inflacionárias do período, enquanto a taxa variável oferece um ganho real para o investimento. 

LCI DI 90 

Além das modalidades de LCIs e LCAs apresentadas acima, recentemente, surgiu no mercado um outro tipo de investimento em Letras de Crédito Imobiliário. 

Esse tipo de LCI se destaca por sua alta liquidez. 

A LCI DI 90 é uma aplicação que, após três meses, passa a oferecer liquidez diária ao investidor. 

Passado desse período, o investidor tem a opção de fazer o resgate antecipado sem pagar nenhuma taxa ou deixar o dinheiro investido. 

Vantagens de investir em LCI e LCA

  • Rentabilidade: LCIs e LCAs costumam ter taxas de rentabilidade ligeiramente superiores ao CDI. Então, se você quer investir com rendimentos alinhados ao mercado, elas podem ser ótimas alternativas. 
  • Diversificação: geralmente, esses ativos são recomendados para a diversificação da carteira. Como eles financiam setores estratégicos da economia, você pode ganhar dinheiro e ainda ajudar no desenvolvimento desses setores. 
  • Isenção de IR: as LCIs e LCAs não são tributadas e esta é uma das melhores vantagens desse tipo de investimento. 
  • Segurança: as LCIs e LCAs são classificadas como investimentos de baixo risco e são tão seguras quanto a poupança. A segurança se justifica porque as LCIs e LCAs contam com a cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) até o limite de R$ 250 mil por CPF ou CNPJ, por conjunto de depósitos e investimentos em cada instituição ou conglomerado financeiro, limitado ao teto de R$ 1 milhão, a cada período de 4 anos, para garantias pagas para cada CPF ou CNPJ. 

LCI ou LCA: qual o melhor investimento? 

As LCIs e LCAs são investimentos bastante semelhantes e não possuem grandes diferenças entre si. 

A escolha do título deve levar em consideração aspectos financeiros e pessoais, como por exemplo a taxa de rendimento, o prazo de aplicação e o aporte inicial. 

Para entender qual o melhor tipo de investimento, a primeira coisa que você deve fazer é conhecer o seu perfil de investidor

Através dele, você identifica a sua tolerância aos riscos e a categoria de investimento mais adequada para o seu momento financeiro.  

Depois disso, defina os seus objetivos e os prazos de realização de cada um deles. 

Caso esteja ingressando no universo financeiro agora, o ideal é que o primeiro passo seja a construção de uma reserva de emergência

Para isso, há investimentos que são mais indicados para construir essa reserva.  

Você pode entender melhor nesse conteúdo: 

Caso já tenha essa garantia para o curto prazo, verifique quais LCIs e LCAs estão disponíveis para a compra. 

De forma geral, a LCA possui aporte mínimo e prazo de aplicação maiores que a LCI. Uma dica é optar por aquela que está alinhada aos seus objetivos e tempo de investimento.  

Caso você busque diversificação, analise o setor que você deseja investir. Por exemplo, ao escolher uma LCI, é possível impulsionar o crescimento do setor imobiliário.  

Então, decidir entre LCI e LCA envolve tanto aspectos relacionados ao investimento, quanto pessoais. 

Como investir em LCI e LCA? 

Homem sentado em frente a uma mesa, com um notebook a sua frente, pesquisando sobre lci e lca.

Para investir em LCI e LCA, o primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora de valores de confiança, como a Rico. 

Com a Rico você investe de um jeito simples, rápido e descomplicado. Abra sua conta e tenha acesso a todas as vantagens de ser Rico.  

O segundo passo é analisar as opções ofertadas pelas instituições e escolher a que melhor se adapta ao seu perfil de investidor e aos seus objetivos. 

Além disso, fique atento às recomendações dos especialistas. Na Rico, você conta com análises de investimentos recorrentes e imprescindíveis para quem deseja investir com mais segurança e rentabilidade.   

Outro ponto importante desse tipo de investimento são os resgates dos títulos.  

Na data do vencimento da LCI e LCA, o investidor tem duas opções: reinvestir ou resgatar.  

Ao optar por resgatar, você receberá o valor investido com os seus rendimentos. 

No entanto, é bastante proveitoso se você puder e conseguir reinvestir o valor e recebendo lucros. 

Um dos pontos que gera muitas dúvidas é o resgate antecipado. Ao investir em LCI e LCA, você não poderá resgatar antes do prazo estipulado. 

Ou seja, esses investimentos não são indicados para compor a sua reserva financeira de emergência.  

Então, o ideal é fazer a alocação da sua carteira e direcionar a LCI e LCA para objetivos de médio e longo prazos. 

Agora, você já sabe que as LCIs e LCAs podem ser muito vantajosas, não apenas pela facilidade em investir, mas também pela grande variedade de taxas oferecidas e a isenção do Imposto de Renda

Esse tipo de investimento costuma ser recomendado para investidores de perfil conservador ou moderado. 

Outra finalidade é a diversificação, já que essa estratégia pode proteger o seu patrimônio e manter os bons rendimentos na sua carteira. 

Lembre-se sempre de avaliar com calma as melhores opções para seus objetivos e perfil. 

Para começar a investir agora mesmo, basta abrir uma conta na Rico: é 100% digital e descomplicado! 

Para te auxiliar, continue aprendendo com nossos conteúdos do blog Riconnect e nosso canal no YouTube, além de ficar de olho nas análises em primeira mão dos nossos analistas financeiros